Alemanha

Molecada rumo ao topo

Depois de cinco vitórias consecutivas na Bundesliga, o Bayer Leverkusen entrou de vez na briga pelo topo da tabela. Apenas cinco pontos atrás do líder Bayern de Munique, o time das aspirinas chega à última rodada do primeiro turno com chances reais de ser vice-campeã de inverno. O título não vale nada, mas a possibilidade salta aos olhos.

O clube rubro-negro passou por uma séria reformulação na última janela de transferências que diminuiu bastante a média de idade do time. Se antes beirava os 30, hoje passa por pouco dos 25,1 anos. Seria menor (23,8) se veteranos como Bernd Schneider (34), Carsten Ramelow (33) e Sergej Barbarez (36), mas são justamente os três que têm feito a diferença.

Graças justamente à experiência desse trio, que tem feito chover nesta temporada, é que o técnico Michael Skibbe consegue fazer com que seu jovem elenco se comporte como gente grande dentro de campo. Schneider é um dos melhores jogadores da temporada alemã, enquanto Barbarez fez quatro gols e três assistências. Ramelow, recentemente recuperado de contusão, é um dos que menos tem jogado. Mesmo na posição de volante, porém, tem se mostrado seguro como há tempos não jogava.

Por ter nas mãos um elenco jovem, Skibbe tem uma facilidade que Ottmar Hitzfeld, com seu Bayern repleto de estrelas famosas, não tem. O ex-assistente de Rudi Völler no Nationalelf pôde montar um esquema de rotação que não gera concorrência negativa, além de permitir que a equipe se divida entre a Bundesliga e a Copa Uefa sem queda de rendimento.

“O time não tem apenas 11, 12 jogadores, mas sim 18, talvez até mais. Essa quantidade tem aumentado a briga por um lugar no time e feito com que os jogadores se sintam motivados a jogar cada vez mais”, definiu Völler, diretor de futebol do Leverkusen.

Essa combinação de fatores, aliada a uma série de jogadores talentosos e polivalentes, como Gonzalo Castro, Tranquillo Barnetta, Steffan Kiessling e do atacante Theofanis Gekas, faz com que o Bayer tenha hoje uma das equipes mais concisas da Alemanha. Prova disso, tem o terceiro melhor ataque, com 30 gols (atrás apenas do Werder Bremen e do Bayern de Munique) e a segunda melhor defesa, com 11 gols sofridos (atrás apenas dos bávaros).

O melhor para Skibbe é que praticamente não há cobrança por resultados imediatos. A diretoria sabe que os planos são para que esse time comece a colher frutos a partir da próxima temporada, quando o elenco já estará mais conciso e experiente. Isso não impede nada, porém, que já comecem a arrancar uma casquinha.

E o título de inverno vai para…

A última rodada do primeiro turno chega com apenas duas equipes em condições de levar o simbólico título de inverno. De um lado, o todo-poderoso Bayern de Munique, que tem 35 pontos e pode terminar a metade inicial da Bundesliga no topo mesmo com uma (improvável) derrota para o Hertha Berlim.

O único clube que pode estragar o Natal dos bávaros é o Werder Bremen, que joga em casa, mas tem pela frente o emergente Bayer Leverkusen. Os alviverdes só terminam na frente se vencerem o time das aspirinas e se o Bayern perder na capital alemã.

A situação do Bayern só é tão tranqüila porque seus rivais diretos – Bremen e Hamburg – tropeçaram na última rodada e não se aproveitaram de seu empate sem gols com o Duisburg.

Um inédito empate…
…do Duisburg tirou o último zero da tabela da Bundesliga. E não foi contra qualquer time: as Zebras arrancaram um pontinho sofrido no 0 a 0 com o líder Bayern de Munique em plena Allianz-Arena, com atuação de gala de Roque Júnior.

Duas partidas…
…sem vitórias e o surpreendente Karlsruhe deixou a zona de classificação européia. A equipe soma os mesmos 27 pontos que o Hannover, atual quinto colocado.

Três derrotas…
…consecutivas e o Hertha Berlim dá cada vez mais mostras de que a segunda divisão está cada vez mais próxima. Isso só ainda não aconteceu porque há times piores que o berlinense.

Quatro gols…
…nos últimos três jogos. Eis o aproveitamento recente de Theofanis Gekas, um dos quatro vice-artilheiros da Bundesliga. E tinha gente que achava que o grego fracassaria no Bayer Leverkusen…

Seleção da rodada*
Tremmel (Energie Cottbus); Ochs (Frankfurt), Roque Júnior (Duisburg) e Tarnat (Hannover); Kringe (Borussia Dortmund), Rolfes (Bayer Leverkusen), Mintal (Nuremberg) e Iashvili (Karlsruhe); Sestak (Bochum), Hanke (Hannover) e Petric (Borussia Dortmund)

Destaque da rodada*
Com seus três gols, Mike Hanke garantiu praticamente sozinho a surpreendente vitória por 4 a 3 do Hannover 96 sobre o Werder Bremen, que mais uma vez perdeu a chance de assumir a liderança da Bundesliga. Essa foi a primeira vez que o atacante, que sonha com uma vaga na seleção alemã na Eurocopa 2008, marcou três gols em uma partida pelo Campeonato Alemão.

Fichas completas da 16ª rodada
Clique aqui
para conferir.

*ambos de acordo com a revista alemã kicker

ECKBALL

– No final das contas, só o Schalke 04 conseguiu se classificar para as oitavas-de-final da Liga dos Campeões.

– O Werder Bremen, que dependia apenas de si para avançar diante do Olympiacos, perdeu e pagou o preço de ter deixado que os gregos vencessem no Weserstadion no primeiro turno. Como no ano passado, agora tentará a sorte na Copa Uefa.

– Breno chega ao Bayern de Munique para ser reserva do trio Lúcio, Van Buyten e Demichelis. Dificilmente ganhará a vaga de titular já nesta temporada.

– O zagueiro Valerien Ismael, há tempos insatisfeito com a reserva, já acertou sua ida para o Hannover 96. Se apresenta ao novo clube em janeiro.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo