Brasileirão Série A

Botafogo é efetivo contra o Flamengo e Artur Jorge passa no primeiro grande teste

Em clássico disputa no Maracanã, o Botafogo teve atuação segura e efetiva, e venceu o Flamengo por 2 a 0, assumindo a liderança do Campeonato Brasileiro

O Botafogo passou no primeiro grande teste sob o comando do técnico Artur Jorge. Neste domingo (28), com uma atuação segura e efetiva, o Glorioso venceu o clássico com o Flamengo, por 2 a 0, em pleno Maracanã, chegando a quatro vitórias seguidas. De quebra, o Glorioso ainda assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro – ao menos, de forma interina. O time ainda pode ser ultrapassado até o fim desta quarta rodada.

Em um jogo que claramente foi atrapalhado pelo calor do Rio de Janeiro, o Botafogo contou com gols de Luiz Henrique e Savarino para garantir a vitória e chegar aos nove pontos no Campeonato Brasileiro.

Botafogo entrou com esperadas mudanças no time

O Botafogo entrou em campo para o clássico com o Flamengo com duas alterações no time que enfrentou o Universitario-PER, no meio de semana, pela copa Libertadores. Sem Tiquinho Soares lesionado, o técnico Artur Jorge voltou a utilizar o meia Eduardo. Assim como na última partida, quando entrou com a bola rolando para a saída de Tiquinho, o meia atuou avançado, perto de Júnior Santos, que flutuando no ataque, fez as vezes de centroavante, quando necessário.

Além da entrada de Eduardo, Artur Jorge também colocou Danilo Barbosa no meio, ao lado de Marlon Freitas. A entrada do camisa 5 era cobrada por parte da torcida do Botafogo, mas se mostrou pouco eficiente em campo.

Botafogo teve primeiro tempo apagado

Sob o forte calor que fez no Rio de Janeiro na manhã deste domingo, Flamengo e Botafogo fizeram um primeiro tempo de pouca qualidade e intensidade. Os dois times até começaram a partida dando a impressão de que o duelo seria animado, mas esta impressão não durou 15 minutos. E o horário pouco agradável escolhido pela CBF para a partida certamente teve efeito neste sentido.

Mas, quem mais pareceu ter sentido o primeiro tempo, para além do calor, foi o Botafogo. O time de Artur Jorge praticamente assistiu o Flamengo jogar depois dos 15 minutos. E, sem conseguir criar oportunidades, terminou a etapa inicial sem nem sequer finalizar na direção do gol de Rossi. Mas isso também não significa que o Glorioso sofreu no Maracanã. O Flamengo teve mais posse, finalizou mais e até teve um gol corretamente anulado por impedimento, mas o goleiro John também foi pouco acionado durante os primeiros 45 mintuos.

Mesmo dando alguns espaços pelo lado direito da defesa, o Botafogo voltou a mostrar evolução defensiva nesta sequência inicial de Artur Jorge no comando do clube.

Botafogo é efetivo e garante vitória

Seguro na defesa do primeiro tempo, mas praticamente nulo no ataque, o Botafogo voltou do intervalo praticamente com a mesma estratégia, apostando nas jogadas pelas laterais com Luiz Henrique e Júnior Santos. Mas, dessa vez, conseguiu ser efetivo. Logo aos 7′, após jogada ensaiada em cobrança de escanteio, Luiz Henrique apareceu livre na entrada da área e finalizou colocado no canto de Rossi, sem chances para o goleiro do Flamengo. Na comemoração, o camisa 7, que foi alvo do Rubro-Negro na última janela de transferências, antes de virar a contratação mais cara da história do Botafogo, comemorou com uma máscara do Pantera Negra.

O calor a recente maratona de jogos do Botafogo fizeram o técnico Artur Jorge começar a mexer no time após o gol de Luiz Henrique. Pouco depois de abrir o placar, o camisa 7 foi substituído por Jeffinho, que voltava de lesão, e Tchê Techê também entrou em campo no lugar de Eduardo. Alguns minutos depois, Júnior Santos pediu para sair.

Seguro em campo e sem sofrer contra o poderoso ataque do Flamengo, o Botafogo passou a ameaçar nos contra-ataques. Jeffinho teve uma grande oportunidade, mas parou em Rossi. Mas, buscando o gol até o fim, o Glorioso foi premiado por um lance que mostrou justamente esta vontade do time. Em jogada de lateral, Diego Hernández disputou com Fabrício Bruno, que ficou caído no chão pedindo falta. Rafael Claus mandou o jogo seguir e Jeffinho tocou para Savarino. O venezuelano teve tranquilidade para finalizar e fazer 2 a 0, enquanto os rubro-negros ainda reclamavam de uma possível falta no início do lance. O árbitro, tão criticado por parte do Botafogo, confirmou o gol e carimbou a vitória que fez o Glorioso assumir a liderança do Campeonato Brasileiro.

Próximos jogos do Botafogo

  • Botafogo x Vitória – Copa do Brasil – quinta-feira, 02 de maio de 2024 – 19h (horário de Brasília); Transmissão: Sportv (TV fechada) e Premiere (pay-per-view);
  • Botafogo x Bahia – Campeonato Brasileiro – domingo, 05 de maio de 2024 – 18h30 (horário de Brasília); Transmissão: Premiere (pay-per-view);
  • Botafogo x LDU – Copa Libertadores – quarta-feira 08 de maio de 2024 – 21h30 (horário de Brasília); Transmissão: Globo (TV aberta) e Star+ (streaming);
Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo