Alemanha

Bayern analisa gastos com lesão de Robben e exigirá indenização

A recuperação da lesão do meia Arjen Robben custa € 11 mil por dia ao Bayern de Munique, e o presidente do clube, Karl-Heinz Rummenigge, exige uma indenização por parte da Federação Holandesa de Futebol, alegando que o jogador se machucou defendendo a seleção de seu país na Copa do Mundo.

As contas foram feitas pela revista alemã “Sport Bild”, e, segundo a publicação, o Bayern tem direito à quantia por conta de uma cláusula do contrato do atleta que garante a ele o salário em sua integridade durante três meses em caso de lesão.

Calcula-se que Robben será desfalque por aproximadamente dois meses, o que indica um total de 613,7 mil euros na conta do Bayern.

Rummenigge e o médico do clube alemão, Hans-Wilhelm Müller-Wohlfahrt, responsabilizam a Federação Holandesa pela contusão. Segundo eles, a entidade submeteu o jogador a um tratamento a base de infiltrações para que ele pudesse disputar os jogos decisivos da Copa.

Robben se machucou em um amistoso contra a Hungria, na preparação para o Mundial, e perdeu os dois primeiros jogos de sua seleção na África do Sul, mas voltou na última partida da fase de grupos e seguiu jogando até a final.

Em sua reivindicação, Rummenigge conta com o apoio de outros colegas do meio futebolístico alemão, como o técnico do Schalke 04, Feliz Magath, e o presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB), Theo Zwanziger.

“Acima da fascinação de todos pela Eurocopa e pela Copa, incluída a dos jogadores e de seus clubes, está claro que deve se reconsiderar este aspecto. O patrono do jogador é o clube, não sua federação. Deve haver uma regulação justa a respeito disso”, aponta Zwanziger. (EFE)

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo