Bundesliga

Rummenigge: “No momento, Bayern x Dortmund é superior a Real x Barça”

O Bayern de Munique é usualmente referido como um modelo de boa gestão. Um dos nomes mais fortes na administração do clube é Karl-Heinz Rummenigge, ex-presidente e atual CEO do clube. Responsável pela parte operacional do clube bavaro, ele deu entrevista à Bundesliga para falar sobre diversos aspectos, inclusive para dizer que o Der Klassiker, o duelo entre Bayern de Munique e Borussia Dotmund, é atualmente superior ao El Clasico, o duelo entre Real Madrid e Barcelona.

LEIA TAMBÉM: Sem tanta autocrítica, a federação alemã garante a permanência de Löw rumo à Eurocopa

Rummenigge falou na entrevista sobre a importância do técnico Hansi Flick, a possibilidade de Robert Lewandowski ganhar o prêmio The Best, da Fifa, um elogio rasgado a Manuel Neuer, goleiro e capitão do time e ainda sobrou elogios tanto ao Borussia Dortmund, com quem o Bayern faz o principal clássico do país, e também ao RB Leipzig, clube que se tornou uma terceira força na Bundesliga.

Confira a entrevista de Rummenigge à Bundesliga:

A importância do técnico Hansi Flick

“Primeiro de tudo, ele tem qualidade. Qualidade como treinador é muito importante. Ele tem uma ideia clara e a segue. Ele trabalha muito duro no dia a dia, entre segunda e sexta, então, idealmente, vemos o que acontece no jogo do fim de semana. Todos se esforçam muito para ter um jogo positivo e de sucesso”.

“É muito claro, desde o começo ele tem um plano muito claro, ele achou objetivos em comum e teve muita empatia com a equipe, e foi muito importante, precisávamos disto de volta. Então, tudo que ele fez foi ótimo. Ficaria feliz de o time continuar progredindo, ou poderia dizer, seguirmos no patamar onde estamos no momento”.

“Eu sempre digo, o técnico é o membro mais importante do clube. Se o técnico for capaz de criar uma união na equipe, se ele tem um plano claro, se ele é bom no trabalho diário, então, pela minha experiência, diria que isso leva ao sucesso. E o Hansi conquistou isso aqui”

“Estive com alguns técnicos muito bons por aqui como Jupp Heynckes, Louis van Goal e Pep Guardiola. Todos eles contribuíram muito para o jeito do Bayern de atuar e isso que o Hansi trouxe de volta. Os técnicos de sucesso aqui não foram por acidente. Isso é por eles serem bons técnicos, ou ao menos eram. Hansi é desta categoria. Ele teve um papel crucial na volta de jeito de atuar do Bayern e não foi por acaso que ele trilhou o caminho do sucesso”.

Torcida para Lewandowski no prêmio da Fifa

“Acho bom que a Fifa continue com a votação neste ano. Não estava claro se iria acontecer. Conversei com o presidente da Fifa e falei que votamos todos os anos e, neste ano, o futebol foi jogado, não podemos esquecer disso. A Bundesliga foi finalizada, as maiores ligas foram finalizadas, a Champions League teve um campeão”.

“Eu falei com ele, teríamos um campeão em 2021, em 2022 e um buraco em 2020, o que, para mim, seria um erro possível de ser corrigido. Fiquei feliz que a Fifa está realizando a votação e espero que o Robert (Lewandowski) possa ser eleito. Ele teve um ano maravilhoso. Apesar dos 32 anos, está na melhor forma da vida, mas não é uma decisão certa até o resultado. Espero ver ele vencendo, ele fez por merecer, mas precisamos esperar até o dia para saber”.

Neuer é o melhor goleiro de todos os tempos”

“Manuel Neuer está com 34 anos e só fica melhor e melhor. Ele é como vinho, que matura a cada ano. Ele antecipa quase todos os chutes, não importa de onde vem, ele defende. Vimos isso nas últimas semanas, tanto na Bundesliga, quanto na Champions League”.

“Ele é o melhor goleiro do mundo, eu acho até que ele é o melhor goleiro de todos os tempos. Sempre tivemos grandes goleiros na Alemanha e no Bayern, como Sepp Meyer e Oliver Kahn, mas acho que o Neuer elevou a posição a outro nível. Estamos todos muito felizes de ele defender as nossas traves”.

Atuação do Bayern na janela de transferência

“Nesse tempo onde as finanças estão apertadas, tivemos uma boa janela de transferência. Sem dúvida perdemos um bom jogador com o Thiago, mas foi o desejo deles e, entre amigos, você precisa dar a oportunidade que eles digam adeus. Acredito que lidamos muito bem com a situação”.

“Conseguimos um jogador muito bom no Sané, mas o treinador gostaria de mais opções para repor os empréstimos finalizados de Coutinho e Perisic. Assim, trouxemos o Douglas Costa com o Sané, que são dois atacantes de ponta que trazem a qualidade que precisamos”.

“Nosso estilo de jogo é muito focado no jogo pelas pontas, pela esquerda e pela direita. Esse é um importante elemento para nós, eles precisam ser rápidos, driblar, criar chances de gol e marcar também. Temos um bom elenco na visão geral e que está pronto para encarar os desafios, o que era nosso objetivo”.

Jogo contra o RB Leipzig

“Eu acho que o desenvolvimento do Leipzig tem sido bom e isso é bom para a Bundesliga como um todo. Eles estão fazendo um bom trabalho por lá. Eles têm uma grande organização, com o Oliver Mintzlaff que é uma grande pessoa para administrar o time, ele tem muitas responsabilidades, trouxeram um bom treinador que é o Julian Nagelsmann e os resultados são de constante crescimento e desenvolvimento do clube”.

“Eles se tornaram a terceira força da Bundesliga atualmente. Sempre se fala sobre Bayern e Dortmund, agora também é preciso lembrar do RB Leipzig como um clube que faz um bom trabalho e, quando se faz um bom trabalho, você consegue o destaque na Bundesliga e na Europa. Três sorteios em sequência com eles, não lembro a última vez que tivemos isso. E só prova que não será fácil jogar com eles”.

“Será uma partida importante, decisiva. Jogaremos em casa e queremos defender nossa liderança no topo da tabela, então, estamos levando o jogo muito a sério. Será um grande jogo para os fãs”.

Sobre o Der Klassiker

“Esse jogo se tornou um grande clássico. Olhávamos com um pouco de inveja para a Espanha com Real e Barcelona jogando o clássico entre eles. Atualmente eu acho que Dortmund x Bayern é um clássico por si só”.

“Vimos isso recentemente quando jogamos, foi uma grande partida, 3 a 2. Poderia ter sido 5 a 4 olhando as chances. Isso é um grande jogo. No dia seguinte teve um Real e Barça e não teve comparação em termos de qualidade. Então, podemos dizer que o clássico da Bundesliga é, no momento, de um nível um pouco superior”.

Relação com Diego Maradona

“Essa notícia foi impactante para todos que conheciam ele e quem não conhecia. Estava em choque antes do jogo quando descobri que ele morreu. Ficamos todos muito tristes. Eu o conhecia pessoalmente de quando ele atuou no Napoli e eu na Internazionale. Obviamente o jogo mais importante entre nós foi na final da Copa do Mundo de 1986, na Cidade do México, na frente de 100 mil pessoas”.

“Eu e ele éramos os capitães e lembro antes do jogo fui ao meio de campo, os árbitros já estavam lá para o cara ou coroa. Ele piscou para mim e eu pensei, ‘uau, ele está confiante’ e falei em italiano para ele que não iríamos facilitar e a Alemanha não seria um adversário fácil. Foi um bom jogo, estava 2 a 2 até que infelizmente perdemos por 3 a 2”.

“Ele teve uma competição fantástica, foi o melhor jogador e você fica feliz de ver ele sair do campo, merecidamente, com a taça. Ele estava tão feliz. Eu pensei nele nesses dias com todas essas notícias, estava lembrando e pensei como ele era uma pessoa legal e, enquanto estivesse jogando futebol, era a pessoa mais feliz do mundo”.

“Sinto que quando a carreira dele acabou, esse sentimento também se foi um pouco. Todos lamentamos isso. Eu só posso recomendar que todos assistam o documentário sobre ele. Eu nunca vi nada tão honesto ou tão bom como um documentário sobre Diego Maradona”.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo