Libertadores

Fluminense reencontra o Cerro Porteño; relembre confrontos marcantes

Jogo épico na Sul-Americana de 2009 marcou a história de Fluminense e Cerro, que ainda se enfrentaram na Libertadores de 2021

Na quinta-feira (24), às 19h (de Brasília), o Fluminense volta a campo pela Libertadores e enfrentará um velho conhecido. No seu retorno à Assunção, por onde passou na campanha do título inédito da competição em 2023, o Tricolor encontra o Cerro Porteño pela sexta vez em sua história. E os últimos confrontos foram marcantes.

O primeiro jogo entre tricolores e blaugranas foi no Paraguai, em 1964. No Defensores del Chaco, os dois times se enfrentaram por um amistoso que terminou empatado por 2 a 2. De lá para cá, foram quatro jogos no século XXI. E até aqui, o Flu não perdeu nenhum jogo para o time paraguaio.

Fluminense e Cerro fizeram semi da Sul-Americana em 2009

O mais intenso deles foi em 2009 e teve de tudo nos dois jogos. Pela Copa Sul-Americana, Fluminense e Cerro Porteño se encontraram nas semifinais, e a classificação dos tricolores aconteceu em um jogo com contornos de dramaticidade no Maracanã.

O Flu vivia um momento ruim. Um ano após ser vice-campeão da Libertadores, a equipe lutava contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e a situação, que parecia irreversível, começava a mudar. Os confrontos contra o Cerro fizeram parte de um novembro inesquecível para os tricolores: foram oito vitórias em nove jogos, o suficiente para escapar do descenso e chegar à final da Sul-Americana.

Para isso, o Fluminense precisou passar pelos paraguaios. Foram duas vitórias, mas a história foi bem mais complicada.

Classificação épica do Fluminense terminou em pancadaria

Na ida, em La Nueva Olla, o Tricolor atropelou na bola, mas venceu por apenas 1 a 0, com gol de Fred e ao menos dois pênaltis ignorados pela arbitragem. A volta reservaria uma partida épica do Fluminense.

Bastaram seis minutos para que o Cerro Porteño igualasse o placar agregado, com Cáceres — nessa época, o gol fora de casa era qualificado na competição. Com um Maracanã com 50 mil pessoas, o Flu fez de tudo pelo empate, mas esbarrava em um ferrolho paraguaio e uma arbitragem condescendente com a violência. O centroavante Nanni acertou uma cotovelada em Gum, que cortou o supercílio, ficou ensaguentado e precisou enfaixar a cabeça. O juiz nada marcou.

E o zagueiro que viraria ídolo seria o herói. Aos 45 do segundo tempo, Gum já era um centroavante na área do Cerro. Ele aproveitou bate e rebate para chutar forte, no canto, e explodir o Maracanã. Ainda sobraria tempo para Alan, aos 49, driblar o goleiro Barreto na intermediária e comemorar com o gol vazio antes mesmo de tocar para as redes.

O que era uma catarse, entretanto, virou pancadaria. O árbitro Carlos Chandía nem apitara o fim do jogo, mas os paraguaios invadiram o campo revoltados para resolver na mão o que não conseguiram na bola. Nem assim conseguiram. Uma briga generalizada tomou conta do gramado até que a Polícia Militar conseguisse separar todos. Nos vestiários, os jogadores ouviram o fim do jogo e comemoraram a vaga na grande final.

Na Libertadores de 2021, classificação fácil do Fluminense

O reencontro foi em 2021, quando o Fluminense voltou à Libertadores após oito anos. Nas oitavas de final, o Tricolor de Roger Machado foi ao Paraguai enfrentar o Cerro Porteño e nem tomou conhecimento do time comandado por Arce. Os técnicos, curiosamente, foram companheiros e laterais do Grêmio nos anos 1990.

Nenê e Egídio marcaram os gols da vitória fácil do Flu em La Nueva Olla. A atuação foi boa e empolgava a torcida tricolor após classificação com vitória épica sobre o River Plate no Monumental de Núñez na primeira fase. O 2 a 0 fora de casa fez do jogo da volta uma mera formalidade.

De volta ao time titular, Fred marcou de pênalti aos 23 minutos e o Tricolor apenas deixou o relógio correr. Hoje dirigente, o eterno ídolo também reencontra o Cerro Porteño. A bola rola nesta quinta-feira (25), às 19h (de Brasília), em La Nueva Olla, pelo grupo A da Libertadores. O Fluminense é o líder da chave, com quatro pontos, e os paraguaios são terceiro colocados, com três.

Onde assistir ao jogo do Fluminense: em qual canal vai passar

O jogo Cerro Porteño x Fluminense, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, acontece na próxima quinta-feira (25), às 19h (horário de Brasília). Saiba onde assistir ao jogo do Fluminense neste artigo.

  • Data: quinta-feira, 25 de abril de 2024;
  • Horário: 19h (horário de Brasília);
  • Local: Estádio General Pablo Rojas, em Assunção, no Paraguai;
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo