Brasil

Final feliz para o São Paulo: Beraldo vai fazer exames no PSG para ser zagueiro mais caro do futebol brasileiro

O jogador já tinha como preferência jogar pelo clube francês, que também era o favorito do São Paulo

O zagueiro Beraldo vai viajar à França no próximo dia 27. Três dias antes de passar por exames médicos no PSG, clube com o qual se acertou financeiramente e cuja camisa deve vestir a partir de janeiro.

Pela negociação, inicialmente, o São Paulo vai receber R$ 64,2 milhões, o que equivale a 60% dos 20 milhões de euros da transação. O XV de Piracicaba, do início e o próprio jogador dividem igualmente os R$ 42,8 milhões restantes – 20% para cada parte.

O clube do Morumbi ainda tenta elevar seu ganho na transação. A meta é chegar a R$ 90 milhões, por meio de oferta de alguma contrapartida para o XV e o atleta.

A Ligue 1, o Campeonato Francês, volta no dia 3 de janeiro, com confronto entre PSG e Toulouse. Em fevereiro, o time parisiense encara a Real Sociedad pelas oitavas da Champions League.

Recorde

Se for vendido por 20 milhões de euros ao PSG, Beraldo vai se tornar o defensor mais caro já negociado pelo futebol brasileiro. deixarápara trás Murillo, que saiu do Corinthians para o Nottingham Forest neste ano.

O atleta de 21 anos custou cerca de 13 milhões de euros (R$ 69 milhões na cotação atual) ao clube inglês. O terceiro lugar é de Yerry Mina, colombiano vendido pelo Palmeiras ao Barcelona, em 2018, por 12,4 milhões de euros (R$ 66 milhões).

Rússia e Inglaterra

O Zenit e o Leicester foram os outros clubes que se aproximaram do jogador do São Paulo. Por conta de possíveis sanções da Fifa e da Uefa relativas à guerra contra a Ucrânia, e pelo próprio peso da Liga Russa no contexto mundial, a equipe de São Petersburgo foi descartada logo de cara. A oferta do Zenit era de 18 milhões de euros.

Atualmente na segunda divisão da Inglaterra, o Leicester não teria problema em superar a proposta dos russos, e era visto com bons olhos pela direção do São Paulo. Entende-se que o Leicester tinha o tamanho e a representatividade ideais para o jogador crescer no futebol europeu.

Mas Beraldo entende que ir direto ao PSG será melhor para sua carreira, diante da representatividade que o time já tem na Europa.

Cerca de R$ 58 milhões por ano a mais

Enquanto trabalha na construção do elenco, vendendo e contratando jogadores, o São Paulo vai conseguindo formas de encorpar seu caixa.

Além da Superbet, que deve fechar para ser o patrocínio-máster do clube, o São Paulo tem encaminhado um acordo com a multinacional norte-americana Mondeléz, para ceder os naming rights do Morumbi por um valor entre R$ 25 milhões e R$ 30 milhões. Se o acordo acontecer, o estádio tricolor passaria a se chamar “Morumbis”, em alusão ao chocolate Bis, que está no portifólio da companhia.

Assinados os dois contratos, o clube tricolor incrementaria suas receitas anuais em cerca de R$ 58 milhões. Isso porque, hoje, a Sportsbet.io paga R$ 24 milhões por ano ao São Paulo – R$ 28 milhões a menos que o novo patrocinador. E o clube, atualmente, não tem qualquer acordo de naming rights.

Mais cinco nomes e Lucas

O presidente Julio Casares revelou que pensa em contratar cinco reforços para a temporada 2024.

– Queremos ter elenco completo já para a disputa do Paulistão e da Supercopa do Brasil. Na verdade, são cinco posições com que a gente tem uma preocupação. Eu acredito que a gente comece a pré-temporada com o elenco completo. Pode faltar um jogador, mas acredito que a maioria já esteja – finalizou.

O clube fechou com Bobadilla e já anunciou as chegadas do volante Luiz Gustavo, ex-seleção brasileira, que estava sem clube, e de Erick, atacante do Ceará.

O clube também já chegou a bons termos para a permanência de Lucas por mais três anos no clube. As partes já concordaram com bases e valores. O camisa 7 vai ficar atrelado ao São Paulo até o fim de 2026, quando terá 34 anos.

Nesta temporada, Lucas fez 18 jogos pelo clube tricolor e anotou três gols. Sua participação na semifinal da Copa do Brasil foi preponderante para a classificação sobre o rival Corinthians. Lucas fez o gol que selou o 2 a 0, evitou a disputa de pênaltis e classificou o São Paulo para a decisão contra o Flamengo.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo