América do Sul

Temporada revisitada

Final de ano. Tempo de descanso, festas, reflexão, compras e… retrospectivas, é claro. Como não poderíamos perder a chance de fazer a nossa, e também, é claro, colocar em um lugar só todas as bagunças e maluquices diferentes de cada um dos torneios da América do Sul, aqui está a retrospectiva do que ocorreu nos campeonatos do continente em 2010.

Na semana que vem traremos os resumos das temporadas no Uruguai, Venezuela, Bolívia e Colômbia.

Chile

Em ano de Copa do Mundo e de um dos piores desastres da história chilena – o terremoto de 8.8 magnitude de momento que se abateu sobre o país em fevereiro – o campeonato nacional sofreu uma grande mudança em seu formato de disputa. Os tradicionais Apertura e Clausura deram espaço a um grande torneio de todos contra todos, com jornadas de ida e volta. Depois de uma arrancada do Colo-Colo no começo do certame, a Universidad Católica e a Universidad de Chile reagiram e fizeram sombra ao Cacique.

No entanto, a equipe alba, impulsionada por Jorquera, reagiu e chegou a abrir seis pontos de vantagem sobre seus perseguidores. E não é que mesmo assim o Colo-Colo perdeu o campeonato? Após uma sequência de resultados tenebrosa, a Universidad Católica se sagrou campeã na última rodada. Além dos dois times, Unión Española ou Audax Italiano também disputarão a Libertadores 2011. Os dois times fazem seu jogo decisivo pela terceira vaga no próximo domingo.

Campeão: Universidad Católica
Classificados à Libertadores: Universidad Católica, Colo-Colo e Audax Italiano ou Unión Española
Classificados à Copa Sul-Americana 2011: Deportes Iquique e mais dois a definir
Rebaixados: Everton e San Luis. Ainda podem ser rebaixados Universidad de Concepción e Santiago Morning, que disputam suas vagas com o terceiro e quarto lugar da segunda divisão
Promovidos: Municipal Iquique e Uníon La Calera. Ainda disputam o acesso, Deportes Antofagasta e Curicó Unido, que disputam suas vagas com Concepción e Santiago Morning

Peru

Do início ao fim apenas um time dominou o campeonato peruano de 2010. Mesmo com três fases distintas – todos contra todos com 30 rodadas, Liguillas com times em colocações pares e ímpares, e a finalíssima – só deu Universidad San Martín de Porres. A equipe faturou mais uma vez o campeonato nacional, chegando assim à sua terceira conquista em quatro temporadas. O título foi justo para uma equipe que teve 28 vitórias, 7 empates, 9 derrotas, marcou 87 gols e sofreu apenas 39, em 44 jogos.

Campeão: Universidad San Martín
Classificados à Libertadores: Universidad San Martín, León de Huánuco e Alianza Lima
Classificados à Copa Sul-Americana: Universitario de Deportes, Universidad César Vallejo e Juan Aurich
Rebaixados: José Gálvez e Total Chalaco
Promovidos: Cobresol e outra vaga a ser definida entre Unión Comercio e Alianza Porvenir-Unicachi

Paraguai

Dois torneios, dois campeões distintos, mas um coadjuvante que terminou o ano com a melhor campanha da temporada paraguaia; incongruências e injustiças do sistema de mata-mata. No Apertura 2010, o Guaraní se sobressaiu à concorrência e faturou o título, com 49 pontos em 22 jogos. Na segunda posição ficou o Cerro Porteño, com 45. Já o Clausura foi dominado pelo Libertad, que também com 49 pontos conseguiu o troféu.

Em segundo lugar ficou novamente o Cerro Porteño, desta vez com 46 pontos. Resultado: apesar de não ter faturado nenhum dos dois campeonatos, o Ciclón foi a melhor equipe na tabela acumulada, conseguindo assim apenas uma das vagas para a Libertadores. Festa para Guaraní e Libertad que, não tendo nada a ver com a história, comemoraram seus 10º e 15º títulos, respectivamente.

Campeões: Guaraní (Apertura) e Libertad (Clausura)
Classificados à Libertadores: Guaraní, Libertad e Cerro Porteño
Classificados à Copa Sul-Americana: Libertad, Nacional e Olimpia
Rebaixados: Sport Colombia e Sportivo Trinidense
Promovidos: General Caballero e Independiente CG

Equador

No Primera Etapa deu Emelec, com 46 pontos em 22 jogos. No Segunda Etapa deu LDU, com 47. No confronto dos dois times… deu muita confusão. Após a vitória da Liga por 2 a 0 no estádio Casablanca, na primeira partida da final do torneio, o Emelec disse que recorreria à Federação de Futebol Equatoriana para que a equipe de Quito fosse punida desportivamente pela escalação do lateral e meia Gonzalo Chila. Ele era acusado de usar uma identidade falsa.

Dias depois, Chila confessou que tinha adulterado o documento e que, além de não ter 26 anos, mas sim 29, se chamava Ángel Cheme. Mesmo sem Chila/Cheme em campo, a LDU venceu também o segundo jogo, dessa vez por 1 a 0. No dia seguinte a Federação anunciou que Cheme será suspenso do futebol profissional por dois anos, mas que a Liga nada sofrerá. Sendo assim, La U só teve que comemorar ao ganhar o campeonato nacional após um “jejum” de duas temporadas.

Campeão: LDU
Classificados à Libertadores: LDU, Emelec e Deportivo Quito
Classificados à Copa Sul-Americana: LDU e mais dois representantes, ainda indefinidos
Rebaixados: Universidad Católica e Macará
Promovidos: Liga de Loja e Imbabura SC

Libertadores 2011

Faltando apenas a definição dos representantes 2 e 3 da Colômbia e 3 do Chile, vamos repassar como estão os confrontos e as chaves da Taça Libertadores da América 2011.

Fase pré-Libertadores

Jogo 1: Corinthians x Santa Fé, Deportes Tolima ou Once Caldas (COL)
Jogo 2: Jaguares (MEX) x Alianza Lima (PER)
Jogo 3: Cerro Porteño (PAR) x Deportivo Petare (VEN)
Jogo 4: Audax Italiano ou Unión Española (CHI) x Bolivar (BOL)
Jogo 5: Independiente (ARG) x Deportivo Quito (EQU)
Jogo 6: Grêmio x Liverpool (URU)

Grupos

Grupo 1: Universidad San Martín (PER); Libertad (PAR); Deportes Tolima ou Once Caldas (COL) e San Luis (MEX)

Grupo 2: Junior Barranquilla (COL); Oriente Petrolero (BOL); León de Huánuco (PER) e Vencedor do Jogo 6

Grupo 3: Argentinos Júniors (ARG); Nacional (URU); Fluminense e América (MEX)

Grupo 4: Caracas (VEN); Universidad Católica (CHI); Vélez Sarsfield (ARG) e Vencedor do Jogo 4

Grupo 5: Santos; Colo-Colo (CHI); Deportivo Táchira (VEN) e Vencedor do Jogo 3

Grupo 6: Internacional; Jorge Wilstermann (BOL); Emelec (EQU) e Vencedor do Jogo 2

Grupo 7: Estudiantes (ARG); Guaraní (PAR); Cruzeiro e Vencedor do Jogo 1

Grupo 8: LDU (EQU); Peñarol (URU); Godoy Cruz (ARG) e Vencedor do Jogo 5

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo