Bundesliga

O novo Borussia Dortmund do novo Sancho segue na busca por uma recuperação que não pode tardar mais

Jadon Sancho está de volta, já participou de gol e a torcida do Borussia Dortmund agradece: um precisava muito do outro neste momento

O Borussia Dortmund teve no último final de semana dois grandes retornos: o das vitórias, que estavam mais do que em falta, e do inglês Jadon Sancho, que voltou por emprésimo após um período para lá de conturbado no Manchester United. E o atacante, ainda longe de seus tempos áureos que ele viveu no próprio Dortmund, conseguiu ser crucial para a vitória, dando o passe para o gol que selou o 2 a 0 diante do fraco Darmstadt, o lanterninha da Bundesliga.

E é nesse clima de bons retornos que o Borussia Dortmund se prepara para, neste sábado (20), enfrentar mais um time da parte de baixo da tabela do Campeonato Alemão: o adversário da vez será o Colônia, equipe que figura na penúltima colocação e, assim como o Darmstadt, estaria rebaixado diretamente para a segunda divisão se a Budesliga acabasse hoje. Nada melhor para um Dortmund que precisa alucinadamente da derrota para tentar, em 2024, consertar a decepção que foi a metade inicial da temporada jogada em 2023.

Parece absurdo, mas o Borussia Dortmund não vencia um jogo desde 28 de novembro de 2023, quando bateu o Milan em jogo válido pela Champions League — o único campeonato no qual os aurinegros têm se salvado na temporada. Foram seis partidas oficiais sem vitória e mais dois amistosos de intertemporada, o que deixou ansiosos os fãs do Dortmund, é claro. O time despencou na Bundesliga e a produção péssima deixou complicada uma possível vaga na edição seguinte do principal torneio de clubes da Europa. No entanto, a sequência de jogos na qual está pode dar ao torcedor motivos para sorrir.

O Borussia Dortmund tem uma viagem à parte de baixo da tabela para se livrar da crise

Além do já citado Darmstadt, lanterna, e do jogo de hoje contra o Colônia, segundo pior time do Campeonato Alemão no momento, o Borussia Dortmund ainda fará um terceiro jogo consecutivo contra times da parte de baixo da tabela, afinal seu próximo adversário, na semana que vem, será o Bochum, que inicia a rodada atual como décimo quarto colocado — a Bundesliga tem 18 times participantes no total.

Mais do que simplesmente voltar a vencer e emplacar uma sequência, o Borussia Dortmund pode se aproveitar desse momento para voltar a sonhar um pouco mais alto na Bundesliga. Atualmente, está quatro pontos atrás do RB Leipzig, primeiro time na zona de classificação para a Champions. Mas hoje mesmo o time do leste alemão enfrente o líder Bayer Leverkusen, e uma perda de pontos, que seria maravilhosa para os aurinegros, não é algo tão inimaginável, mesmo com os Touros jogando em casa.

O próprio Colônia, em todo o primeiro turno da Bundesliga, venceu apenas duas vezes, sendo uma delas contra o lanterna Darmstadt — sim, um saco de pancadas — e por isso vencer é uma obrigação do Dortmund nesta partida. A torcida pediu durante a semana que Jadon Sancho seja titular e, no momento, isso não deve acontecer apenas se o inglês não estiver em condições físicas ideais, já que ficou mais de quatro meses parado no Manchester United.

Jadon Sancho precisava do Borussia Dortmund e vice-versa

Além da tragédia que acabou sendo a perda do Campeonato Alemão na última temporada, o Borussia Dortmund também perdeu aquele que era seu último jogador de elite: Jude Bellingham, que foi para o Real Madrid. A saída do meio-campista encerrou uma era que não foi vencedora, mas que foi recheada de craques que foram saindo aos poucos. Jude, Erling Haaland, que foi para o Manchester City, e o próprio Jadon Sancho, que foi para o Manchester United.

Essas saídas deixaram o Dortmund sem uma referência em campo e isso acabou pesando muito na primeira metade da atual temporada. Apenas o goleiro Gregor Kobel correspondeu às expectativas e a péssima campanha do Borussia na atual temporada da Bundesliga é reflexo disso. Por isso, a volta de Sancho pode ser extremamente saudável para os aurinegros. Não importa o quanto Jadon tenha dado errado na Inglaterra e na Premier League, ele já mostrou em sua volta que pode ser útil, principalmente como referência técnica dentro de campo.

O Borussia Dortmund precisava de Jadon Sancho e o atacante precisava de um time que o acolhesse e desse as condições necessárias para que ele voltasse a brilhar. Escolha perfeita, ao que parece, que terá que continuar se provando, jogo após jogo, a começar pelo duelo contra o Colônia hoje. Mesmo que ainda não esteja em condições ideais fisicamente, Sancho já se mostrou muito melhor psicologicamente nos minutos que teve em campo contra o Darmstadt. Nada como uma viagem à parte de baixo da tabela para devolver o moral que time e jogador tanto precisavam.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo