Campeonato Brasileiro

O brilho de Paulinho, 17 anos, dá pontos improváveis e alguma perspectiva ao Vasco

Um jogador nascido em 2000 foi o grande destaque de um jogo do Campeonato Brasileiro de 2017. Aos 17 anos, Paulinho roubou a cena no Estádio Independência. Foram dois gols do garoto, um em cada tempo, que ajudaram o Vasco a vencer o Atlético Mineiro por 2 a 1, fora de casa. Foi o primeiro jogador nascido no ano 2000 a marcar um gol na história do Campeonato Brasileiro. Destaque da seleção sub-17, ao lado de Vinícius Júnior, do Flamengo, Paulinho marca o seu nome na história. Naturalmente, ganha empolgação, que deve ser vista com calma.

LEIA TAMBÉM: Depois de Flamengo e Santos vencerem, eficiência do Corinthians para vencer é crucial

É a segunda vez que Milton Mendes convoca os garotos, combinados com alguns jogadores experientes, para conseguir um resultado fora de casa. O vasco de Nenês e Luis Fabiano não existiu contra o Vitória, nem contra o Atlético Mineiro, neste domingo, em Belo Horizonte. O Vasco foi o de Paulinho, Mateus e Paulo Vitor, além do experiente Darmián Escudero.

O Vasco equilibrou o jogo com o Atlético Mineiro, que teve como técnico o interino Diego Giacomini, auxiliar permanente do clube. O novo técnico, Rogério Micale, será apresentado nesta segunda-feira para tentar tirar o time dos maus resultados. A vitória vascaína era improvável olhando a tabela, mas a situação ruim do Galo nos últimos jogos, o fraco desempenho em casa e o primeiro jogo sem treinador levaram a uma situação que se tornou possível.

Paulinho é um jogador de boas qualidades técnicas, que já mostrou isso na base e nos jogos que entrou até aqui no Vasco. Ainda não é um jogador pronto, mas mostra que tem potencial que deve ser aproveitado por Milton Mendes. O jogador de 17 anos ajudou o Vasco a conseguir pontos importantes para o Vasco, que, sim, deve ter como primeiro objetivo escapar do rebaixamento. É fundamental para o Vasco que não caia de novo e Milton Mendes tem conseguido manter o time relativamente seguro.

É claro que a partir do momento que o Vasco esteja mais seguro, pode pensar em buscar algo mais para cima na tabela. A zona de classificação à Libertadores é enorme e, portanto, um time que esteja seguro em relação ao rebaixamento já pode automaticamente sonhar com uma vaga ao torneio continental. Quem sabe com jogador como Paulinho, Guilherme Costa, que fez o passe para o segundo gol, e Mateus.

Atualmente, o Vasco é o oitavo colocado na tabela, com 23 pontos e seis vitórias em 16 jogos. Ainda não é tempo do Vasco se empolgar, mas ao menos mostra uma perspectiva de um time que, no início do ano, parecia depender de veteranos. Aparentemente, o Vasco tem muita vida sem seus veteranos, que podem contribuir em um time que mostra algumas opções. Tem muito campeonato pelo frente e, por isso, o caminho é longo. Ter perspectiva, porém, é um bom sinal para a nau vascaína.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.