Campeonato Brasileiro

Corinthians bateu Grêmio com Cássio e o surpreendente Paulo Roberto como destaques

O duelo entre Grêmio e Corinthians na Arena Grêmio prometia um jogaço e a partida entregou boa qualidade. Mesmo que nenhum dos dois tenha feito atuações entre as melhores que já vimos dos dois times neste campeonato, o jogo foi interessante. O Corinthians manteve o seu estilo: tirou espaço do ataque criativo do Grêmio. O alvinegro teve suas chances em ataques organizados, com Paulo Roberto, um volante de marcação, sendo autor dos dois lances mais perigosos do Corinthians. Um deles resultou em gol na vitória por 1 a 0. Na defesa, Cássio fez ótimas defesas que garantiram a vitória.

LEIA TAMBÉM: Gol de falta de Nenê dá vitória importante ao Vasco, que vai aproveitando bem os veteranos

Paulo Roberto substituiu o suspenso Gabriel, expulso na rodada do meio da semana contra o Bahia. Um jogador que vinha muito bem e que certamente faria falta. O técnico Fabio Carille escolheu Paulo Roberto como seu substituto, sem fazer mistério. E ele foi destaque. E não apenas pela sua função, defensiva, mas porque surpreendeu no ataque.

Com um time tão coordenado na defesa, surgiu espaço para o volante ir para o ataque. Maycon, normalmente um jogador que chega muito ao ataque, segurou mais na marcação quando o parceiro de meio-campo partiu para o ataque. E ele deu duas arrancadas que criaram muito perigo para o Grêmio.

No primeiro tempo, ele partiu em velocidade, passou com dribles e quase o gol saiu, mas ele chutou e o goleiro defendeu em um chute de perto. No segundo tempo, veio o lance decisivo do volante: ele passou driblando, chegou à linha de fundo pela esquerda, já dentro da área, e tocou para trás. A bola passou por Jô e chegou em Jadson. O camisa 10 chutou de pé esquerdo, no meio do gol, mas o goleiro Marcelo Grohe viu a bola passar por entre suas pernas.

Não que o Grêmio não tenha atacado. No primeiro tempo, Pedro Rocha chutou de longe e ameaçou, obrigando Cássio a uma boa defesa. Geromel perdeu uma boa chance após cruzamento de Luan. O empate em 0 a 0 no primeiro tempo foi interessante e teve a intensidade de um jogo decisivo, mesmo que ainda na 10ª rodada. Pedro Rocha teve alguns momentos na partida, mas a sua finalização ainda precisa melhorar muito.

Aos 20 minutos do segundo tempo, o Grêmio teve uma grande chance. Após jogada de Pedro Rocha pelo lado esquerdo, Luan teve a chance no meio da área. O camisa 7 se esticou para tocar a bola e chutou, mas Cássio defendeu, no meio do gol. Se configurava um duelo que voltaria a se repetir na partida, pouco depois, em uma situação ainda mais complicada para o goleiro.

O Grêmio pressionava no campo de ataque, mas não tinha nenhuma chance real de gol. Até que Marquinhos Gabriel, que tinha entrado há pouco, resolveu dar uma ajudada ao time gaúcho: puxou acintosamente a camisa de Geromel dentro da área em um escanteio. O árbitro apontou pênalti com convicção. Luan foi para a bola, pareceu inseguro, desacelerou duas vezes antes de cobrar e bateu muito mal. Cássio fez a defesa. Durante o jogo, foram cinco defesas do goleiro corintiano, que acabaram sendo importante.

Foram 13 chutes a gol do tricolor gaúcho, sendo cinco deles no alvo. Só Luan chutou quatro vezes a gol. O Corinthians chutou cinco vezes, sendo três deles no alvo. Foi mais contido, especialmente no segundo tempo, depois de uma primeira etapa bastante equilibrada. O Grêmio sofreu para exercer o seu jogo, com intensidade no ataque contra uma defesa sempre bem posicionada do Corinthians.

O Corinthians consegue pontos que são muito importantes na disputa pelo título. Como os dois estão disparados na ponta, a vitória corintiana aumenta a distância do alvinegro para o tricolor gaúcho para quatro pontos. São oito vitórias, dois empates e ainda nenhuma derrota. É o único time invicto.

Mesmo com a derrota, o Grêmio ainda está confortável na tabela. Tem 22 pontos, seis a mais que o Palmeiras, que chegou ao terceiro lugar com a vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta. O Santos é o quarto com os mesmos 16 pontos. O Vasco é o quinto no momento com 15. O Botafogo, também com 15, pode subir na tabela se vencer o seu jogo contra o Avaí, nesta segunda-feira. O Flamengo, que joga ainda neste domingo, pode subir para 17 pontos se vencer e encostar nas primeiras posições, podendo chegar até ao terceiro lugar.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo