Brasil

Após resgate, Renato decide deixar Porto Alegre e vai para o Rio de Janeiro

Depois de ser resgatado de hotel que ficou ilhado por conta das chuvas em Porto Alegre, treinador acertou com a diretoria do Grêmio sua ida ao Rio de Janeiro

Uma das muitas pessoas resgatadas nas enchentes que assolam o Rio Grande do Sul foi Renato Portaluppi. O treinador do Grêmio estava ilhado no hotel em que reside, no Bairro Anchieta, em Porto Alegre, que não tinha mais água, e deixou o local de barco na última segunda-feira (6).

Conforme relatos de pessoas presentes no resgate, Renato manteve o bom humor habitual mesmo diante da circunstância. Questionado se estava tudo certo, o treinador disse que só estaria se ele estivesse na praia. Quando chegou o momento de descer do barco, de colete, novamente o ídolo gremista brincou com a situação.

– Quando chegou na hora de descer do barco, ele falou ‘é a primeira vez que vão me ver de colete, eu sempre fui titular, quem usa colete é o pessoal que fica no banco’ — contou Luis Francisco da Rosa Sabino, corretor de imóveis e um dos responsáveis pelos resgastes, em entrevista ao GE.

Renato acertou ida para o Rio de Janeiro após conversa com a direção do Grêmio

Após o resgate, Renato não permanecerá em Porto Alegre. Ele viajará para o Rio de Janeiro, onde tem residência. De acordo com o treinador, de lá ele auxiliará as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. A decisão foi acertada com a direção do Grêmio.

— Depois de uma conversa com o presidente [Alberto] Guerra e com os demais membros da diretoria, chegamos à conclusão que seria melhor deixar Porto Alegre. Somente por isso estou indo para o Rio de Janeiro. E mesmo de lá vou seguir ajudando o máximo que eu puder. A situação é muito complicada. Estávamos sem água no hotel e do Rio de Janeiro vou conseguir mobilizar muito mais pessoas para seguir ajudando. Toda a minha força, meu carinho e meu apoio ao povo gaúcho — disse Renato, via assessoria, nesta terça-feira (7).

Jogos do Grêmio até dia 27 de maio foram adiados, e treinamentos estão suspensos

Com o CT Presidente Luiz Carvalho completamente alagado, os treinamentos do Grêmio estão suspensos. Os atletas realizam atividades com acompanhamento remoto do Departamento de Ciência, Saúde e Performance do clube.

Nesta terça-feira (7), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) acatou solicitação da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e adiou todas partidas de equipes gaúchas pelas competições nacionais até o dia 27 de maio. A Conmebol também transferiu os jogos da dupla Gre-Nal que aconteceriam nesta e na próxima semana pela Libertadores e Copa Sul-Americana, respectivamente.

Jogos adiados do Grêmio

  • Huachipato x Grêmio — 08/05 (qua) — 19h — Copa Libertadores da América
  • Atlético-MG x Grêmio — 11/05 (sáb) — 21h — Campeonato Brasileiro Série A
  • Grêmio x Estudiantes — 15/05 (qua) — 19h — Copa Libertadores da América
  • Grêmio x RB Bragantino — 19/05 (dom) — 18h30min — Campeonato Brasileiro Série A
  • Grêmio x Operário — 22/05 (qua) — 19h30min — Copa do Brasil
  • Flamengo x Grêmio — a definir — Campeonato Brasileiro Série A

Tragédia climática no Rio Grande do Sul já deixou 90 mortos

Os temporais que iniciaram segunda-feira (29/04) no Rio Grande do Sul já deixaram pelo menos 90 mortos, 132 desaparecidos e 361 feridos, conforme o último levantamento da Defesa Civil, divulgado na manhã desta terça-feira (7). Há 203,8 mil pessoas fora de casa. Desse total, são 48,1 mil em abrigos e 155,7 mil desalojados (pessoas que estão nas casas de familiares ou amigos). 388 dos 497 municípios do estado registram algum tipo de transtorno.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo