Bundesliga

Bayer Leverkusen se recupera e afunda o Gladbach, que perdeu todas desde anúncio de Marco Rose

O Borussia Monchengladbach anunciou em 15 de fevereiro que o seu treinador, Marco Rose, treinará o Borussia Dortmund a partir da próxima temporada. Desde então, jogou cinco vezes e perdeu as cinco. Neste sábado, o carrasco foi o Bayer Leverkusen, que também estava precisando muito de uma vitória após uma queda brusca de rendimento no começo deste ano.

O Leverkusen chegou a liderar a Bundesliga em dezembro, mas, desde o dia 16 daquele mês, havia vencido apenas três vezes em 15 jogos por todas as competições antes de bater o Gladbach, por 1 a 0, com gol de Patrik Schick, aos 31 minutos do segundo tempo.

A sequência mais recente era de cinco partidas sem vencer, incluindo duas derrotas para o Young Boys que o eliminou dos 32 avos de final da Liga Europa. O Gladbach havia sido derrotado por Mainz e RB Leipzig pela Bundesliga, pelo Manchester City no jogo de ida das oitavas de final da Champions League e pelo próprio Borussia Dortmund, nas quartas da Copa da Alemanha.

Duas equipes em crise não fizeram um jogo dos mais emocionantes no Borussia-Park, com os visitantes dominando a posse de bola no primeiro tempo, sem conseguir criar chances de gol, e os donos da casa investindo de vez em quando, mas também passando longe de serem perigosos.

Aos 23 minutos, houve uma chance razoável para o Gladbach, quando Hannes Wolf dominou de frente para o gol de Lennart Grill, mas seu chute desviou na defesa – e ainda assim não passou muito longe da trave. O Leverkusen respondeu com um contra-ataque bem armado por Demarai Gray que chegou a Diaby, pela direita da grande área. Ele não bateu tão bem e facilitou a defesa de Yann Sommer.

O Gladbach achou que tinha ganhado um pênalti a seu favor aos 12 minutos da etapa final, quando Jeremie Frimpong derrubou Marcus Thuram dentro da área, mas a revisão identificou impedimento de Valentino Lazaro, que havia furado uma tentativa de bicicleta após cruzamento da direita.

Os momentos de maior perigo do Leverkusen surgiram da velocidade de Moussa Diaby, como aos 22 minutos, quando ele disparou para alcançar o lançamento pela direita, tirou o marcador com um toque, rente à linha de fundo, e rolou para a chegada de Nadiem Amiri. O chute de primeira passou perto do ângulo de Sommer.

O resultado foi decidido dez minutos depois. Jonathan Tah roubou a bola no meio-campo e acionou Diaby que, mais uma vez, disparou pela direita, entrou na área e bateu cruzado. Sommer fez a defesa com uma mão, mas o rebote sobrou para Schick chegar batendo com classe no canto direito.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.


.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo