América do Sul

Uma contratação inusitada: Antonio Carlos Zago é anunciado como técnico do Bolívar

Treinador, ex-Red Bull Bragantino, vai treinar o clube boliviano, que tem parceria com o City Group, do Manchester City

Antonio Carlos Zago é o novo técnico do Bolívar, em uma contratação das mais curiosas. O brasileiro vai treinar o clube boliviano depois de uma passagem de um ano e quatro meses pelo Japão. Ele comandou o Red Bull Bragantino em 2019, na campanha bem-sucedida do título do Massa Bruta na Série B. Ele será o técnico de um time que é parceiro do City Football Group, dono do Manchester City.

Depois de conquistar o título da segunda divisão, o técnico decidiu ir para o Kashima Antlers, do Japão. Ficou por lá de janeiro de 2020 a abril deste ano de 2021. Comandou a equipe por 48 partidas. Em 2020, o Kashima Antlers terminou a temporada em quinto lugar, sem conseguir uma vaga continental.

Na temporada 2021, o Kashima Antlers tinha uma campanha ruim depois de nove rodadas, com o 15º lugar entre 20 clubes e apenas oito pontos em oito jogos – duas vitórias, dois empates e quatro derrotas. O time estava três pontos acima da zona do rebaixamento da J1. Depois de um empate por 2 a 2 com o Console Sapporo, Zago foi demitido.

Como jogador, Antonio Carlos Zago teve uma carreira bastante marcante. O clube pelo qual jogou mais jogos foi a Roma, onde foi campeão italiano em 2001. Defendeu a seleção brasileira em 37 jogos, com três gols marcados. Revelado pelo São Paulo em 1990, teve passagens importantes também por Palmeiras e Corinthians antes de ir para a Roma, onde se consagrou. Encerrou a carreira em 2007, defendendo o Santos.

Na sua carreira como técnico, Zago iniciou a sua carreira no Juventude. No clube gaúcho, conseguiu o acesso para a Série B em 2016. Foi para o Internacional em 2017 para iniciar a campanha do time na Série B, mas acabou demitido. Foi anunciado pelo Fortaleza na Série C e conseguiu tirar o Leão do Pici da terceira divisão, alçando o clube à Série B.

Em 2017, voltou ao Juventude, onde ficou de outubro de 2017 a fevereiro de 2018. Depois, assumiu, já em setembro de 2018, o Red Bull Brasil. Ficou por lá até abril de 2019, quando foi junto com o projeto da equipe para Bragança Paulista.

Por lá, comandou o time na boa campanha no Campeonato Paulista 2019. Liderou o Grupo A, mas perdeu nas quartas de final para o Santos. Naquele mesmo ano, Zago comandou a histórica campanha do acesso do Red Bull Bragantino na Série B, com 22 vitórias, nove empates e sete derrotas. Foi campeão e conseguiu o acesso. Aceitou a proposta do Kashima Antlers para ir para o Japão.

O anúncio no Bolívar veio através do presidente do clube, Marcelo Claure. “Damos as boas-vindas a Antonio Carlos Zago como novo técnico do Bolívar. Múltiplo campeão como jogador no Brasil e como técnico foi eleito o melhor treinador do Campeonato Paulista de 2019. Sua liderança e estilo coincidem plenamente com o nosso Plano Centenário”, escreveu o dirigente no Twitter.

O Bolívar tinha como técnico Vladimir Soria, que estava internamente no comando da equipe desde a saída do espanhol José Ignacio González, em maio. A demissão veio depois da eliminação ainda na fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Na temporada 2020, o Bolívar acabou em terceiro lugar, com dois pontos a menos que o Always Ready, campeão, e um atrás do Strongest, segundo colocado. Conseguiu apenas a vaga para a Sul-Americana, já que apenas os dois primeiros vão à Libertadores pela Bolívia.

No Campeonato Boliviano desta temporada, o Bolívar fez oito partidas, com cinco vitórias, dois empates e uma derrota. É o segundo colocado, atrás do rival Strongest, que tem dois pontos a mais. O time volta a campo na próxima sexta-feira, 16, contra o Nacional Potosí, fora de casa. O objetivo do clube é brigar pelo título e voltar à Libertadores.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo