Brasileirão Série A

Hulk é expulso e vê filme se repetir com árbitro com quem ele já teve problemas

Árbitro expulsou Hulk por conta de reclamação, mesmo motivo que o levou a fazer isso em novembro de 2023

Principal jogador do Atlético-MG, Hulk voltou de lesão e reforçou o time nesta segunda-feira (17), no importante jogo contra o Palmeiras. Mas a presença dele em campo durou apenas 30 minutos. Ele foi expulso com dois amarelos por reclamação pelo árbitro Rodrigo José Pereira de Lima, que já tinha feito a mesma coisa no fim de 2023.

Tenso como de se esperar, o duelo entre Atlético e Palmeiras foi marcado pela arbitragem, que gerou ira dos atleticanos desde as primeiras marcações.

Mas, a revolta tomou conta da Arena MRV quando, aos 31 minutos do primeiro tempo, Rodrigo José Pereira de Lima expulsou Hulk de campo após adverti-lo com dois cartões amarelos.

No lance em questão, Hulk disputou uma bola e o árbitro marcou falta pro Atlético. Hulk levantou reclamando mesmo assim e acabou levando o amarelo por isso. Na sequência, ele seguiu questionando o árbitro, que não exitou e deu o segundo amarelo, consequentemente o vermelho.

Revoltado, Hulk procurou a câmera da transmissão do Premiere e afirmou: “Está filmado. Eu perguntei ele o motivo de ter me dado amarelo e ele me deu o segundo”. O atacante atleticano ainda ficou alguns minutos em campo tentando falar com todas as autoridades possíveis, inclusive o árbitro de novo, mas sem sucesso.

Árbitro expulsou Hulk de forma parecida em 2023

Rodrigo José Pereira de Lima é o mesmo árbitro que expulsou Hulk no clássico contra o América em 4 de novembro de 2023, nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro. O motivo foi, basicamente, o mesmo: reclamação exacerbada.

Naquele dia, o árbitro relatou na súmula que expulsou Hulk por ele protestas “de forma ostensiva e ofensivamente contra decisão da arbitragem”, além dele ter chutado a bola para longe após marcação de uma falta.

No mesmo instante, Hulk fez sinal de roubo e foi advertido com o segundo amarelo. Ele saiu de campo afirmando que não jogaria mais no futebol brasileiro com essa arbitragem. Horas depois, fez um vídeo pedindo desculpas e dizendo que fez tudo de cabeça quente.

Confira a súmula daquele clássico entre Atlético e América com a justificativa da expulsão de Hulk:

Reclamar / protestar (verbalmente ou por gestos) ostensiva e ofensivamente contra decisão da arbitragem. – Advertido por reclamar das marcações da arbitragem com gestos e chutando a bola após a marcação de uma falta.

Outro motivo (detalhar no campo expulsões) – Após ser advertido com o cartão amarelo por reclamação, o mesmo
começou a proferir as seguintes palavras: “vai tomar no cu, filho da puta, vai se foder”, em seguida fez o gesto com as duas mãos de roubo e disse: “simplesmente ridículo.” quando saiu do campo, foi em direção ao 4° árbitro e proferiu os seguintes palavras: “você é um palhaço, quer aparecer, vocês são horríveis, só vieram pra prejudicar o atlético”. ao termino da partida o mesmo invadiu o campo de jogo em direção a equipe de arbitragem e ainda proferiu as seguintes palavras: “vocês querem aparecer, não foi falta, vocês sempre erram e saem impunes, nós não podemos falar nada com vocês, nem fazer nada, temos que ter sangue de barata.” após os fatos relatados o mesmo foi retirado por membros da sua equipe.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Jornalista pela PUC-MG, passou por Esporte News Mundo e Hoje em Dia, antes de chegar a Trivela. Cobriu Copa do Mundo e está na cobertura do Atlético-MG desde 2020.
Botão Voltar ao topo