Libertadores

Flamengo conhece adversários na fase de grupos da Libertadores para retornar ao topo da América

Bolívar, Millonarios e Palestino estão no caminho do Flamengo nesta primeira instância, a fase de grupos da Libertadores

O Flamengo conheceu seus adversários na fase de grupos da Libertadores. Em sorteio realizado na sede da Conmebol, entidade máxima do futebol sul-americano, em Luque, no Paraguai, a sorte colocou Bolívar, da Bolívia, Millonarios, da Colômbia, e Palestino, do Chile, no caminho de Tite e companhia. Assim como nos últimos anos, o Rubro-Negro terá trabalho para se classificar ao mata-mata.

Como foi montado o grupo

Como estava no pote 1, o Flamengo foi chamado como cabeça de chave do Grupo E, após São Paulo, Grêmio e LDU de Quito. Vale destacar que o Fluminense já estava definido no Grupo A, por ter sido campeão da última Libertadores. Os adversários seriam definidos nos potes seguintes.

Do segundo pote, uma pedreira logo de cara. Não que o Bolívar seja um adversário de peso, mas a altitude, essa sim, pesa muito em favor da equipe de La Paz. Depois, vindo do terceiro, o Flamengo voltará à Colômbia depois de quatro anos para enfrentar o Millonarios. Por fim, sem muitas surpresas, o Rubro-Negro enfrentará o Palestino, do Chile.

Últimas participações do Flamengo na Libertadores

O Rubro-Negro vive uma sequência de oito anos consecutivos na Libertadores, a maior de sua história, e conseguiu chegar ao topo da América em duas oportunidades no período. A primeira participação (2017), no entanto, rendeu uma eliminação na fase de grupos de maneira dolorosa, algo que o Flamengo evitou, de maneira muito cuidadosa, nos anos seguintes.

A Glória Eterna veio para o Flamengo em 2019, quando aquela máquina de Jorge Jesus conquistou a América ao vencer o River Plate na final, com dois gols de Gabigol. O Rubro-Negro voltou a conquistar o título três anos depois, quando Dorival Júnior conseguiu montar um esquadrão que terminou a campanha no topo do continente de maneira invicta.

Gabigol marcou e deu o título ao Flamengo em 2019 e 2022 (RODRIGO BUENDIA/AFP via Getty Images/One Football)

É importante frisar que o Flamengo também teve insucessos na Libertadores desde que Rodolfo Landim assumiu. Um ano depois de conquistar o bicampeonato, o Rubro-Negro foi eliminado pelo Racing em pleno Maracanã, nas oitavas de final. Em 2021, a equipe comandada por Renato Gaúcho chegou à decisão, mas perdeu para o Palmeiras na prorrogação.

A última experiência também é motivo de motivação para o atual elenco. Comandado por Jorge Sampaoli, o Flamengo foi eliminado pelo Olimpia na posição de atual campeão, em noite para esquecer no Defensores Del Chaco. Os atletas, sem dúvida, querem deixar a lembrança ruim de 2023 para trás e buscar o quarto título de Libertadores do clube.

A última experiência do Flamengo em Libertadores terminou com muita tristeza (Foto: Divulgação/Olimpia)

Veja números* do Flamengo na história da Libertadores

  • 170 jogos (97 vitórias, 35 empates e 38 derrotas) – 63% de aproveitamento
  • 73% de aproveitamento em casa (apenas 11 derrotas em 84 jogos)
  • 49% de aproveitamento fora de casa (34 vitórias em 83 jogos)
  • +142 de saldo (329 gols marcados e 187 gols sofridos)
  • 17 jogos – Maior invencibilidade do clube e segunda maior do torneio
  • Gabigol – Maior artilheiro da história do Flamengo no torneio – 31 gols
  • 3 títulos – Um dos maiores campeões do Brasil

*Fonte: Site OGol

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo