AlemanhaEuropaInglaterraLiga Europa

O baile sobre o Tottenham, comandado por Reus, faz do Dortmund ainda mais favorito na Liga Europa

A torcida do Borussia Dortmund já deixou claro que o desejo pela conquista da taça da Liga Europa com uma coreografia imitando um álbum de figurinhas. O duelo das oitavas de final colocou como adversário o Tottenham, que vive uma das suas melhores temporadas nos últimos anos. Os ingleses, porém, vieram a campo poupando alguns titulares. O Dortmund fez valer o favoritismo, então: atropelou em um 3 a 0 incontestável, mostrando uma superioridade que não foi igualada em nenhum momento pelo rival.

LEIA TAMBÉM: Leicester precisaria de uma derrocada quase inédita no futebol inglês para perder o título

O comandante do baile foi o camisa 11, Marco Reus. O meia-atacante foi constantemente perigoso nas jogadas de ataque. Foram dois gols marcados, ambos no segundo tempo, ratificando uma vitória confortável para o time aurinegro em casa. Ajudou o time da casa a dominar completamente as ações com 20 chutes contra só três do Tottenham. Só Reus chutou quatro vezes. Duas delas foram gols. O primeiro, em um chute com raiva em sobra dentro da área, aos 16 minutos. O segundo depois de uma linda jogada coletiva que passou por Aubameyang e Gonzalo Castro, que cruzou para Reus finalizar com tranquilidade.

Aubameyang, aliás, também foi personagem. Foi dele o gol que abriu o placar, ainda no primeiro tempo. Ele escorou para as redes, de cabeça, um cruzamento do lateral Marcel Schmelzer. Foi o 33º gol do atacante em 38 jogos nesta temporada. A melhor da sua carreira, sem dúvidas, e que mostra a sua capacidade goleadora.

O Tottenham ter poupado jogadores facilitou a tarefa do Dortmund, é verdade. Kane, Dembélé e Lamela, por exemplo, começaram no banco e só entraram em campo no segundo tempo. Não é problema do Dortmund. O Tottenham quer manter seu elenco inteiro para a dura disputa da Premier League. No domingo, o time terá pela frente o Aston Villa e, ainda sonhando com o título, preferiu manter seus jogadores mais importantes preservados.

O que se viu em campo, porém, foi uma superioridade tão grande que só aumenta o favoritismo do Dortmund. Um favoritismo que não é por acaso. É um dos times mais fortes da competição e a torcida mesmo tem mostrado que quer o troféu na galeria do clube. Algo que os ingleses ainda veem com muitas ressalvas. Conquistar a Europa, pela Liga Europa, não é objetivo para quase ninguém que joga a Premier League. Um problema para o ranking da Inglaterra, que terá mais dificuldade para se manter em quarto lugar a partir da próxima temporada.

Pelo lado do Dortmund, o que se vê é que o time tem muita força e se torna o grande favorito para brigar pelo título. É claro que o mata-mata é perigoso e há outros times perigosos na competição que podem causar muitos estragos ao time alemão. A fase, porém, é boa. Os jogadores também. E o time tem jogado um ótimo futebol. A torcida da Muralha Amarela espera que o fim da temporada tenha um final feliz.

 

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo