Ásia/OceaniaMundial de Clubes

A Champions da Oceania foi cancelada, mas o Auckland City representará o continente e disputará seu décimo Mundial de Clubes

A Liga dos Campeões da Oceania acabou cancelada em 2020, por conta da pandemia de coronavírus. A OFC considerou inviável realizar a reta final da competição, por conta das restrições de viagens entre os países, e preferiu interromper a disputa sem esperar por um momento oportuno. Ainda assim, a confederação local precisaria indicar um representante do continente para o Mundial de Clubes de 2020, marcado para fevereiro de 2021. Mais uma vez o Auckland City estará presente, na décima vez que figurará no torneio da Fifa.

Antes que as competições fossem paralisadas em março, a Liga dos Campeões da Oceania conseguiu realizar sua fase de grupos e determinar os classificados às quartas de final. Conforme o regulamento, há um ranking que aponta a equipe com melhor desempenho nesta primeira etapa do torneio. E calhou da vaga cair no colo do Auckland City. O Magenta, de Nova Caledônia, terminou com os mesmos nove pontos do Auckland. Todavia, os neozelandeses levaram a melhor por terem um saldo de gols superior.

Após a interrupção em março e seguidos adiamentos da retomada, o cancelamento total da Champions da Oceania aconteceu no início de setembro, indicando uma preocupação maior com a contenção dos contágios do que com os interesses comerciais – dentro de uma realidade semiprofissional que permite conciliar melhor essas questões. O Comitê Executivo da OFC ainda liberou um apoio financeiro aos oito clubes que avançaram aos mata-matas, mas não tiveram chance de disputar a reta final da competição.

“Nós todos adoraríamos ver o torneio sendo disputado, mas precisamos nos preocupar com a saúde de nossa comunidade em longo prazo”, declarou Franck Castillo, secretário-geral da confederação. As demais competições da Oceania também foram canceladas ou postergadas, incluindo a Copa das Nações – o principal torneio de seleções. A edição de 2020 não acontecerá, com o troféu voltando à disputa apenas em 2024.

O Auckland City disputou suas nove edições anteriores do Mundial de Clubes como campeão da Champions da Oceania. Estreou no torneio da Fifa em 2006 e chegou a emendar sete participações seguidas entre 2011 e 2017. O melhor desempenho aconteceu em 2014, quando os neozelandeses só foram eliminados na prorrogação das semifinais, diante do San Lorenzo. Nos últimos dois anos, porém, o troféu continental ficou com outras equipes.

O Mundial de Clubes acontecerá de 1° a 11 de fevereiro, no Catar. O Auckland City abrirá a competição contra o Al-Duhail, representante do país-sede e campeão do Campeonato Catariano de 2019/20, encerrado no último mês de setembro. Além dos dois, o outro time confirmado no torneio da Fifa é o Bayern de Munique. Os demais vencedores das copas continentais serão definidos entre novembro e janeiro.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo