Brasileirão Série A

Entenda o plano do Fluminense para manter time na janela de transferências

Diretoria quer manter o time intacto para ter sucesso no mata-mata da Libertadores

O Fluminense tem um objetivo claro em 2023: vencer a Libertadores, competição que há tempos é obsessão nas Laranjeiras. Para isso, o presidente Mario Bittencourt não esconde que quer manter o time intacto na janela de transferências.

O ano de 2023 é visto como chave. Por isso, antes mesmo da abertura do mercado da bola, o Tricolor já fez um movimento não muito usual. Ao receber uma proposta da seleção brasileira por Fernando Diniz, o Flu expôs à CBF que desejava manter o treinador. Por isso, também, ele acumulará os dois empregos.

Aprovado pelo Conselho Deliberativo do clube, o orçamento prevê R$ 90 milhões em vendas de atletas em 2023. O alto valor é um obstáculo para a ideia de manter o time intacto.

– A gente precisa sempre vender jogadores. A ideia é não vender ninguém no meio do ano para poder disputar a Libertadores com força máxima, e ao final do ano possivelmente terá que fazer alguma venda para fechar as contas do clube – admitiu Mario Bittencourt, em janeiro.

Orçamento do Fluminense prevê R$ 90 milhões com vendas de jogadores em 2023 - Foto: Reprodução
Orçamento do Fluminense prevê R$ 90 milhões com vendas de jogadores em 2023 (Foto: Reprodução)

Por outro lado, algumas situações inesperadas trouxeram fôlego aos cofres do Fluminense. Além do pagamento da CBF por Fernando Diniz, o Tricolor teve boas notícias no mercado da bola, e conseguirá receber bons valores pelas transferências de jogadores formados em Xerém.

Plano do Fluminense para manter time tem ‘ajuda' de Xerém

Uma parte dos R$ 90 milhões que o Fluminense previu para 2023 já foi alcançada sem mexer no time. Tudo isso com a ajuda de Xerém.

Um levantamento do ge apontou que o Flu lucrou R$ 6,6 milhões com as vendas de Gerson, comprado pelo Flamengo junto ao Olympique de Marselha-FRA, e João Pedro, que trocou o Watford-ING pelo Brighton-ING.

A conta deve aumentar se Fabinho, hoje no Liverpool, for mais um a trocar a Europa pela Arábia Saudita. O Al-Ittihad tenta contratar o volante formado em Xerém. O Tricolor receberá mais R$ 2,5 milhões (1% dos R$ 250 milhões) se o negócio se concretizar.

Bahia e Diniz mudam plano do Fluminense

Os R$ 9 milhões se somariam a outras negociações feitas pelo Fluminense na temporada. O Bahia pagou R$ 8 milhões por Yago e mais R$ 6 milhões por Biel.

Além disso, a CBF também pagou R$ 7 milhões por Fernando Diniz. Ao todo, o Tricolor já lucrou R$ 30 milhões, ou um terço do valor total.

Empréstimos e bônus compõem plano do Fluminense

Há outras peças do elenco que podem fazer com que o Flu consiga chegar mais perto dos R$ 90 milhões sem mexer ao menos em seu time titular. Por exemplo: emprestados ao São Paulo, Caio Paulista e Michel Araújo agradam ao time paulista.


O atacante que virou lateral-esquerdo tem passe fixado em R$ 20 milhões. Já pelo uruguaio, a princípio, o São Paulo teria que pagar R$ 7 milhões ao fim do vínculo. A equipe quer fazer negócio, mas não deseja arcar com esses valores em um primeiro momento. De todo jeito, a dupla pode ser uma saída para o elenco atual.

André não será vendido na janela de transferências

O volante André é o jogador mais valorizado do Fluminense. Seguido de perto por times de Inglaterra e Espanha, entretanto, ele não será vendido nessa janela de transferências. A permanência, contudo, não está garantida na janela de transferências do fim da temporada.

– A gente tem um acordo com ele de que o ano de 2023 ele fica todo aqui, para jogar a Libertadores, e ao final do ano vamos avaliar se vão chegar propostas interessantes para o Fluminense e para ele. Mas esse ano com certeza ele não será vendido- afirmou Mario Bittencourt, no início do ano, durante a FluCamp.

André está valorizado pela seleção, mas não será vendido pelo Fluminense nesta janela de transferências - Photo by Icon sport
André está valorizado pela seleção, mas não será vendido pelo Fluminense nesta janela de transferências (Foto: Icon sport)

A vontade do volante, afinal, também é de ficar no clube ao menos até o fim da temporada.

Revelação do Brasileirão em 2021 e melhor jogador da posição na competição em 2022, ele chegou à seleção brasileira em 2023 e só se valorizou desde então. Com Fernando Diniz no comando, André deve seguir sendo convocado. O Fluminense pretende fazer do volante a maior venda da história do clube.

Quem pode deixar o Fluminense na janela de transferências?

Se não negociará André, o Fluminense recebe assédio do mercado da bola por outros jogadores. Alguns nomes já receberam sondagens nessa janela de transferências. Por isso, o time pode ter mudanças.

Alexsander, Martinelli e John Kennedy também seguem sendo monitorados por times da Europa. Nenhuma das joias de Xerém, entretanto, recebeu propostas até aqui.

Capitão do Fluminense, Nino é acompanhado de perto por times estrangeiros - Photo by Icon sport
Nino, do Fluminense, é acompanhado de perto por times estrangeiros – Photo by Icon sport

Antes mesmo de ser campeão olímpico em Tóquio-2020, Nino era outro seguido de perto por times de França, Portugal, Turquia e México. Recém-contratado no América (MEX), o técnico André Jardine sugeriu a contratação de Nino. No passado, entretanto, ele recusou proposta do Tigres (MEX). O Monterrey foi outro a sondá-lo.

Por fim, o colombiano Jhon Arias também atrai olhares do mercado europeu. Titular da seleção da Colômbia, o atacante teve grande atuação em amistoso contra a Alemanha. Nos últimos dias, o estafe dele recebeu consultas de clubes portugueses e alemães. No ano passado, o Sporting (POR) se interessou por Arias, mas desistiu de fazer investimentos para manter o técnico Rúben Amorim, que estava na mira do futebol inglês.

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo