Libertadores

Coudet fala em problema físico no Inter, mas demonstra confiança na virada

Inter demonstra confiança apesar de resultado ruim contra o River Plate

O técnico Eduardo Coudet justificou a derrota do Internacional para o River Plate em entrevista coletiva no Estádio Monumental de Nuñez. O treinador colorado deu explicações sobre as trocas realizadas na equipe durante o jogo e mostrou confiança na virada no marcado na partida de volta.

O Inter saiu na frente nos acréscimos do primeiro tempo com Enner Valencia após um primeiro tempo de boa atuação da equipe. No segundo tempo, o Colorado aceitou a pressão do River Plate, Sergio Rochet fez difíceis e importantes defesas, mas a virada veio com dois gols do atacante argentino Solari.

+Leia mais: Inter perde para o River Plate na Argentina, mas fica vivo na Libertadores

Coudet coloca problema físico como justificativa para queda

O Inter teve atuações distintas nos dois tempos do enfrentamento. Após um primeiro tempo com gol, chances criadas e controle das ações ofensivas do River, o Colorado permitiu na segunda etapa uma forte pressão do adversário e não suportou. A piora, segundo o treinador, se deu pela falta de uma melhor forma física dos jogadores.

– É evidente que sentimos a parte física, principalmente depois dos 60 minutos. Fizemos um grande primeiro tempo e é uma situação que já estamos falando e precisamos melhorar. No sábado também fizemos um bom primeiro tempo. Foi muito desgastante. Vamos agora recuperar e chegar de boa forma na terça-feira na revanche em casa.

Trocas no time durante o jogo geraram críticas

A torcida do Inter reagiu nas redes sociais às trocas de Eduardo Coudet durante a partida. As entradas de Campanharo e Rômulo fortaleceram o setor de marcação, mas para muitos fez o time ficar sem força ofensiva, aumentando a pressão dos argentinos.

– Colocamos jogadores com característica mais defensiva. No primeiro gol tivemos uma bola pelo lado direito em um lance que talvez tenha sido falta em Wanderson no ataque e por isso a linha estava um pouco alta. Creio que o primeiro tempo e o início do segundo conseguimos controlar bem o jogo contra uma equipe muito difícil de jogar aqui.

Coudet esteve agitado no reservado comandando o Inter (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

– Pensamos em Campanharo por uma circunstância de jogo. Vamos precisar de todos os jogadores. Temos essa questão física que vamos melhorando com o tempo. Uma questão que já era falada anteriormente. Da outra vez, fizemos uma boa pré-temporada e uma boa preparação. Temos essa necessidade pelo imediato. Temos pouco tempo para ver o que queremos e como podemos jogar.

– Estávamos ofensivos e queríamos dar uma força defensiva maior ao time. Não precisava mais atacar tanto e estávamos cansados. Precisava de jogadores mais combativos como Rômulo e Campanharo.

Mauricio e Pedro Henrique pedem espaço no time

Para muitos torcedores, Pedro Henrique e Mauricio deveriam ser titulares nas vagas de Wanderson e De Pena. Os dois atletas que começaram não vivem boa fase e novamente não tiveram boa atuação. Citando também Luiz Adriano, o treinador explicou os motivos de não iniciar com o atacante e o meia.

– Luiz Adriano perdeu alguns treinos, Pedro e Mauricio voltaram de lesão muscular. Precisam retomar ritmo de jogo. Estou muito agradecido com os jogadores pela vantagem e esforço que fazem. Não posso criticar isso. Estão tentando fazer o melhor.

– Mauricio precisa de minutos, mas o que aconteceu hoje foi que ainda praticamente não jogou. Ele esteve 15 minutos sábado e hoje prometia ser muito intenso e difícil. Decidimos por jogadores com mais ritmo de jogo. Seguramente Mauricio ainda será muito importante pra a gente. Precisamos dar minutos pra ele e seguramente terá no próximo jogo. O mesmo serve para Pedro Henrique.

Coudet demonstra confiança na classificação

Eduardo Coudet mostrou confiar que o Inter possa reverter a desvantagem. O treinador citou a força do clube jogando como mandante para vencer e conquistar a vaga para a próxima fase da Copa Libertadores.

– Ninguém gosta de perder, mas é um resultado de um gol de diferença e agora vamos jogar em casa. Sabemos que somos muito fortes em casa, com a nossa torcida. Só um gol de diferença.

– A mensagem é que estamos vivos na série. Perdemos por 1 a 0 e vamos tentar chegar melhor no jogo da volta. Certamente estaremos mais descansados. Vamos cuidar dos jogadores para chegar à melhor forma no outro jogo. Acho que a equipe está encontrando coisas positivas. Ninguém gosta de perder e a verdade é que temos que trabalhar.

– Tivemos poucos treinos. Desde que cheguei, acho que somente quatro treinos mais fortes. Vamos crescendo com o tempo. Teremos pouco tempo novamente, mas vamos fazer de tudo para chegar melhor e fazer um grande jogo na volta.

Decisão ficou para o Estádio Beira-Rio

Inter e River Plate voltam a se enfrentar na próxima semana, dia 8, às 21h, no Estádio Beira-Rio. A casa colorada estará completamente lotada para empurrar o time em busca da vitória e da classificação. Antes, no sábado, o Colorado enfrentará o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro.

Foto de Bruno Soares

Bruno Soares

Bruno Soares nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) em 2023. Antes de escrever para Trivela, passou por rádio Grenal, Ulbra TV e MS+ Sports
Botão Voltar ao topo