Ásia/Oceania

Clube de Nagasaki coloca a dolorosa lembrança dos 70 anos da bomba atômica na sua camisa

Nagasaki foi uma das duas cidades japonesas bombardeadas pela bomba nuclear dos Estados Unidos que encerrou a Segunda Guerra Mundial, 70 anos atrás, mas matou 80 mil pessoas. O aniversário de um dos momentos mais importantes do último século foi no último dia 9, domingo, e o V-Varen, clube da cidade, lançou um uniforme especial para lembrar a data.

LEIA MAIS: Técnico do Shimizu é a prova de que, 70 anos depois, a bomba atômica de Hiroshima ainda vive

O porto de Nagasaki, durante muitos anos, foi um dos únicos do Japão aberto a estrangeiros. Há bastante influência europeia na cidade, e um dos exemplos é o V-Varen, de inspiração holandesa, tanto no nome, quanto no laranja da camiseta, que se mistura com o azul.

O uniforme especial vem nessas duas cores para os jogadores de linha, com desenhos de origamis, que simbolizam boa sorte, e da estátua Reze Pela Paz, do artista Seibo Kitamura. Os goleiros vestirão amarelo e rosa nessa homenagem.

A camisa já foi utilizada pelos jogadores em 8 de agosto, um dia antes do aniversário da bomba, no empate por 0 a 0 contra o Consadole Sapporo. Será tirada do armário novamente para a partida seguinte do time em casa, diante do Kamatamare Sanuki, em 23 de agosto.

“Jogar essas duas partidas com essa camisa é muito significativo. Especialmente a partida de 8 de agosto. Queremos enfrentar os jogos com a mentalidade de orações e paz e transmitir a preciosidade da paz para as novas gerações”, disse o técnico do time Takuya Takagi.

[galeria_embeded]

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo