Bundesliga

RB Leipzig teve Nkunku decisivo e engoliu o desfalcado Dortmund

Leipzig mostrou força, teve uma grande atuação e superou o Dortmund, que sofre com muitos desfalques e não consegue manter a regularidade

O RB Leipzig conseguiu se recuperar de uma semana triste, em que foi eliminado da Champions League depois de empatar com o PSG no meio de semana. A eliminação precoce foi decepcionante, mas o time conseguiu uma vitória contra um grande adversário para se recuperar na Bundesliga. Em casa, na Red Bull Arena, o Leipzig venceu o Borussia Dortmund por 2 a 1 e sobe na tabela para voltar à disputa pelas primeiras posições.

VEJA TAMBÉM: Bayern acaba com a invencibilidade do Freiburg em boa vitória na Allianz Arena

Tanto na Champions League quanto na Bundesliga, o Leipzig deixou alguns jogos sem vencer por ter perdido chances demais e permitido o empate ou mesmo a vitória dos adversários, ainda mais com gols no final. Por isso, o time deve estar satisfeito por ter conseguido os três pontos desta vez, além da boa atuação. Uma vitória que também satisfaz o Bayern de Munique, líder da Bundesliga, que v6e o rival mais próximo, Dortmund, ser derrotado.

Os dois times entraram em campo com formações espelhadas: ambos em um 3-4-3, ou 3-4-2-1. Só que o Dortmund tinha mais problemas. Enquanto o Leipzig tinha os desfalques de Marcel Halstenberg, Lukas Klostermann, Marcelo Saracchi e Willi Orbán, nenhum deles crucial, os aurinegros tinham quase um time todo de desfalques, incluindo jogadores importantes. Erling Haaland era um deles, assim como Mahmoud Dahoud, Emre Can, Raphaël Guerreiro, Giovanni Reyna, Marcel Schmelzer, Nico Schulz, Marius Wolf e Mateu Morey. Sem ter um ala esquerdo, quem fez a função na partida foi Thorgan Hazard.

Em um jogo equilibrado, o Leipzig conseguiu sair em vantagem aos 29 minutos. Christopher Nkunku recebeu belo passe der Josko Gvardiol atrás da defesa dos aurinegros, driblou o goleiro e ainda teve tempo de ajeitar o corpo antes de mandar para a rede: 1 a 0. Nkunku foi o grande destaque da partida, aparecendo muitas vezes para dar opção aos companheiros, além de aparecer para finalizar.

O Dortmund, do técnico Marco Rose, tinha problemas para atacar. Sem Haaland, o time teve Marco Reus, Julian Brandt e Donyell Mallen como os três nomes de ataque. O melhor deles foi Reus, mas ainda assim o time sofria demais para criar chances. Mesmo assim, no começo do segundo tempo, o time visitante foi para cima tentando causar perigo. Aos sete minutos, Thomas Meunier acionou Marco Reus, que teve calma e categoria para tocar por cima do goleiro Péter Gulácsi e empatar o jogo em 1 a 1.

Depois do empate, quem mais levou perigo foi o Leipzig, que avançou ao ataque. Foram algumas boas chances, inclusive com Nkunku. O gol sairia aos 23 minutos. Nkunku caiu pela esquerda, fez o cruzamento e Yussuf Poulsen marcou de carrinho: 2 a 1.

Melhor na partida, o Leipzig poderia ter matado o jogo nas chances que criou, mas não foi o que aconteceu. O que vimos foi pouco a pouco o Dortmund avançar, pressionar e, mesmo sem criar chances claras e mesmo sem ter tanta criatividade, passou a estar sempre próxima da área e buscando o gol. Foram minutos de sufoco para os Touros Vermelhos, mas, no fim, a vitória ficou mesmo com os mandantes.

Vitória que leva o Leipzig a 18 pontos depois de 11 rodadas, em quinto lugar, enquanto o Bayern, líder, tem 28. O Dortmund, por sua vez, fica em segundo com 24.

Veja os melhores momentos da partida:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo