ÁfricaAmérica do SulCopa do MundoEliminatórias da CopaEuropaMéxicoMundo

Saiba quais seleções podem se classificar à Copa nesta sexta

O clima de Copa do Mundo já começa a dominar o Brasil. E o Mundial de 2014 pode tomar metade de sua forma nesta sexta-feira. Dez seleções já estão garantidas na competição: Brasil, Argentina, Itália, Holanda, Japão, Austrália, Irã, Coreia do Sul, Estados Unidos e Costa Rica. E mais sete países podem comprar as passagens nesta rodada das Eliminatórias. Colômbia e Chile, que se enfrentam, podem se garantir. Há a possibilidade até de os dois se classificarem, dependendo de outros resultados. Honduras também tem o sonho vivo na Concacaf. E Alemanha, Bélgica, Rússia e Suíça podem se juntar ao grupo de classificados na Europa.

A Data Fifa, entretanto, não se contém a quem vai ou não à Copa. Alguns jogos não definirão vaga, mas são tão decisivos quanto. Em Quito, Equador e Uruguai fazem o jogão na zona da Conmebol. A África dá início aos seus “jogos mortais”, com cinco mata-matas que delinearão sua disputa. A Europa conta com os últimos suspiros entre repescagem e vagas diretas. E o Brasil entra em campo em um dos últimos testes de Luiz Felipe Scolari, contra a Coreia do Sul.

– Confira a programação de TV

O jogão

Equador x Uruguai
Sexta-feira, 18h00 (Sports+)

Uruguay Ecuador WCup Soccer

As cinco primeiras colocações nas Eliminatórias Sul-Americanas parecem definidas. Por mais que a Venezuela ainda tenha chances, é difícil imaginar que haja uma reviravolta entre os postulantes ao Mundial. No entanto, mesmo restando só mais duas rodadas para o fim do torneio, ainda é possível esperar por uma decisão na América do Sul. Quito é o palco da final, em um jogo que tem tudo para definir o adversário da Jordânia na repescagem. Equador e Uruguai aparecem com os mesmos 22 pontos e a vitória será vital para qualquer um dos lados.

Rescaldada pela repescagem nos últimos quatro mundiais, a Celeste aposta suas fichas no empenho defensivo e nas bolas longas para Luis Suárez e Edinson Cavani, que marcou a recuperação do time de Óscar Tabárez no qualificatório – com triunfos importantíssimos sobre Venezuela, Peru e Colômbia nos últimos três jogos. Porém, os uruguaios precisam ter consciência da dureza que é enfrentar a altitude de Quito. Em casa, La Tri só não venceu a Argentina e conquistou 19 de seus 22 pontos na tabela.

Fique de olho também

Colômbia x Chile
Sexta-feira, 18h00

O encontro das duas sensações das Eliminatórias Sul-Americanas, que dará vaga a uma das duas equipes na Copa do Mundo ou até às duas. A Colômbia poderia ter garantido a vinda ao Mundial já na última rodada, mas não conseguiu. Desta vez, a equipe de José Pekerman joga diante de sua torcida em Barranquilla e só depende de um empate para confirmar a classificação. Como trunfo, tanto quanto a presença de Falcao García no ataque, José Pekerman tem a defesa menos vazada da competição. Do outro lado, porém, o Chile sustenta a melhor sequência no qualificatório. O time de Jorge Sampaoli venceu seus últimos quatro jogos. E enchendo os olhos de seus torcedores, com atuações ofensivas impressionantes. A vitória coloca a Roja na Copa, mas pode até colocar a Colômbia também, caso haja vencedor no confronto entre Equador e Uruguai.

México x Panamá
Sexta-feira, 22h30 (Sportv 3, ESPN e Bandsports)

Gold Cup Panama Mexico Soccee

O México esteve presente nas últimas cinco Copas do Mundo e somente em três oportunidades não conseguiu passar pelas Eliminatórias – a última delas em 1982. Por isso, a campanha de El Tri rumo ao Mundial de 2014 é  desastrosa. Os mexicanos precisam a todo custo da vitória sobre o Panamá, algoz na última Copa Ouro, já que enfrentam um adversário direto e terão parada duríssima na última rodada, fora de casa contra a Costa Rica. O problema é que a última exibição do time no Estádio Azteca foi vexatória, com derrota para Honduras. Desde então, José Manuel de la Torre foi demitido e Victor Manuel Vucetich assumiu o comando da seleção. E a torcida espera que o novo treinador coloque o time ao menos na repescagem, algo factível com um triunfo nesta sexta, para que a vaga na Copa fosse decidida contra a Nova Zelândia.

Croácia x Bélgica
Sexta-feira, 13h00 (Sportv 2 e Fox Sports)

A badalada geração belga fez por merecer as expectativas nas Eliminatórias. Em um grupo que prometia ser equilibrado, o time treinador por Marc Wilmots deslanchou e pode ir à Copa com uma rodada de antecedência. Para isso, precisa manter a invencibilidade em Zagreb, contra uma Croácia que também vem forte na competição e só foi derrotada uma vez. O problema é que, além do ambiente hostil, os Diabos Vermelhos precisarão lidar com a ausência do capitão Vincent Kompany. Ainda assim, mesmo se os croatas vencerem, a situação parece sob controle à Bélgica. Na última rodada, o time só precisa vencer o lanterna Gales em casa, enquanto os balcânicos pegam fora a Escócia, única seleção que os derrotou nesta campanha.

Inglaterra x Montenegro
Sexta-feira, 16h00 (ESPN)

Nenhum outro grupo das Eliminatórias na Europa está tão indefinido quanto o H. Ainda assim, a Inglaterra tem uma chance de ouro para colocar um pé no Brasil. Os Three Lions recebem Montenegro em Wembley e, com uma vitória e um tropeço da Ucrânia, ficam a um ponto da Copa. O problema é que este é o típico jogo em que os ingleses têm a obrigação de sair com três pontos, já que a distância para montenegrinos, poloneses e ucranianos não é tão grande e um empate já colocaria pressão. Para ajudar, o time de Roy Hodgson contará com força máxima, com Wayne Rooney, Frank Lampard e Steven Gerrard à disposição. Também é bom acompanhar Ucrânia x Polônia em Kharkiv, ambas vivíssimas na disputa.

Podem se garantir na Copa

Alemanha x Irlanda
Sexta-feira, 15h45 (Sportv e Esporte Interativo)

oezil-mueller-514

A Alemanha só não é nome certo na Copa por questão de detalhe. O Nationalelf lidera o Grupo C com cinco pontos de vantagem. Joga em Colônia contra a praticamente eliminada Irlanda e uma vitória basta para comprar as passagens ao Brasil – ou mesmo uma derrota, dependendo do resultado entre Suécia e Áustria, que deverão lutar pela repescagem. Sem Miroslav Klose e Mario Gomez, Joachim Löw deverá escalar uma equipe cheia de jovens, sobretudo no ataque. Oportunidade para Thomas Müller, Marco Reus, Mario Götze, Mesut Özil, Julian Draxler e os outros homens de frente mostrarem que não é só o presente que é promissor aos alemães – o futuro parece ainda melhor.

Luxemburgo x Rússia
Sexta-feira, 15h30

Mais do que uma chance de goleada, a visita da Rússia ao Estádio Josy Barthel pode ser festivo. Se vencer Luxemburgo e Portugal perder para Israel, o time de Fábio Capello se confirma na Copa. No último confronto entre os dois países, os russos venceram com o pé nas costas, 4 a 1 em Kazan. Autores de quatro gols nas Eliminatórias, Aleksandr Kerzhakov e Aleksandr Kokorin têm a chance de deslanchar na tabela de artilheiros. Vale também ficar de olho no jogo entre portugueses e israelenses. Se segurar ao menos o empate em Lisboa, a Seleção das Quinas já se coloca na repescagem.

Albânia x Suíça
Sexta-feira, 15h30 (Bandsports)

Você pode não simpatizar muito com a seleção suíça, mas o sucesso da equipe nos últimos anos é inegável. Algo que perpetua a equipe em boas posições no Ranking da Fifa e facilita muito sua vida nos chaveamentos das Eliminatórias. Em um grupo sem grandes equipes, os suíços têm a chance de se garantir na Copa com uma rodada de antecipação, o que pode acontecer com uma vitória sobre a Albânia em Tirana ou mesmo com um tropeço, caso Islândia e Eslovênia não vençam. A vida está fácil para os comandados de Ottmar Hitzfeld, que devem ver uma briga de foice entre islandeses, eslovenos, noruegueses e albaneses pela segunda colocação da chave.

O reencontro

Costa do Marfim x Senegal
Sábado, 14h00  (Bandsports)

Didier Drogba, da Costa do Marfim

Não faz muito tempo que Costa do Marfim e Senegal se cruzaram em um jogo decisivo. No ano passado, os dois países da costa do Atlântico disputaram uma vaga na Copa Africana de Nações. Mesmo decidindo fora de casa, os marfinenses se impuseram graças à grande atuação de Didier Drogba. Motivo suficiente para a revolta dos torcedores senegaleses, que incendiaram parte do estádio de Dacar, invadiram o campo e forçaram os visitantes a saírem do gramado escoltados pela polícia. Desta vez, o clássico é ainda mais importante, no primeiro encontro do duelo pela classificação à Copa. Na rodada, também vale ficar de olho na sensação Etiópia, que recebe a campeã africana Nigéria no domingo.

O clássico

Honduras x Costa Rica
Sexta-feira, 18h00 (ESPN)

Estados Unidos e Costa Rica foram as primeiras seleções da Concacaf que se confirmaram na Copa. E Honduras poderá ser o terceiro time do continente a garantir presença no Brasil. Para tanto, terá que vencer o dérbi contra os Ticos em San Pedro de Sula, além de torcer por um empate entre México e Panamá. O Clássico Centroamericano teve seu primeiro confronto na década de 1930 e, desde então, são 56 partidas oficiais, com equilíbrio enorme: 20 vitórias costarriquenhas e 17 hondurenhas. No último jogo em casa pelas Eliminatórias, Honduras venceu por 4 a 0, em um resultado fundamental na trajetória rumo à Copa de 2010.

O cara

Michu
Espanha x Belarus
Sexta-feira, 17h00 (Sportv 2 e Esporte Interativo)

Vicente Del Bosque ainda tenta encontrar o nome ideal para comandar o ataque da Espanha. Fernando Torres, David Villa, Álvaro Negredo e Roberto Soldado foram testados nos últimos tempos, mas ninguém fez o suficiente para convencer o treinador. A mais nova aposta é Michu, badalado na Premier League com o Swansea e que demorou a ganhar uma chance na Fúria. E o atacante começou impressionando nos treinos, balançando as redes de Iker Casillas. Contra Belarus, em Mallorca, a Roja terá uma ótima oportunidade para golear. Uma vitória praticamente coloca os atuais campeões do mundo na Copa, dependendo de um empate contra a Geórgia ou de um tropeço da França contra a Finlândia na rodada final.

O brasileiro

Ramires
Coreia do Sul x Brasil
Sábado, 8h00 (Globo e Sportv)

Brazil Australia Soccer Ramires

Deixado de lado na Copa das Confederações, Ramires caminha a passos firmes rumo à Copa do Mundo. O volante do Chelsea aproveitou muito bem a última convocação da Seleção e parece conquistar cada vez mais espaço com Luiz Felipe Scolari. No treino desta quinta-feira para o amistoso contra a Coreia do Sul, o meio-campista foi titular no lugar de Hulk. Pode ser uma peça importante por proporcionar variações táticas ao time, além de reforçar a marcação. Se depender de seu empenho, é nome certo para o Mundial de 2014.

Passe longe

Moldávia x San Marino
Sexta-feira, 13h00

O Grupo H conta com dois confrontos diretos pelas primeiras vagas da chave: Inglaterra x Montenegro e Ucrânia x Polônia. Diante de tanta emoção, o que sobra? Uma aula de maus tratos à bola entre Moldávia e San Marino, no limbo da chave. Os moldavos podem se gabar dos cinco pontos que têm, frutos da vitória contra os próprios sanmarineses, bem como de empates com poloneses e ucranianos. Já San Marino tem a pior campanha das Eliminatórias. Ao lado de Andorra e Ilhas Faroe, são os únicos sem pontuar, têm média de mais de cinco gols sofridos por jogo e só balançaram as redes uma vez. Miséria pura.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo