Brasil

Carille mantém a confiança em Nonato como meia do Santos e não descarta nova chance contra o São Paulo

Treinador do Santos, Carille afirma que com uma boa orientação Nonato pode corresponder como meia contra o São Paulo

Por uma ligeira coincidência negativa neste início do Campeonato Paulista, o Santos tem um problema para o clássico da próxima quarta-feira (14), às 19h30 (horário de Brasília), contra o São Paulo, no Morumbis. E ele está no meio-campo. Com Giuliano e Cazares ainda se recuperando de problemas musculares, o técnico Fábio Carille pode precisar apostar mais uma vez na improvisação de Nonato como armador. Escalado para executar essa função no empate por 2 a 2 com o Mirassol, o jogador não foi bem e acabou substituído no intervalo. Mas isso não foi suficiente para o treinador desistir dele na posição.

Caso Giuliano ou Cazares não fiquem à disposição para encarar o Tricolor, Carille, com melhor orientação, pode dar nova oportunidade a Nonato como meio-campista de armação. Por mais que isso desagrade a torcida do Santos.

Em entrevista coletiva após o confronto em Mirassol, o treinador afirmou que conhece as características de Nonato desde os tempos de São Caetano, onde o jogador foi revelado há mais de seis anos.

– Eu gosto do Nonato desde os tempos de São Caetano. A falta de ritmo, fazia tempo que ele não jogava, participou de boa parte da vitória contra o Corinthians, mas é pouco. Com uma orientação melhor da minha parte, ele pode ser esse meio-campista de criação sim. Para o jogo contra o Mirassol ficamos muito na condição de vídeo e assim não é legal. Confio muito no Nonato e a resposta dele será melhor – afirmou o técnico.

Quais lesões Giuliano e Cazares têm?

  • Giuliano: sofreu uma lesão muscular na panturrilha esquerda na derrota para o Palmeiras, por 2 a 1, no Allianz Parque, em duelo válido pela 3ª rodada do Paulistão.
  • Cazares: foi atingido com uma pancada no tornozelo direito no primeiro tempo da vitória sobre o Corinthians, por 1 a 0, na Vila Belmiro, na 6ª rodada do Estadual.

Nonato é um meio-campista de marcação?

Por mais que Carille mantenha a confiança no bom desempenho de Nonato como meio-campista de armação, há tempos ele não atua assim. Com as camisas de Internacional e Fluminense, o jogador passou a ser usado com mais regularidade como segundo homem de meio-campo, que ajuda na marcação e contribui ofensivamente ao time.

No Campeonato Brasileiro de 2023, Marcelo Fernandes tentou melhorar a intensidade naquela faixa do campo a partir da vitória sobre o Flamengo, por 2 a 1, trocando Lucas Lima por Nonato, mas a mudança não surtiu o efeito desejado. Prova disso são os números. O Peixe marcou apenas cinco gols em oitos jogos e não conseguiu escapar do rebaixamento.

Nonato foi comprado no início de 2024

Trazido por empréstimo em agosto do ano passado do Lugodorets, da Bulgária, com opção de compra estipulada em 1,5 milhão de euros (pouco mais de R$ 8,1 milhões na cotação da época), Nonato foi comprado pelo Santos no início deste ano.

Para garantir a permanência do meio-campista definitivamente na Vila Belmiro, o Peixe cedeu o atacante Rwan Secco aos búlgaros pelo valor de 1 milhão de euros. Desta forma, o Ludogorets tem um crédito de 500 mil euros com o Santos.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna
Botão Voltar ao topo