Brasileirão Série A

Mais brigado do que jogado: Corinthians e Atlético-MG empatam na estreia do Brasileiro

Corinthians teve superioridade numérica durante todo o segundo tempo, mas não conseguiu vazar defesa do Atlético-MG

O Corinthians teve a faca e o queijo na mão, mas ficou no zero a zero contra o Atlético Mineiro, na estreia pelo Campeonato Brasileiro, na Neo Química Arena. Neste domingo (14), em um confronto muito quente e com arbitragem confusa, o Timão atuou o segundo tempo inteiro com um jogador a mais em campo, após o meia Battaglia ser expulso pelo lado do Galo, mas não conseguiu converter a vantagem em bola na rede.

Com o resultado, as equipes somam apenas um ponto nesta primeira rodada do Brasileirão, ocupando a 14ª e a 15ª colocações, respectivamente.

O que aconteceu de melhor no jogo:

  • Corinthians pressionou bastante a saída de bola do Atlético-MG, colocando em prática um ponto que António Oliveira tem treinado à exaustão;
  • Battaglia foi expulso no fim do primeiro tempo, e o Atlético jogou a segunda etapa inteira com um a menos;
  • Atlético-MG teve um gol de Saravia anulado por impedimento no 1º tempo;
  • Wesley fez boas jogadas individuais pela esquerda e chegou a assustar o goleiro Everson em uma finalização impecável a gol, aos 12 minutos do 2º tempo;
  • Cássio fez uma defesa decisiva aos 51 do 2º tempo, em cobrança de falta de Scarpa.
  • A partida foi quente, com provocações e chegadas duras. Ao todo, o árbitro Yuri Elino Ferreira da Cruz distribuiu 12 cartões amarelos e um vermelho (somente para jogadores em campo).
  • Membros das comissões técnicas também foram amarelados pela arbitragem, e António Oliveira foi expulso após o apito final, por se dirigir ao árbitro para reclamar.

Primeiro tempo quente

A primeira etapa do Corinthians foi de muita pressão. O trio de ataque — Yuri Alberto, Romero e Wesley — foram intensos o tempo inteiro para pressionar a saída de bola do Atlético Mineiro. Eles aproveitaram os erros da zaga para assustar o goleiro Everson. No entanto, foram poucas as chances claras de gol. 

No entanto, o que faltou de bola, sobrou de vontade e faltas. Com sete amarelos, a etapa inicial teve o maior número de cartões aplicados em toda a temporada entre clubes da Série A.

O principal momento do 1º tempo foi a expulsão de Rodrigo Battaglia, após cometer duas faltas muito semelhantes em Yuri Alberto. Ele recebeu cartão amarelo nos dois lances e foi expulso aos 48 minutos.

Corinthians joga 2º tempo com um a mais

O Timão jogou um tempo inteiro com um jogador a mais, mas não teve a mesma postura ofensiva da etapa inicial. Sem conseguir criar jogadas pelo meio, Wesley foi a peça principal do ataque, apostando na individualidade e na velocidade. No entanto, a solidão com a qual o atacante de 19 anos precisou enfrentar a forte zaga do Galo comprova que, quando Rodrigo Garro é bem marcado, o clube alvinegro sofre.

Arbitragem rouba a cena

O árbitro Yuri Elino Ferreira da Cruz teve uma apresentação ruim neste domingo. Na tentativa de deixar o jogo correr, ele ignorou faltas claras para ambos os lados e permitiu que os ânimos se exaltassem. As entradas duras foram tomando uma proporção ainda maior na segunda etapa, e a situação terminou em confusão nos minutos finais da partida.

Após o apito final, o técnico António Oliveira se dirigiu a Yuri para elencar suas reclamações da partida. O treinador não parecia exaltado, mas a interpretação do juiz culminou em mais um cartão vermelho. António vai cumprir suspensão na próxima rodada do Brasileirão.

Público e renda

Com preços mais acessíveis, o Corinthians lotou a Neo Química Arena na estreia do Brasileirão. Inclusive, o presidente Augusto Melo fez nova promessa de não aumentar os valores dos ingressos durante a temporada.

Público pagante: 44.285
Renda: R$ 2.784.292,50

Os próximos jogos do Corinthians

  • Juventude x Corinthians — Brasileirão — quarta-feira, 17 de abril, às 20h (horário de Brasília)
  • Bragantino x Corinthians — Brasileirão — sábado, 20 de abril, às 18h30 (horário de Brasília)
  • Argentinos Juniors x Corinthians — Sul-Americana — terça-feira, 23 de abril, às 21h30 (horário de Brasília)

Os próximos jogos do Atlético-MG

  • Atlético x Criciúma — Brasileirão — quarta-feira, 17 de abril, às 19h (horário de Brasília)
  • Atlético x Cruzeiro — Brasileirão — sábado, 20 de abril, às 21h (horário de Brasília)
  • Atlético x Peñarol — Libertadores — terça-feira, 23 de abril, às 21h (horário de Brasília)
Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo