Brasileirão Série A

Foi a vez do Bahia frustrar o Vitória com uma reação no clássico

Após abrir 2 a 0, Vitória sofre empate relâmpago do Bahia e deixa Barradão com gosto de derrota

Duas semanas após a final do Campeonato Baiano, Vitória x Bahia voltaram a se enfrentar neste domingo (21). No Barradão, as duas equipes mediram forças pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro e protagonizaram jogo intenso e recheado de reviravoltas. Após ver o Leão abrir 2 a 0, o Tricolor de Aço buscou o empate e salvou um ponto fora de seus domínios. Matheusinho e Wagner Leonardo marcaram os gols dos donos da casa, enquanto Biel e Everaldo anotaram os tentos do time visitante.

De cabeça, o baixinho Matheusinho colocou o Vitória em vantagem

O início do clássico baiano foi morno. Vitória e Bahia adotaram cautela nos primeiros minutos e buscaram valorizar a posse de bola. Toques lentos, disputas físicas no meio-campo e lançamentos forçados. As duas equipes se estudavam (até demais) no Barradão. Mais lúcido no ataque, o Tricolor de Aço pecava no último passe. O Leão, por sua vez, rinfava a bola e não conseguia efetuar triangulações.

Foram 15 minutos de morosidade, lentidão e falta de inspiração de ambos os lados. Nada de interessante aconteceu no começo do clássico, e a torcida do Vitória, tão barulhenta antes da bola rolar, arrefeceu em virtude da configuração do jogo. A partir dos 20′, entretanto, isso mudou. Léo Naldi brigou pela bola na ponta direita, conseguiu o desarme e serviu Zeca. O camisa 2 cruzou na medida para o “baixinho” Matheusinho, que cabeceou consciente e obrigou Marcos Felipe a fazer defesa no reflexo. O próprio Matheusinho pegou o rebote e abriu o placar, fazendo o Barradão voltar a pulsar.

O gol do Vitória serviu para ‘abrir’ o clássico. Desorganizado, o Bahia errou na saída de bola e por pouco não sofreu mais um tento. Melhor jogador em campo, Matheusinho experimentou arremate de fora da área e parou em Marcos Felipe, que voltou a dar rebote. Léo Naldi ficou com a sobra e também colocou o arqueiro tricolor para trabalhar.

A tônica da segunda metade da etapa inicial foi essa: Leão pressionando e agredindo o time visitante, que claramente acusou o golpe após ser vazado. Com exceção de um chute de Éverton Ribeiro (cara a cara com Lucas Arcanjo) e arremate perigoso de Caio Alexandre (de fora da área), o Bahia pouco produziu nos primeiros 45 minutos e mereceu a derrota parcial por 1 a 0.

No jogo aéreo (de novo), Vitória amplia

Diferente do 1º tempo, a etapa complementar começou elétrica. A fase de estudo e cautela havia passado. O Vitória voltou melhor do intervalo, aproveitou os espaços cedidos pela defesa do Bahia e teve duas chances claras de ampliar a vantagem no marcador. Wagner Leonardo, de cabeça, tirou tinta da trave. Posteriormente, Osvaldo saiu cara a cara com Marcos Felipe e acabou abafado pelo goleiro.

A pressão rubro-negra era grande e surtiu efeito aos 11′. Matheusinho cobrou escanteio fechado, Wagner Leonardo tomou a frente de Marcos Felipe e testou para as redes. Gol da equipe que, mesmo em vantagem, não abdicou de atacar. O Bahia até tinha mais posse de bola, porém, não sabia o que fazer com ela. Quando chegava na intermediária ofensiva, o time de Rogério Ceni errava na tomada de decisão e facilitava a vida do arquirrival.

Bahia consegue reação improvável e empata o clássico

Tudo levava a crer que o Vitória conquistaria mais um triunfo diante do arquirrival. Mas clássico é clássico, e por incrível que pareça, o Bahia buscou o empate. Com 23′ no relógio, Thaciano pegou a sobra após chute bloqueado de Everaldo, deu toque de cobertura e acertou o travessão. Na hora certa e lugar certo, Biel empurrou para as redes e diminuiu.

Pouco tempo depois, aos 26′, Everaldo calou o Barradão. Biel recebeu passe de Caio Alexandre e acionou o centroavante na meia-lua. Livre de marcação, o camisa 9 enviou um míssil no ângulo de Lucas Arcanjo e deixou tudo igual no clássico.

Estatísticas de Vitória 2 x 2 Bahia – Campeonato Brasileiro 2024

  • Posse de bola: 43% x 57%
  • Faltas: 11 x 13
  • Finalizações: 13 x 16
  • Finalizações no gol: 8 x 6

Próximos jogos do Vitória

  • Cruzeiro x Vitória – Campeonato Brasileiro – 28/04
  • Botafogo x Vitória – Copa do Brasil – 01/05
  • Vitória x São Paulo – Campeonato Brasileiro – 05/05

Próximos jogos do Bahia

  • Bahia x CRB – Copa do Nordeste (semifinal) – 24/04
  • Bahia x Grêmio – Campeonato Brasileiro – 05/05
  • Bahia x Criciúma – Campeonato Brasileiro – 12/05
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo