Baião de DoisCopa do Nordeste

Guia Baião de Dois da Copa do Nordeste 2021 – Grupo B

Por equipe do Baião de Dois

ABC

O 2020

  • Estadual: Campeão
  • Copa do Nordeste: Primeira fase
  • Copa do Brasil: Eliminado na Segunda Fase
  • Brasileirão: Eliminado na Segunda Fase da Série D

Esta temporada foi marcada por algo que o ABC definitivamente não queria: a estreia na quarta divisão nacional. Tentando montar um time barato e competitivo, o Maior Campeão do Mundo apostou em Francisco Diá e, apesar de não ter passado de fase na Copa do Nordeste, o título estadual comprovou a capacidade do treinador em fazer menos com mais. Mas muitas peças importantes partiram depois do campeonato potiguar e a reposição não foi à altura, fator determinante na eliminação do ABC da Série D.

O 2021

Se o 2020 foi complicado, este ano não parece ser muito diferente. As dificuldades orçamentárias perduram na Frasqueira e, para piorar, o cenário político não ajuda. A prova é tanta que a troca de Diá por Sílvio Criciúma demonstra o problema em trazer nomes de maior peso. Mesmo assim, o Mais Querido conseguiu alguns reforços interessantes como Janderson e Soares, vindos do Central junto com o treinador. Além da renovação com Wallyson, ídolo alvinegro.

Provável Escalação: Wellington Dias, Netinho, Héliton, Alisson Baba e Victor Lindenberg; Janderson, Valderrama e Marcos Antônio; Maycon Douglas, Soares e Wallyson

O Craque

Em um ano de reformulação, Wallyson será muito importante para saber usar sua idolatria tanto ajudando os companheiros a se ambientarem ao clube, quanto com a torcida que cobra por resultados após a péssima campanha n D.

A Aposta

Um jogador que ocupa as laterais, tanto no meio quanto no ataque, Soares é uma aposta para conseguir agredir trazendo muita velocidade.

O Comandante

Sílvio Criciúma disputará a Lampions, como treinador, pela primeira vez. Ótima oportunidade de surpreender e mostrar um bom trabalho, algo que ficou em xeque ano passado devido a crise política no Central.

ALTOS

O 2020

  • Estadual: 3ª Colocado
  • Copa do Nordeste: Não disputou
  • Copa do Brasil: Eliminado na Primeira Fase
  • Brasileirão: Semifinal da Série D (Subiu de divisão)

Uma temporada heróica e empolgante, é o mínimo que se pode dizer do 2020 do Altos. O time piauiense lutou pela classificação no estadual até a última rodada, no mesmo momento em que disputava a série D e, no ano de menor orçamento, conseguiu o acesso. Para completar esse feito histórico, disputou contra o Globo uma vaga na Copa do Nordeste e também teve sucesso. O Jacaré volta à Lampions depois de uma temporada ausente.

O 2021

Depois de um ano tão especial, a primeira medida não poderia ser outra: renovar com Fernando Tonet e manter a base do elenco da temporada passada. Neste caso estamos falando de praticamente todo sistema ofensivo do time, incluindo o artilheiro Betinho e o ídolo Manoel, maior goleador da história do clube. Para dar mais profundidade ao setor do meio-campo, trouxeram o experiente Roger Gaúcho e o jovem Nickson.

Provável Escalação: Mondragon, Gean, Rafael Araújo, Betão e Thiaguinho; Netinho, Ray e Juninho Arcanjo; Klenisson, Manoel e Betinho.

O Craque

Atacante polivalente que sabe fazer gols, é assim que o torcedor do Jacaré observa Betinho. Artilheiro do time com onze gols em 2020, o jogador é peça fundamental caso o time piauiense queira ter uma campanha de destaque.

A Aposta

Outra peça do ataque é a grande aposta do time do Altos, estamos falando de Klenisson, responsável por oito gols na temporada passada.

O Comandante

O treinador Fernando Tonet deixou de ser uma peça conhecida apenas no futebol piauiense e chamou atenção pelo ótimo futebol praticado pelo Altos. Agora é tentar repetir a dose na Copa do Nordeste.

BOTAFOGO – PB 

O 2020

  • Estadual: Terceiro
  • Copa do Nordeste: Quartas
  • Copa do Brasil: Eliminado na Segunda Fase
  • Brasileirão: 8ª colocação da série C

O ano que deveria ter sido o da consolidação virou uma melancolia até a última rodada. O Botafogo teve o maior orçamento do futebol paraibano. Isso chamou muita gente para dar pitacos dentro do clube e uma crise institucional começou. Acabou refletido dentro de campo, pois o Belo não chegou à final do paraibano e brigou para não ser rebaixado até a última rodada. A compensação veio no confronto direto contra o Treze quando jogou o rival para a Série D.

O 2021

Posto um ponto final nos problemas políticos, austeridade é a palavra do momento na Maravilha do Contorno. Se nos últimos anos o Botafogo teve condições de brigar por atletas contra rivais tradicionais no Nordeste, neste ano a alternativa é mais caseira, pinçando os melhores valores que se destacaram no futebol paraibano, como o volante Bruno Menezes e o atacante Bruno. Tudo isso comandado por alguém que conhece demais o Belo: Marcelo Vilar.

Provável Escalação: Felipe, Rodrigo Ramos, Fred, Willian Machado e Tsunami; Rogério, Bruno Menezes, Clayton e Marcos Aurélio; Roniel e Thiago Santos.

O Craque

O homem das bolas paradas está de volta! Aliás, ele retornou para salvar o Belo do rebaixamento e resolveu permanecer. Marcos Aurélio continuará sendo o maestro do Botafogo e o meia já mostrou que o chute continua muito afiado.

A Aposta

Dono de um passe marcante, finalmente em 2021, Bruno Menezes terá a oportunidade de desfilar toda sua classe atuando pelo Botafogo.

O Comandante

Se o cenário é de arrumar a casa, a diretoria do Botafogo não pensou duas vezes em contatar Marcelo Vilar. Bicampeão estadual com o clube e comandante no título brasileiro da Série D, o cearense volta ao Belo depois de seis anos desde sua marcante passagem.

CSA

O 2020

  • Estadual: Vice-Campeão
  • Copa do Nordeste: Eliminado na Primeira Fase
  • Copa do Brasil: Eliminado na Primeira Fase
  • Brasileirão: 5ª colocado na Série B

O CSA abusou dos erros de planejamento para 2020. Foram três treinadores em aproximadamente seis meses de bola rolando, inclusive o ingrato Argel Fucks. Houve um surto de COVID e um rebaixamento praticamente certo. Eis que Rafael Tenório decide contratar um diretor de futebol que aposta em um jovem treinador, Mozart Santos, executa algumas contratações não muito badaladas e o Azulão terminou o ano quase voltando à Série A.

O 2021 

Para esta temporada, Rafael Tenório informou, inicialmente, que seria um elenco muito modesto. Todavia, dias depois já mudou o tom e disse que montaria um time mais competitivo. O que dá para afirmar é que a janela de contratações do Azulão está bastante alternativa, com jogadores vindos de outras ligas como o meia Silvinho e o lateral Vitor Costa. Entre os remanescentes estão o lateral Norberto, o volante Marquinhos e o atacante Rodrigo Pimpão.

Provável Escalação: Thiago Rodrigues, Norberto, Lucas Dias, Fabrício e Vitor Costa; Marquinhos, Gabriel, Nádson e Silvinho; Rodrigo Pimpão e Dellatorre.

O Craque

Em sua segunda temporada no CSA, Rodrigo Pimpão continua sendo uma espécie de cartão de apresentação do time azulino. Autor de 10 gols em 2020, será peça fundamental dentro do novo elenco formado pelo Azulão.

A Aposta

Silas Araújo é um nome desconhecido dentro do mundo do futebol mais famoso, mas o meia volta ao Brasil depois de três temporadas na Europa, onde jogou na Ucrânia e Belarus, além de um tempo em Israel.

O Comandante

Uma parte da torcida azulina ficou na bronca com Mozart Souza por ele não ter conseguido o acesso, mas quem lembra de como foi o ano, sabe que o trabalho do paranaense foi muito acima da média e elevou as expectativas para esta temporada.

FORTALEZA

Enderson Moreira, técnico do Fortaleza (Foto: Imago/One Football)

O 2020

  • Estadual: Campeão
  • Copa do Nordeste: Semifinal
  • Copa do Brasil: Eliminado nas oitavas.
  • Brasileirão: 16ª Colocado na Série A

Tudo parecia seguir um planejamento excelente, eis que Rogério Ceni, mais uma vez, abandona o barco no meio do campeonato, e a sólida campanha virou um verdadeiro desespero. Apesar do título cearense, o Leão teve péssimas apresentações sob o comando de Chamusca, e Enderson Moreira conseguiu permanecer na primeira divisão. Mas a desconfiança do torcedor Tricolor está muito alta e, para piorar, quase não terá tempo para se planejar.

O 2021

Com muita desconfiança, Enderson Moreira vai continuar no comando do Leão do Pici. O grande problema é que o treinador mineiro nem terá tempo direito para colocar seu estilo em prática, pois é um calendário sem descanso. Reforços ainda não foram anunciados e pouco se sabe sobre qual time estreará na Copa do Nordeste e quantas rodadas os titulares estarão poupando os atletas devido o fim do Brasileirão.

Provável Escalação: Felipe Alves, Tinga, Paulão, Wanderson e Carlinhos; Ronald, Felipe e Juninho; David, Osvaldo e Romarinho.

O Craque

Se tem uma coisa que o torcedor do Fortaleza tem certeza é que o gol está muito bem entregue nas mãos de Felipe Alves. O Homem de Gelo é extremamente regular, além de ter sido o melhor jogador do Fortaleza na temporada passada.

A Aposta 

O tão cornetado David continuará sendo responsável por muita movimentação e chances de gol no ataque.

O Comandante

Enderson Moreira vai para sua terceira Copa do Nordeste seguida e, desta vez, busca ao menos passar de fase. Também terá muito trabalho pela frente, pois sem tempo de descanso, o mineiro terá que explicar sua metodologia e ainda conseguir contornar a desconfiança da torcida.

SALGUEIRO

O 2020

  • Estadual: Campeão
  • Copa do Nordeste: Não disputou
  • Copa do Brasil: Não disputou
  • Brasileirão: Eliminado nas oitavas da Série D.

Um ano histórico para o Salgueiro, essa é a sensação quando falamos de 2020. O primeiro time do interior de Pernambuco a conquistar o campeonato estadual, o Carcará se credenciou como favorito ao acesso à Serie C. De fato, o time não jogou mal e conseguiu passar de fase em um grupo muito cascudo. Mas um cruzamento contra o Altos, que veio a ser uma das equipes que ascendeu de divisão, acabou sendo o confronto derradeiro do time do Sertão Pernambucano. 

O 2021

Mas o início de temporada do Salgueiro não poderia ser pior. Alegando não ter condições de montar um elenco para Copa do Nordeste e Copa do Brasil, o Salgueiro informou que abriria mão da vaga nesses certames imaginando que o Náutico as assumiria. Quando houve a confirmação que o Timbu não seria o dono das vagas, o time sertanejo mudou de ideia e resolveu voltar à competição. Dentro de todo esse imbróglio, pode-se tirar de positivo a renovação do treinador Daniel Neri.

Provável Escalação: Lucas, Dadinha, Ranieri, Leozão e Evandro; Bruno Sena, Moreilândia, Aruá e Emanuel; Alison e Daniel Passira.

O Craque 

Ele pode não ser a principal referência técnica de um time, mas, no Salgueiro, Moreilândia desperta os melhores sentimentos aos saudosistas que tanto clamam pelo amor à camisa. O volante está indo para a décima temporada com o Carcará. E não se enganem, estamos falando de um jogador de 31 anos de idade.

A Aposta 

Emanuel é um dos reforços trazidos para dar mais posse de bola para o Carcará. Meia rápido e habilidoso, ele veio depois de boas exibições pelo River na última série D.  

O Comandante

O Mister do Sertão voltou para mais uma temporada no Salgueiro. Sim, Daniel Neri tem a chance de cumprir o objetivo que ficou faltando ano passado, o acesso. Todavia, antes de tudo, teremos uma Copa do Nordeste especial cujo papel pode colocar o treinador ainda mais nos holofotes e, desta vez, por conta do campo e bola.

SPORT

Às duras penas, Jair Ventura manteve o Sport na primeira divisão (Foto:
Ricardo Fernandes Spia Photo Fotoarena/Imago/One Football)

O 2020

  • Estadual: Eliminado na primeira fase.
  • Copa do Nordeste: Quartas
  • Copa do Brasil: Eliminado na Primeira
  • Brasileirão: 15ª colocado na Série A

Acostumado a ser uma das forças de maior destaque no futebol nordestino, o Sport entrou na temporada com um discurso bem modesto e com um orçamento extremamente reduzido. A demissão de Guto Ferreira e a aposta ao dar mais uma chance para Daniel Paulista foi tudo que precisava ser feito para abalar a confiança do torcedor rubro-negro. Porém o desacreditado Jair Ventura chegou na Ilha, garantiu boas exibições em partidas chaves e o fantasma do rebaixamento nem rondou tão perto assim. A manutenção na primeira divisão é crucial para o Sport conseguir se manter competitivo e tentar arrumar sua parte financeira.

O 2021

Ainda é complexo imaginar o que acontecerá no Leão da Praça da Bandeira, pois punições esportivas por conta de débitos sempre aparecem e isso dificulta a formação de elenco do clube. Certa é a permanência do treinador Jair Ventura e peças importantes da defesa como Patric, Adryelson e Rafael Thiery. A grande baixa é o retorno de Maidana para o Atlético Mineiro e sem previsão de extensão com o rubro-negro. Lá na frente, Thiago Neves ainda não renovou apesar de acharem que é questão de tempo.

Provável Escalação: Luan Poli, Patric, Adryelson, Rafael Thyere, Chico e Sander; Marcão, Ricardinho, Ewerton e Thiago Neves; Mikael e Hernane Brocador.

O Craque

Certamente o grande destaque do Sport em 2020 foi Patric. Idolatrado pela passagem anterior, o lateral retornou na metade do ano, pegou a faixa de capitão e foi a principal válvula de criação do Leão. O corredor formado com Thiago Neves ou Ewerton deu muito trabalho para os adversários.

A Aposta

Mikael pode não ter despontado quando retornou do empréstimo do Confiança na Série B, mas os primeiros jogos de 2021 podem ser a dose de confiança para o atacante mostrar seu potencial e cravar um lugar no elenco.

O Comandante

Após chegar em um período de baixa, Jair Ventura trouxe competitividade para um dos elencos favoritos ao rebaixamento. Com a permanência confirmada, o carioca vai ter de mostrar que também sabe jogar com a bola, pois é o cenário que vai acontecer nos primeiros jogos da temporada que se iniciará.

VITÓRIA

O 2020

  • Estadual: Eliminado na Primeira Fase
  • Copa do Nordeste: Quartas de Final
  • Copa do Brasil: Eliminado na Terceira Fase
  • Brasileirão: 14º colocado na Série B

Mais um ano extremamente turbulento para os lados do Barradão. A manutenção de Geninho e o bom início de temporada foram um fio de esperança para o torcedor rubro-negro, todavia com a pandemia, o treinador foi demitido e nenhum sucessor conseguiu dar padrão de jogo ao Vitória. Com trocas constantes de técnicos e partidas pavorosas, o Leão sequer chegou a flertar com o acesso pois a concentração estava sempre voltada para não descer mais uma divisão.

O 2021 

Acho que está muito claro que não dá para esperar coisas boas acontecendo com o Vitória enquanto Paulo Carneiro estiver pelo Barradão. Depois do moedor de técnicos da temporada passada, Rodrigo Chagas foi efetivado para 2021. Reforços ainda são muito tímidos, caso do paraguaio Aníbal Vega. E, mais uma vez, o Leão fica na torcida para que bons talentos da base surjam para poder trazer não só profundidade para o elenco, mas também talento, algo escasso nos últimos tempos no Barradão.

Provável Escalação: Yuri(Ronaldo), Cedric, Wallace, João Vitor e Leocovick; Fernando Neto, Guilherme Rend e Eduardo; Vico, David e Aníbal Vega.

O Craque

Ronaldo é a grande referência de boas atuações no Vitória. Apesar dos problemas contratuais no começo desta temporada, o goleiro foi peça fundamental na manutenção do Leão na Série B e traz muita segurança ao torcedor rubro-negro.

A Aposta

Prata da casa da Toca do Leão, Eduardo é aquele meio-campo de boa visão de jogo e excelente capacidade de distribuição. Homem de confiança do treinador Chagas, o jovem terá uma bela oportunidade para exibir seu potencial.

O Comandante

Rodrigo Chagas foi efetivado após conseguir manter o Vitória na Série B. Treinador das bases do Leão, para um time sem muitas opções de contratações, Chagas parece ser o nome mais próximo do ideal para o Leão.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo