América do Sul

Futebol peruano tem ataque de abelhas interrompendo jogo

Precisamos prestar mais atenção na Copa Perú (torneio equivalente à segunda divisão). Depois do episódio lamentável em que dirigentes do Fuerza Minera agrediram o próprio técnico e um dos jogadores do elenco, temos uma anedota muito mais engraçada.

Tudo corria bem na partida entre CNI e Unión Huaral, no Estádio Max Austin, em Iquitos, pelas oitavas de final do torneio que concede acesso às duas principais divisões do futebol peruano, quando um enxame de abelhas abandonou os refletores e começou a atacar o público, que saiu correndo como se fosse uma manada de lhamas.

O árbitro Miguel Santiváñez precisou interromper o jogo por alguns minutos porque uma das baixas da revolta dos insetos foi um dos seus assistentes, que levou picadas na nuca e na parte da frente da cabeça.

Ninguém se machucou seriamente e o Unión Haral avançou às quartas de final porque ganhou por 2 a 0 em casa e perdeu por 2 a 1 no Estádio das Abelhas. Querem ver as pessoas correndo com medo das abelhas? Claro que querem:

 

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo