Libertadores

Não deu para o Santos, mais uma vez derrotado pelo Barcelona e eliminado da Libertadores

O atual vice-campeão sul-americano ficou em terceiro lugar no grupo e seguirá a temporada na Copa Sul-Americana

Era muito difícil e, no fundo, não esteve em jogo nesta quarta-feira. O Boca Juniors precisava tropeçar e fez 1 a 0 aos três minutos contra o The Strongest. O Santos tinha que ganhar o seu jogo, o que já era difícil o suficiente, e ainda secar os argentinos. Nenhuma das duas coisas aconteceu. O Barcelona venceu por 3 a 1, e o vice-campeão sul-americano está eliminado da fase de grupos da Libertadores.

A eliminação, de certa forma, foi anunciada desde a primeira a rodada, quando perdeu um confronto direto crucial contra o Barcelona na Vila Belmiro. Nem aqueles três pontos, porém, teriam feito a diferença sem algum resultado fora de casa – foram três derrotas na estrada.

Embora tenha sido vice-campeão, a nova temporada começou complicada para o Santos. Lucas Veríssimo e Diego Pituca haviam ido embora, sem reposição, porque o clube ainda estava sob embargo de transferências. Precisou vender Soteldo, outro de seus pilares, para se livrar dele.

Houve uma troca de treinador muito precoce com a saída de Ariel Holan e se passaram cerca de 15 dias até o anúncio de Fernando Diniz, o que nesta Libertadores, com a fase de grupos acelerada em semanas consecutivas, significou bastante tempo perdido. Diniz mal começou o seu trabalho, embora tenha conseguido uma vitória importante contra o Boca em sua estreia que deu alguma esperança.

A dinâmica do jogo contra o Barcelona em Guayaquil foi parecida com o da Vila Belmiro. O Santos teve mais posse de bola e foi castigado com ataques rápidos dos equatorianos. Logo aos 15 minutos, Leonel Quiñónez subiu pela esquerda em uma dessas investidas e cruzou à segunda trave, onde Damián Díaz apareceu para completar de primeira e abrir o placar.

O goleiro João Paulo teve que trabalhar bem para afastar um chute de Castillo de fora da área e também encaixou um bonito voleio de Díaz. O fiapo de esperança apareceu nos acréscimos da etapa inicial, quando Lucas Braga carregou e finalizou cruzado. O goleiro Burrai deu rebote, e Kaio Jorge empatou.

Mas o Boca Juniors já fazia 2 a 0 no The Strongest e o Barcelona não demoraria para voltar a ficar em vantagem. Aos nove minutos do segundo tempo, Hoyos fez boa jogada pelo lado direito, ganhou de Felipe Jonathan foi à linha de fundo e tocou para trás. Díaz chegou batendo para o 2 a 1.

A vitória do Barcelona, líder do grupo com 13 pontos, contra 10 do Boca e seis dos outros integrantes, foi selada na marca de meia hora. Cortez aproveitou a dividida seca de Luan Peres para ficar livre no meio-campo e soltou a bola no buraco da defesa adversária. Montaño se projetou e bateu na saída de João Paulo, sentenciando de vez o Santos a seguir a temporada na Copa Sul-Americana.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo