Brasileirão Série A

A Vila Belmiro é um pesadelo para Diniz, e o Santos conta com isso para vencer o Fluminense

Fernando Diniz nunca venceu o Santos na Vila Belmiro como treinador e já perdeu título no mítico estádio alvinegro

Campeão do Campeonato Carioca e da Libertadores com o Fluminense, além de ser técnico interino da Seleção Brasileira. É inegável que Fernando Diniz vive em 2023 o melhor momento da sua carreira de treinador. Mas na noite desta quarta-feira (29), às 19 horas (horário de Brasília), o comandante tricolor pisará em um gramado que historicamente não lhe traz bons resultados: o da Vila Belmiro. Desde que trocou as chuteiras pela prancheta, Diniz nunca venceu o Santos no mítico estádio alvinegro.

Em sete partidas à frente de três times distintos, foram três empates e quatro derrotas de Diniz diante do Peixe na Vila Belmiro. Uma dessas derrotas, aliás, em maio de 2016, foi válida pelo segundo confronto da final do Campeonato Paulista daquele ano que rendeu ao Santos o 22º título estadual da sua história. A conquista também representou o último troféu erguido pelo Peixe, que já amarga um jejum de sete anos sem títulos.

Todas as partidas de Diniz como visitante na Vila

  • 21/03/2015 – Santos 1×0 Osasco Audax – Campeonato Paulista
  • 10/04/2016 – Santos 2×1 Osasco Audax – Campeonato Paulista
  • 08/05/2016 – Santos 1×0 Osasco Audax – Campeonato Paulista
  • 02/09/2019 – Santos 2×1 Fluminense – Campeonato Brasileiro
  • 16/11/2019 – Santos 1×1 São Paulo – Campeonato Brasileiro
  • 12/09/2020 – Santos 2×2 São Paulo – Campeonato Brasileiro
  • 01/08/2022 – Santos 2×2 Fluminense – Campeonato Brasileiro

Diniz e a frustrante passagem pelo Santos

Apontado como um dos treinadores mais promissores do Brasil em razão do estilo de jogo autoral, que se caracteriza pelo intenso toque de bola e elevado percentual de posse de bola, Fernando Diniz foi contratado pelo Santos em maio de 2021. Mas a sua passagem não foi longa.

Com aproveitamento de 44%, o treinador e sua comissão técnica acabaram demitidos quatro meses depois do início do trabalho. Ao todo, o treinador comandou o Santos em 30 partidas – considerando os três jogos em que a equipe foi orientada à beira do campo pelos auxiliares de Diniz. Nesse período, foram 11 vitórias, sete empates e 12 derrotas.

Na Vila Belmiro, o treinador comandou o Peixe em 15 jogos. Foram nove vitórias, quatro empates e duas derrotas, sendo uma delas para o Flamengo, por 4 a 0, que contribuiu consideravelmente para a demissão do treinador, na rodada seguinte, após o Santos perder para o Cuiabá, por 2 a 1, na Arena Pantanal.

Fluminense não vence na Vila há nove anos

Além de o treinador não saber o que é vencer no estádio, o Fluminense não vence o Santos na Vila Belmiro há nove anos. A última vez que isso ocorreu foi pelo Campeonato Brasileiro de 2014. Na ocasião, o Peixe que tinha Enderson Moreira como treinador foi derrotado por 1 a 0 para o Tricolor carioca que era comandado por Cristovão Borges.

Posteriormente a isso, outras sete partidas foram disputadas na Vila Belmiro com cinco vitórias santistas e dois empates.

Diniz quer colocar fim nesses jejuns

Para conquistar a sua primeira vitória no estádio alvinegro como visitante, o técnico Fernando Diniz relacionou força máxima. Só permaneceram no Rio de Janeiro o lateral-direito Samuel Xavier e o lateral-esquerdo Marcelo, que se recuperam de problemas físicos.

Posições de Santos e Fluminense na tabela

Com 43 pontos conquistados, o Santos é dono da 15ª posição do Campeonato Brasileiro. O Peixe tem dois a mais do que o Bahia, 17º colocado, e que abre a temida zona de rebaixamento.

Segundo estudos do departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), os comandados de Marcelo Fernandes precisam de mais quatro pontos dos nove que restam para se ver livre da queda à Série B.

Já com a cabeça no Mundial de Clubes, que começa no próximo dia 12, o Fluminense, com 53 pontos e na 7ª posição do Brasileiro, apenas cumpre tabela e usa as últimas rodadas do campeonato para que Diniz defina quem serão os jogadores que representarão o time das Laranjeiras na principal competição da sua história.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna
Botão Voltar ao topo