Brasileirão Série A

O Inter só tem olhos para a Libertadores e por isso vai reserva contra o Corinthians

Coudet vai utilizar seus reservas contra o Corinthians para que Inter chegue 100% fisicamente para o duelo contra o River Plate, pela Libertadores

O Internacional fechou a sua preparação para enfrentar o Corinthians, jogo deste sábado (5), às 18h30, no Estádio Beira-Rio, pelo Brasileirão. O time ainda não venceu com Eduardo Coudet e precisa subir na tabela da competição de pontos corridos. O treinador argentino vai preservar titulares pensando na decisão com o River Plate.

A prioridade do Inter é a partida de volta das oitavas de final da Copa Libertadores, terça-feira (8), contra o River Plate, em Porto Alegre. O Colorado precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença para garantir a classificação no tempo normal. O jogo é considerado o mais importante da temporada para o clube.

Eduardo Coudet vai preservar titulares por causa da sua principal preocupação e ao mesmo tempo para alimentar sua estratégia. O treinador precisa que os jogadores não estejam desgastados fisicamente no confronto. Preparação física foi pauta novamente no clube após a virada sofrida para o clube argentino na partida de ida.

+Leia mais: Sergio Rochet entrega ao Inter o que o clube não tem desde D'Alessandro

Inter será intenso contra o River Plate

O técnico colorado quer atacar o River Plate e empurrar o adversário para o seu campo de defesa desde o início do confronto. O Inter espera desfazer a desvantagem do jogo de ida logo nos minutos iniciais da partida no Estádio Beira-Rio.

Intensidade é o pedido principal de Coudet. Para isso, os atletas do time colorado precisarão estar bem fisicamente. Antes da partida de ida, o Inter enfrentou o Cuiabá pelo Brasileirão. Desta vez, para manter o time titular descansado, haverá preservação diante do Corinthians no compromisso deste sábado.

Inter vai escalar reservas contra o Corinthians

Possivelmente o goleiro Sergio Rochet, o zagueiro Vitão e o volante De Pena sejam os únicos titulares do Inter no confronto. Os outros jogadores devem ser preservados. As novidades serão Mauricio e Pedro Henrique. Os dois atletas, inclusive, devem começar também diante do River Plate. A partida contra os paulistas servirá para que possam readquirir ritmo de jogo.

Mauricio ganhará ritmo de jogo contra o Corinthians (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O quarteto de defesa neste sábado deve ter Igor Gomes na lateral direita, a zaga sendo formada por Vitão e Nico Hernádez, e De Pena improvisado na lateral esquerda. O meio campo com Gabriel, Mauricio, Matheus Dias e Bruno Henrique. A dupla de ataque deve ser formada por Luiz Adriano e Pedro Henrique.

Inter precisa vencer o Corinthians

Apesar da prioridade no momento ser a Copa Libertadores e o enfrentamento com o River Plate, na próxima terça-feira, o Inter precisa somar os três pontos nesta rodada do Brasileirão.

O Colorado ocupa a 12ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro com 23 pontos ganhos. Foram seis vitórias, cinco empates e seis derrotas. Já são cinco jogos em sequência sem vencer na competição.

Uma vitória, dependendo de resultados paralelos, poderá colocar o Inter até na oitava posição, se aproximando da zona de classificação para a Copa Libertadores. Uma derrota pode aproximar o clube da zona de rebaixamento.

Inter precisa voltar a vencer no Campeonato Brasileiro (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O que vale para o Inter vencer o River Plate?

Não é a atoa que o jogo contra o River Plate é considerado o mais importante do ano para o Inter. Vencer os argentinos representa vários aspectos importantes para o clube.

O Inter vê a disputa da competição sul-americana como única chance de título na temporada. Ser eliminado representaria uma frustração na torcida, que teria que se contentar com uma briga por vaga na Copa Libertadores de 2024.

Manter o sonho vivo também mantém as chances de reeleição do presidente Alessandro Barcellos. A gestão do atual mandatário termina em dezembro, mas pode ser prorrogada por mais três anos.

O Inter apostou alto para avançar na Copa Libertadores. A direção fez movimentos ousados no mercado em busca do título. Aránguiz e Enner Valencia foram contratados ainda nos primeiros meses do ano. Na metade da temporada, chegaram Sergio Rochet e Bruno Henrique, além da contratação do técnico Eduardo Coudet.

Foto de Bruno Soares

Bruno Soares

Bruno Soares nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) em 2023. Antes de escrever para Trivela, passou por rádio Grenal, Ulbra TV e MS+ Sports
Botão Voltar ao topo