Libertadores

Botafogo alcança objetivo de Artur Jorge, mas ainda precisa evoluir na Libertadores

Mesmo com classificação para as oitavas da Libertadores, técnico Artur Jorge admitiu jogo sofrido do time contra o Universitario-PER

O Botafogo atingiu mais um objetivo desta temporada. Depois de chegar na fase de grupos da Copa Libertadores, passando por duas eliminatórias prévias, o Glorioso já garantiu, de forma antecipada, a classificação para as oitavas de final da competição continental. E, para isso, contou com uma boa influência do técnico Artur Jorge. Há cerca de 40 dias no cargo, o português atingiu, pessoalmente, o seu primeiro objetivo no clube. Mas já sabe que precisará melhorar ainda mais para ir atrás de outras metas.

A vitória por 1 a 0 sobre o Universitario-PER, na última quinta-feira (16), foi um bom exemplo deste momento. O time mostrou boa atitude e eficiência defensiva. Mesmo com alguns momentos de pressão do Universitario, a equipe praticamente não cedeu chances claras de gols ao time peruano. Os donos da casa só finalizaram duas bolas na direção do gol de Jhon.

Por outro lado, mesmo com um time considerado ofensivo, o Botafogo, assim como o Universitario, também teve muita dificuldade para criar chances de gols. Com problemas no meio de campo, que teve Danilo Barbosa, Marlon Freitas e Tchê Tchê como titulares, a bola pouco chegou nos três atacantes. Savarino, pela esquerda, muitas vezes estava afastado da área, assim como Júnior Santos.

O Botafogo terminou o jogo com apenas uma finalização na direção do gol — justamente o chute de Jeffinho que garantiu a vitória por 1 a 0. No total, foram cinco arremates. Com pouca presença de área, motivada em parte, é claro, pela falta de um centroavante, e nos arredores, e sem criatividade no meio, o Glorioso tinha tudo para passar o jogo em branco. Mas um ótimo passe de Savarino, após falha da defesa peruana, encontrou Jeffinho entrando livre na área para marcar e garantir a classificação do Botafogo.

https://x.com/LibertadoresBR/status/1791265860398514609

Artur Jorge admite jogo sofrido do Botafogo

Depois da partida, mesmo com a vitória e a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores, o técnico Artur Jorge não escondeu as críticas ao seu time. Apesar de também ter elogiado a atitude do time e valorizado a vaga na próxima fase, o português admitiu que o jogo em Lima não foi bom.

— Nós temos um contexto mais alargado para analisar. O jogo em si não foi muito bem jogado pelo Botafogo. Foi um jogo mais sofrido do que bem jogado, mas foi um jogo onde a vitória nos assenta muito bem porque não permitimos oportunidades ao adversário e tivemos oportunidades claras para fazer gol. É um rival muito forte porque ainda não tinha perdido em casa em 2024, e nós conseguimos fazê-los — disse Artur Jorge.

Recentemente, o Botafogo de Artur Jorge também teve dificuldades contra a LDU, no Nilton Santos, pela Copa Libertadores. Mas, naquele momento, a necessidade dos três pontos era tanta que a atuação abaixo do esperado ficou em segundo plano. Agora, contra o Junior Barranquilla-COL, fora de casa, em uma disputa direta pela primeira colocação do Grupo D e, principalmente, nas oitavas de final, o Botafogo precisará apresentar mais do que vem jogando. Botafogo e Junior estão empatados com nove pontos, com os colombianos levando vantagem no saldo de gols. Os times se enfrentam no dia 28 de maio, em Barranquilla.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Jornalista formado pela UFF e com passagens, como repórter e editor, pelo LANCE!, Esporte News Mundo e Jogada10. Já trabalhou na cobertura de duas finais de Libertadores in loco. Na Trivela, é setorista do Vasco e do Botafogo.
Botão Voltar ao topo