AlemanhaBundesliga

A bravura do Mainz surpreende o Bayern em Munique e ainda vale muito ao Dortmund

Desde que retornou à Bundesliga, em 2009/10, o Mainz 05 se estabeleceu como um time de respeito no meio da tabela. E não era difícil complicar a vida do Bayern de Munique: foram três vitórias nas três primeiras temporadas de volta à elite. No entanto, nenhuma tem o peso do feito conquistado nesta quarta-feira, depois de um hiato de cinco anos. Afinal, aqueles times dos bávaros estavam abaixo da força atual. E o abismo financeiro não foi problema para os visitantes jogarem de igual para igual na Allianz Arena. Em uma atuação monumental, arrancaram a vitória por 2 a 1 nos minutos finais – e que pode ser fundamental para reabrir a briga pelo título na Alemanha.

Desde os primeiros minutos, o Mainz deixou claro o seu empenho contra o Bayern. O time de Pep Guardiola estava longe de ser sufocante, mas tinha muito trabalho para superar a coesão defensiva dos visitantes. O time de Martin Schmidt dava muito duro no combate e chegou a realizar 32 desarmes durante os 90 minutos, contra apenas 10 dos anfitriões. E quando a zaga não evitava o perigo, o promissor goleiro Karius fazia o seu trabalho sob as traves. O camisa 1 operou um milagre, para negar o golaço de Arturo Vidal na primeira etapa. E, aos 26 minutos, a entrega do Mainz se viu recompensada, com Jairo Samperio abrindo o marcador.

O gol empurrou o Bayern de Munique ao ataque. E a pressão se intensificou principalmente no segundo tempo. Contudo, o Mainz anulava Robert Lewandowski e Thomas Müller, as duas principais referências ofensivas dos bávaros. Assim, coube a Arjen Robben chamar a responsabilidade. O camisa 10 conseguiu arrancar o empate em um chute certeiro de canhota, de fora da área, aos 19 minutos. A consistência defensiva dos visitantes, ainda assim, pesava. Valeu para manter a igualdade e permitir o triunfo já aos 41, em abertura da defesa do Bayern que Jhon Córdoba não perdoou, finalizando da entrada da área. Ao fim, o desespero dos anfitriões nada adiantou. Pesou a atitude e a precisão da equipe de Martin Schmidt.

O resultado tem um peso enorme ao Mainz 05, e não apenas como motivação. O time conquistou cinco vitórias nas últimas seis rodadas, dono do segundo melhor desempenho no período – atrás apenas do Borussia Dortmund. Embalado, vai ganhando posições na tabela e já aparece em quinto, fora da zona de classificação à Champions apenas pela desvantagem no saldo de gols em relação ao Borussia Mönchengladbach. Se seguir jogando da maneira como fez nesta quarta, não será surpresa a classificação inédita ao principal torneio continental.

O Bayern de Munique, por sua vez, vê o Borussia Dortmund se aproximar. Os aurinegros fizeram a sua parte nesta quarta, derrotando o Darmstadt fora de casa por 2 a 0, com gols de Adrián Ramos e Erik Durm. E o momento para o tropeço dos bávaros não poderia ser mais inoportuno: na próxima rodada, o time de Pep Guardiola visita o Signal Iduna Park. Uma vitória do Dortmund reduz a diferença no topo para apenas dois pontos. Um clássico que ganha novos contornos graças à bravura do Mainz na Allianz Arena.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo