Alemanha

Para lembrar e esquecer

Bons e maus momentos da temporada 2007/08 da Bundesliga. Após trinta e quatro rodadas, esta coluna faz um pequeno balanço dos destaques positivos e negativos da principal competição da Alemanha.

O Bayern de Munique não economizou e pode-se dizer que chegou à conquista de seu vigésimo primeiro título alemão com certa facilidade. Os 30 milhões de euros investidos no artilheiro da competição, o italiano Luca Toni e no articulador Franck Ribéry foram, sem dúvidas, muito bem gastos.

Já o vice-campeão Werder Bremen comandado pelo técnico Thomas Schaaf também tem o que comemorar. O setor ofensivo do time sentiu pouco a saída de Miroslav Klose e funcionou durante a temporada. Na reta final, o a equipe superou o Schalke 04 e irá disputar a próxima Liga dos Campeões. Agora, os esforços são voltados para manter o meia brasileiro Diego na equipe para a disputa da mais importante competição européia.

A boa fase de Kevin Kuranyi, que marcou 15 gols na competicão, foi destaque na Bundesliga. Mas o clima no fim da temporada do Schalke 04 não foi dos melhores. A equipe chegou pela primeira vez em sua história as quartas de final da Copa dos Campeões e garantiu-se na disputa da próxima edição da competição. Porém, o feito do técnico Mirko Sloma foi “recompensado” com a demissão há seis rodadas do fim.

É para ser esquecido…

A participação pífia de Lucas Podolski no Bayern de Munique.

O dinheiro gasto pelo Werder Bremen no meia Carlos Alberto, que mal jogou e voltou para o Brasil por problemas disciplinares.

Aliás, o Hertha Berlim é a prova de que um alto investimento não é total garantia de bons resultados em campo. E o trabalho do técnico Lucien Favre tem que ser, no mínimo, questionado.

Na disputa da 2. Bundesliga desde a temporada 2005/06, o Kaiserslautern conseguiu ser ainda pior e passou muito perto de ser rebaixado.

O número de treinadores que perderam seus empregos ao longo da temporada.

E ele pendurou as luvas

Uma lenda ou um louco? Que palavra poderia ser utilizada para definir o goleiro Oliver Kahn, que se despediu de competições oficiais (provavelmente não do futebol), ao final de 20 anos de carreira vivida e consolidada apenas na Alemanha.

Formado pelas categorias de base do Karlsruhe, clube da cidade onde nasceu, chegou ao Bayern de Munique para substituir o popular goleiro Raimond Aumanne e o fez da melhor maneira possível. Defendeu o clube por 14 anos, bateu recorde de partidas pela equipe, ao todo foram 557, e de títulos, com oito conquistas da Bundesliga a serviço do time bávaro.

Mesmo sem o mesmo sucesso na conquista de títulos, sua passagem pela seleção alemã também é inesquecível. Chegou em 1994 e atingiu seu melhor momento na Copa do Mundo de 2002, quando conquistou o vice-campeonato e foi considerado o melhor atleta da competição. Em 2006, ano em que se despediu da Nationalelf, aceitou, inicialmente a contra gosto, a reserva de Lens Lehmann imposta por Klismann e participou apenas de uma partida, a decisão do terceiro lugar contra Portugal.

Gênio e muitas vezes explosivo. Em 1999, quase mordeu o pescoço do atacante Heiko Herrlich, durante uma partida e quase chegou a agredir o companheiro Stephane Chapuisa. Foram atos como estes e muitas declarações que marcaram o lado polêmico do goleiro e justificaram sua fama.

Entre os grandes momentos do goleiro, também não se deve deixar de lembrar, a final da Liga dos Campeões, em 2001. Por ter defendido três pênaltis, no jogo do título, contra Valencia.

Oliver Kahn deixa os gramados fazendo valer a impressão de que todo goleiro tem sim, um pouco de insanidade. Mas, ele, especificamente, tinha uma dose a mais.

A vaga vai para o Hoffenheim

O “pequeno” clube do sul da Alemanha acompanhou Borussia Moenchengladbach e Colônia e ficou com a última vada do acesso para a disputa da Bundesliga, na próxima temporada. Com a ajuda de investimentos do milionário Dietmar Hopp e o comando de Ralf Rangnick, a regularidade do time durante a competição foi premiada com a conquista.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo