Bundesliga

Darmstadt mantém o gesto e distribuirá carnês de temporada a torcedores de baixa renda

O Darmstadt viveu duas temporadas de sonho na elite do futebol alemão. Os alviazuis sabiam que a presença na Bundesliga, de volta após mais de três décadas, representava um passo gigantesco para as suas pernas. O clube só foi salvo da queda à quarta divisão em 2013 por causa da falência de outro time da terceirona e, então, emendou dois acessos espetaculares. A torcida certamente aproveitou a estadia no primeiro nível, até porque talvez este prazer não se repita tão cedo. E, apesar do rebaixamento, a volta à segundona manterá a acolhida significativa nas arquibancadas de Böllenfalltor, estádio com capacidade para 17 mil espectadores. Como faz desde o início da década, a diretoria distribuirá carnês de temporada a torcedores de baixa renda. Gratuitamente, poderão assistir aos 17 jogos em casa da liga.

Segundo nota oficial anunciando a renovação do gesto, o Darmstadt criará carnês personalizados para serem entregues a estes torcedores menos favorecidos. O Departamento de Assistência Social da cidade será o responsável por fazer a triagem daqueles que solicitarem o benefício. Caso o número de requerimentos ultrapasse a quantidade disponível de carnês, se fará um sorteio. O programa solidário acontece no clube desde 2010/11, quando estavam na Regionalliga, equivalente na época à terceira divisão. Nem mesmo a chegada à elite alterou a iniciativa.

“É importante ter um parceiro forte e reconhecido na cidade como o Darmstadt, que dá a pessoas de baixa renda a oportunidade de vivenciarem experiências através do futebol. A ação é um bom exemplo que o comprometimento social na nossa cidade está acontecendo em vários níveis, e a sociedade civil aproveita isso”, declarou Barbara Akdeniz, uma das responsáveis pelo programa.

Vale lembrar que, nesta temporada, o Darmstadt também foi capaz de um gesto imenso em relação a sua torcida. O seu estádio foi renomeado por um ano como ‘Estádio Jonathan Heimes’. Homenagem justíssima a um torcedor símbolo do clube, motivador em toda a ascensão rumo à Bundesliga, que faleceu em março de 2016. Além do tributo, a atitude ainda deu visibilidade à causa defendida pelo jovem: ele lutou por 12 anos contra um câncer e criou uma campanha nacional para levantar fundos à ala de oncologia do Hospital Infantil de Frankfurt.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo