Brasileirão Série A

Botafogo mostra que 2023 traumático deixou sim um legado positivo

Dupla que brilhou no primeiro turno do Brasileiro de 2023 garantiu a vitória do Botafogo por 2 a 1 sobre o Red Bull, nesta quarta, no Nilton Santos

A vitória do Botafogo sobre o Red Bull Bragantino, nesta quarta-feira (26), teve ares de 2023. E pelo lado positivo, é claro. No Nilton Santos, a dupla Eduardo e Tiquinho Soares comandaram o triunfo, de virada, por 2 a 1, em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O meia marcou os dois gols da vitória alvinegra. E ambos com passes de Tiquinho, reeditando os bons momentos da dupla que comandou o primeiro turno histórico do time na última temporada.

Em 2023, Eduardo e Tiquinho Soares foram os protagonistas do ótimo começo de primeiro turno do clube no Brasileirão. Os dois eram os principais destaques do time e também da competição.

Mas, como termômetro da equipe, a queda de produção dos dois no segundo turno também foi determinante para a queda brusca da equipe na reta final da competição, determinando o fracasso do time no Brasileiro, ficando até fora do G-4.

Na atual temporada, Tiquinho e Eduardo já haviam perdido o protagonismo no Botafogo devido ao excelente começo de ano de Júnior Santos, além da chegada de reforços de peso, como Luiz Henrique e Savarino.

Os dois ainda conviveram com problemas físicos neste primeiro semestre. Além disso, para completar, com após a chegada de Artur Jorge, por opção tática do treinador, os dois pouco atuaram juntos.

Na última partida, contra o Criciúma, pelo Campeonato Brasileiro, os dois atuaram juntos pela primeira vez sob o comando técnico Artur Jorge. Mas foram apenas 21 minutos da dupla em campo ao mesmo tempo.

Foi neste momento em que o Glorioso chegou ao empate com Lucas Halter. Depois, o Botafogo acabaria levando o segundo gol, que decretou a derrota do time carioca.

Tiquinho e Eduardo mostram que ainda podem ser importantes

No entanto, om a vitória desta quarta-feira, Tiquinho Soares e Eduardo mostraram que, mesmo ainda sem o brilho e o protagonismo de 2023, os dois ainda são muito importantes para o Botafogo.

A dupla deu sinais do futebol que mostrou no primeiro turno de 2023 e, mesmo com contratações milionárias feitas na última janela, os dois ainda podem brigar por espaço na equipe titular de Artur Jorge.

A vitória desta noite fez o Botafogo chegar aos 23 pontos e subir para a terceira colocação do Campeonato Brasileiro. Já o Red Bull Bragantino é o sétimo colocado, com 18 pontos.

Tiquinho Soares renovou o contrato com o Botafogo nesta semana (Foto: Icon Sport)

Dupla volta a ser titular após quase três meses

Nesta quarta-feira, com muitos desfalques no setor ofensivo, Artur Jorge escalou Tiquinho Soares e Eduardo como titulares pela primeira vez desde a sua chegada.

A dupla não era titular desde a derrota para o Junior Barranquilla, no dia 3 de abril, no Nilton Santos, pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Este foi o último jogo sob o comando do interino Fábio Matias antes da chegada do português.

Após o susto com o Red Bull Bragantino abrindo o placar logo aos 6′ do primeiro tempo, com gol de Lucas Evangelista aproveitando falha da defesa do Botafogo, Eduardo e Tiquinho Soares comandaram a virada do time da casa.

Aos 20′, Tiquinho Soares ficou com a bola dentro da área e fez um bom trabalho de pivô, tocando para Eduardo. O meia limpou a marcação e finalizou colocado, sem chances para Lucão.

O jogo ficou aberto e o Botafogo quase conseguiu a virada com Danilo Barbosa, enquanto o Red Bull Bragantino teve uma chance claríssima, desperdiçada por Thiago Borbas, que tinha o gol livre, mas foi travado por Bastos no momento da finalização.

No começo da etapa final, aos 6′, a dupla voltou a aparecer para virar a partida para o Botafogo. Fora da área, Tiquinho Soares recebeu de costas para a zaga, fez o pivô e tocou para Eduardo. O meia carregou e, da entrada da área, marcou um golaço finalizando colocado no canto direito de Lucão.

No fim, assim como em 2023, o Botafogo sofreu com a pressão do time adversário e, em alguns momentos, foi possível sentir a apreensão da torcida pela possível repetição dos gols sofridos na reta final dos jogos, que marcaram o fracasso do time no último Campeonato Brasileiro.

No entanto, o goleiro John teve grande atuação e ajudou a garantir a vitória do Botafogo.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Jornalista formado pela UFF e com passagens, como repórter e editor, pelo LANCE!, Esporte News Mundo e Jogada10. Já trabalhou na cobertura de duas finais de Libertadores in loco. Na Trivela, é setorista do Vasco e do Botafogo.
Botão Voltar ao topo