Brasileirão Série A

Internacional, enfim, volta a vencer fora de casa, e complica situação do Vasco no Brasileiro

Em pleno São Januário, o Internacional dominou o Vasco, venceu por 2 a 1 e ampliou a crise do adversário na luta contra o rebaixamento no Brasileiro

Em confronto direto na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Internacional surpreendeu o Vasco em pleno São Januário, venceu por 2 a 1 e, enfim, voltou a conquistar três pontos fora de casa. Além disso, ampliou a vantagem sobre o próprio Cruz-Maltino, que segue no Z-4 e vive situação cada vez mais delicada no Brasileirão, enquanto os gaúchos ficam um pouco mais aliviados depois da segunda vitória seguida contra um rival direto.

Além do alívio na luta contra o rebaixamento, o Inter também acabou com o longo jejum sem vencer como visitante. Desde junho, quando bateu o América-MG, no Independência, ainda sob o comando do técnico Mano Menezes, o Colorado não conquistava os três pontos fora de casa.

Como foi a vitória do Inter sobre o Vasco

Desesperado na luta contra o rebaixamento, o Vasco começou a partida tentando controlar as ações do jogo. Com mais posse de bola, o Cruz-Maltino empurrou o Inter contra a própria área nos primeiros minutos e teve uma boa chance logo aos 4′, com Vegetti finalizando cruzado para boa defesa de Rochet. No rebote, Payet quase conseguiu finalizar, mas Mercado cortou na pequena área. No entanto, a pressão do Vasco foi pouco efetiva. Apostando muito no jogo pelo lado esquerdo, com Payet e Lucas Piton, o time ficou previsível e não conseguiu mais ameaçar o Inter, que apostava nos contra-ataques, que geralmente surgiam em falhas do Vasco.

E foi justamente em uma falha de Paulinho, que estava mal na partida, que o Inter conseguiu abrir o placar. O meia errou em uma saída de bola pela direita, Alan Patrick recebeu na entrada da área e deu um lindo passe de cavadinha para Maurício finalizar de primeira na saída de Léo Jardim.

E o gol do Inter mudou completamente a partida. O Vasco aparentou ter sentido o baque de sair atrás no placar e desmoronou em campo. O Inter, com paciência e com a qualidade de Alan Patrick, passou a dominar a partida. O Colorado ficou com a bola e colocou o Vasco na roda. Logo depois, aos 22′, o time gaúcho chegou a ampliar com Enner Valencia, mas o gol foi anulado por impedimento. O equatoriano ainda teve outra oportunidade perto do fim do primeiro tempo, mas parou em boa defesa de Léo Jardim.

Sem poder de reação, o Vasco sofreu para conseguir sair para o jogo. Com muitos erros de passe, o time da casa pouco conseguiu criar e só voltou a finalizar também pouco antes do intervalo. Primeiro, Paulinho chutou cruzado e Rochet espalmou para a entrada da área. Lucas Piton pegou a sobra e finalizou perto da trave esquerda do do Inter.

Inter amplia e aumenta crise no Vasco

Na volta do intervalo, o jogo teve um cenário parecido com o primeiro tempo. O Vasco foi melhor nos minutos iniciais, quando tentou pressionar o Inter. E teve uma ótima chance aos 11′, quando Lucas Piton deu um ótimo cruzamento pela esquerda e Vegetti cabeceou forte, mas Rochet fez uma grande defesa. Depois, Vitão afastou a bola.

E, novamente quando o Vasco era melhor, o Inter conseguiu marcar. Aos 13′, após um chutão de Rochet, Bustos ficou com a sobra da zaga e tocou para Valencia finalizar na saída de Léo Jardim, fazendo 2 a 0 para o Colorado. O gol do equatoriano mexeu com os ânimos da torcida do Vasco, que passou a vaiar o zagueiro Léo, que falhou no lance do gol.

Mais uma vez, o gol do Inter fez o Vasco cair muito de rendimento na partida. Dessa vez, no entanto, a equipe gaúcha não conseguiu controlar o jogo. Mas, mesmo assim, a melhor chance naquele momento da partida ainda foi dos colorados, quando Igor Gomes cruzou pela direita e Valencia, livre na pequena área, furou a finalização. Com muita liberdade, Alan Patrick comandou o time do Inter, acelerando e tranquilizando o jogo quando precisava.

Perdido em campo, o Vasco melhorou um pouco após a substituições de Ramón Diaz. Com Erick Marcus no lugar de Payet, o Vasco ganhou velocidade pelo lado esquerdo. E foi do garoto o cruzamento para Alex Teixeira, que também havia entrado durante o segundo tempo, descontar, de cabeça, o placar, aos 38′. O Cruz-Maltino ainda teve a chance do empate com Vegetti, mas o argentino se enrolou com a bola quando poderia ter finalizado dentro da área. Mas a reação do Vasco ficou prejudicada com as justas expulsões de Paulinho e Erick Marcus na reta final do jogo.

Como ficam as situações de Vasco e Inter e próximos jogos

Com a vitória no confronto direto contra o rebaixamento, o Inter chegou aos 38 pontos e subiu para a 11a colocação. O Colorado abriu oito pontos de vantagem sobre o próprio Vasco, que parou nos 30 e segue em 17o, sendo o primeiro time dentro do Z-4.

No próximo domingo (29), às 16h (horário de Brasília), o Vasco tem mais um confronto direto na luta contra o rebaixamento. Na Serrinha, o Cruz-Maltino visita o Goiás. No mesmo, às 18h30 (horário de Brasília), o Inter recebe o Coritiba, no Beira-Rio.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor do Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo