América do Sul
Tendência

Uruguai supera Israel e buscará seu primeiro título do Mundial Sub-20 contra a Itália

Os sul-americanos despacharam os algozes do Brasil na semifinal e chegaram à decisão pela terceira vez na história

A seleção uruguaia venceu Israel, responsável pela eliminação do Brasil nas quartas de final, por 1 a 0, com gol do promissor Anderson Duarte, e enfrentará a Itália na final marcada para o Estádio Diego Maradona, em La Plata, em busca do seu primeiro título da competição. Os italianos carimbaram vaga na decisão após vencerem a Coreia do Sul, por 2 a 1, com um gol de falta nos minutos finais.

O Uruguai tentará a conquista inédita em sua terceira aparição em uma final de Mundial Sub-20, após perder a de 1997 para a Argentina, na Malásia, e a de 2013 para a França, na Turquia. A Itália havia chegado às semifinais nas últimas duas edições e finalmente terá a chance de disputar o título.

Na primeira semifinal desta quinta-feira, o Uruguai enfrentou Israel, vice-campeão europeu sub-19 no ano passado e que encerrou uma primeira participação no Mundial Sub-20 com uma ótima campanha.

Cada lado teve uma tentativa de bicicleta sem muito perigo no primeiro tempo. Tai Abed exigiu grande defesa de Randall Rodríguez com um chute cruzado. No outro gol, Anderson Duarte fez Tomer Zarfati trabalhar ao fim de um contra-ataque.

Duarte acertou a trave no começo do segundo tempo, antes de pegar o rebote de uma batida de Alan Maturro, que também balançou o poste, e marcar o único tento da partida. Dor Turgeman chegou a escapar nas costas da defesa nos minutos finais, mas foi desarmado pelo goleiro Rodríguez na hora certa.

A Itália saiu na frente com o sétimo gol do artilheiro do torneio, o meia Cesare Casadei, contratado da Internazionale pelo Chelsea por € 15 milhões. O garoto passou o último semestre emprestado ao Reading, da segunda divisão inglesa, e pegou de primeira o passe de Riccardo Turicchia aos 14 minutos.

A Coreia do Sul, que tentava sua segunda final consecutiva, depois de perder da Ucrânia em 2019, empatou com Seung Won Lee cobrando pênalti, ainda no primeiro tempo. Aos 41 minutos da etapa final, Simone Pafundi, um garoto de 17 anos da Udinese, marcou o gol da vitória da seleção italiana, com uma belíssima cobrança de falta da entrada da área.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo