Brasil

Zagueiro ‘invencível’ do Bahia é monitorado pelo Benfica para substituir joia portuguesa

Gabriel Xavier, consolidado na zaga do time de Rogério Ceni, é apontado como possível substituto de António Silva no clube português

Neste início de Campeonato Brasileiro, o Bahia é uma das grandes surpresas e um dos times mais legais de assistir.

Sob comando de Rogério Ceni, a equipe chegou ao segundo lugar, com 24 pontos, empatado com o Flamengo. Para alcançar isso, montou um ótimo meio-campo com Everton Ribeiro, Cauly, Caio Alexandre e Jean Lucas.

Mas há destaques em outros lugares, como na defesa, onde o jovem Gabriel Xavier se consolidou e agora, segundo a CNN Portugal, despertou o interesse do Benfica.

Gabriel Xavier chegaria para substituir zagueiro promissor do Benfica

O zagueiro António Silva, de 20 anos, em ação pelo Benfica (Foto: Icon Sport)
O zagueiro António Silva, de 20 anos, em ação pelo Benfica (Foto: Icon Sport)

A informação trata de uma possível transferência do promissor e valorizado zagueiro António Silva, de 20 anos, especulado em gigantes europeus e neste momento a serviço de Portugal na Eurocopa 2024.

– Se António Silva sair, eventualmente pode estar em Gabriel Xavier a solução para substituí-lo. […] O Benfica identificou neste jogador potencial para merecer ser monitorado. Não há negociação nenhuma ou tentativa de o trazer já, mas é um jogador que passou a ser acompanhado com muita intensidade. – afirmou jornalista português durante a programação da CNN Portugal.

O jogador do Bahia é agenciado por empresários que recentemente fizeram negócio com o Benfica, boa relação que pode ajudar em uma negociação, caso realmenete aconteça uma investida dos portugueses no defensor.

O valor de mercado do atleta, ainda de acordo com a imprensa portuguesa, seria de 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 14,7 milhões).

Bahia só perdeu duas em casa quando zagueiro de 23 anos esteve em campo

Contratado aos 18 anos, após passagem pelas categorias de base de Mirassol e Famalicão, Gabriel Xavier foi, bem aos poucos, ganhando seu espaço.

Após atuar pelo sub-20 e a equipe de aspirantes, estreou no profissional em 2022, mas demorou até ganhar continuidade na equipe.

Ao ge no início deste mês, Gabriel detalhou a importância das lições de Ceni nesse processo de aceitar a reserva e estar pronto para quando ganhar a oportunidade de jogar.

– Isso é uma trajetória bem complicada na vida do atleta. Você tem que ter força para trabalhar mesmo quando não entra nos jogos. Mas sempre pude ter essa cabeça boa de trabalhar, de esperar o meu momento. O professor fala do exemplo dele, de ser quatro anos reserva no São Paulo, para depois ter oportunidade de ser titular. Então ele sempre deixou a gente ser esperançoso, sempre trabalhou a gente bem, para que quando tivesse oportunidade estar pronto para desempenhar da melhor maneira possível, como vem acontecendo – contou o atleta.

Gabriel Xavier, do Bahia, divide com Christian, do Athletico-PR
Gabriel Xavier, do Bahia, divide com Christian, do Athletico-PR (Foto: Icon Sport)

Em seis meses da temporada atual, já fez mais jogos (25) que nas duas anteriores (16 em 2022 e 24 em 2023). Muito além disso, virou o dono da zaga, sempre à direita, seja com Victor Cuesta (agora machucado) ou Kanu.

Números de Gabriel Xavier pelo Bahia:

  • 2022: 16 jogos (10 como titular)
  • 2023: 24 jogos (20)
  • 2024: 25 jogos (23)

Somando todos os jogos em casa pelo Tricolor, só perdeu duas vezes, uma em 2022 e outra em 2023. No Brasileirão, quando o jovem esteve em campo, o time de Rogério Ceni só foi superado pelo Flamengo.

A consolidação do zagueiro também veio com participação da torcida do clube baiano.

As redes sociais eram inundadas de pedidos pela titularidade de Xavier por conta da irregularidade de Kanu, que agora divide a zaga com o jovem e também vive bom momento.

Em busca da liderança do Brasileirão, o Bahia de Gabriel visita o São Paulo, no Morumbis, neste domingo (30), pela 13ª rodada.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius AmorimRedator

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo