Libertadores

Empate frustrante deixa o Botafogo na segunda colocação do grupo da Libertadores

Já classificado para as oitavas, o Botafogo precisava da vitória para ficar na liderança e ter vantagem na próxima fase, mas ficou apenas no 0 a 0 com o Junior

O Botafogo não conseguiu sair do empate com o Junior Barranquilla-COL, nesta terça-feira (28), e ficou na segunda colocação do Grupo D da Copa Libertadores. Em jogo válido pela última rodada da fase de grupos, valendo a liderança da chave, o Glorioso entrou em campo com um time misto e, mesmo fazendo um bom primeiro tempo e tendo chances de vencer, ficou em um morno 0 a 0 com o time colombiano, que terminou na primeira colocação.

Com o resultado, o Botafogo vai encarar o primeiro colocado de um dos grupos e pode ter uma pedreira pela frente nas oitavas de final da Libertadores.

Artur Jorge escala time misto contra o Junior

Apesar da partida ainda valer a liderança do Grupo D da Copa Libertadores, o técnico Artur Jorge surpreendeu na escalação do Botafogo. O português escalou um time misto, com alguns jogadores que vinham recebendo poucas chances entes os onze iniciais, como o goleiro Gatito Fernández e o jovem atacante Yarlen. Os meias Diego Hernández e Óscar Romero, que recentemente ficaram dez dias afastados por indisciplina também voltaram ao time e logo como titulares.

Como foi o empate entre Junior Barranquilla e Botafogo

Mesmo com um time alternativo, o Botafogo foi superior ao Junior Barranquilla desde os primeiro momentos do jogo na Colômbia. A equipe de Artur Jorge mostrou bom entrosamento, principalmente entre os laterais e os meias, e conseguiu ser mais perigoso na primeira etapa, enquanto Gatito Fernández praticamente não teve trabalho nos 45 minutos iniciais. O único lance de perigo do time da casa aconteceu em lance que acabou anulado por impedimento.

Melhor em campo, o Botafogo teve um bom volume ofensivo, mas pecou na conclusão das jogadas, seja no último passe ou nas finalizações. Óscar Romero e Tchê Tchê tiveram as melhores oportunidades, mas finalizaram para fora.

Expulsão complica situação do Botafogo

Na volta do intervalo, o Junior Barranquilla conseguiu melhorar defensivamente o Botafogo deixou de criar tantas oportunidades. E a situação do Glorioso ficou ainda pior aos 15′, quando Diego Hernández fez falta dura em Enamorado, com uma solada na altura do joelho, e recebeu o cartão vermelho direto.

O meia uruguaio vinha de um período de afastamento por indisciplina e deixou o time com um a menos em partida importante pela Libertadores, o que pode complicar a sua situação no clube.

Depois da expulsão de Hernández, o Junior Barranquilla cresceu na partida e logo conseguiu criar uma boa oportunidade com Caicedo, mas Gatito Fernández saiu muito bem do gol e conseguiu desviar a bola. Bacca ainda esticou a perna, mas não alcançou a bola. No entanto, ficou por isso mesmo. O Junior teve mais a bola e empurrou o Botafogo contra a própria área, mas não conseguiu criar mais chances de gols.

Como ficou a situação do Grupo D da Libertadores?

Com o empate entre Botafogo e Junior Barranquilla, os colombianos ficaram na liderança do Grupo D da Copa Libertadores, com os mesmos 10 pontos do Glorioso, mas com saldo melhor. A LDU, que bateu o Universitario-PER nesta terça-feira, ficou na terceira colocação e vai para os play-offs da Copa Sul-Americana, enquanto os peruanos ficaram na lanterna da chave.

Próximos jogos do Botafogo

  • Corinthians x Botafogo – Campeonato Brasileiro – sábado, 01 de junho de 2024 – 21h (horário de Brasília);
  • Botafogo x Fluminense – Campeonato Brasileiro – quarta-feira, 12 de junho de 2024 – 17h (horário de Brasília);
  • Grêmio x Botafogo – Campeonato Brasileiro – domingo, 16 de junho de 2024 – 18h30 (horário de Brasília);
Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Jornalista formado pela UFF e com passagens, como repórter e editor, pelo LANCE!, Esporte News Mundo e Jogada10. Já trabalhou na cobertura de duas finais de Libertadores in loco. Na Trivela, é setorista do Vasco e do Botafogo.
Botão Voltar ao topo