Alemanha

A Alemanha dos brasileiros

Os jogadores brasileiros, mais do que nunca, entraram na pauta do futebol alemão nos últimos dias de 2009 e nos primeiros de 2010. Alguns de forma positiva, outros de forma negativa. No caso dos dois “Zé Roberto”, por exemplo, os papéis se inverteram.

O meia que foi campeão brasileiro pelo Flamengo, dessa vez, está com moral alta na Alemanha e pode retornar ao Schalke 04 para o segundo turno da Bundesliga. O treinador Felix Magath até quer, mas tem receio do passado polêmico do jogador. Já o seu xará do Hamburgo, sempre um exemplo de humildade e de caráter, pisou na bola ao se atrasar na reapresentação da equipe e foi multado. Zé Roberto alegou motivos familiares e pediu aos torcedores “que não duvidem da sua confiabilidade, algo que foi marca registrada em sua carreira”.

Outro que se atrasou no retorno das festas de final de ano foi o lateral-direito Rafinha. E não é a primeira vez que ele dá mancada no Schalke. Desde que chegou ao clube em 2005, o jogador já foi multado e punido várias vezes por indisciplina, uma delas por ter se concentrado com a seleção olímpica brasileira antes dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 sem a autorização do clube.

Esse novo contratempo pode representar o fim da passagem do lateral pela equipe. O “sumiço” causou desconfiança nos dirigentes dos Azuis-Reais, que acham que Rafinha pode estar negociando sua ida para a Juventus-ITA. Até mesmo o Corinthians apareceu como provável destino do atleta em 2010.

Ainda falando de Schalke, o time de Gelsenkirchen contratou o atacante brasileiro Edu, proveniente do futebol sul-coreano e com passagens por Bochum e Mainz. Desconhecido da maioria dos brasileiros, o canhoto sonha em formar a dupla de ataque com Kuranyi no vice-líder do campeonato.

Kevin Kuranyi que viu seu nome ser lembrado por Joachim Löw, mas não da forma que queria. O técnico da seleção alemã praticamente descartou a presença do centroavante na Copa de 2010, ainda por conta do episódio em que o germânico-brasileiro deixou o estádio durante o intervalo do confronto da Alemanha contra a Rússia, pelas Eliminatórias Europeias.

E depois de muitas temporadas, o Bayern de Munique não terá um brasileiro em seu elenco na segunda metade da Bundesliga. Pelo menos até junho, pois os bávaros emprestaram o zagueiro Breno ao vice-lanterna Nuremberg. Em contrapartida, o clube ainda busca um jogador de frente para suprir a possível saída de Ribéry, e Dagoberto, do São Paulo, é um nome que agrada o treinador Van Gaal.

Se o penúltimo colocado se reforçou com um brasileiro, o lanterna também pode receber um em seu elenco para tentar fugir da degola. O Hertha Berlim estuda o aproveitamento do atacante André Lima, que estava emprestado ao Botafogo e retorna ao clube.

Já o zagueiro Alex Silva, recuperado de lesão, tem contrato com o Hamburgo até 2013, mas pode ser repassado ao futebol brasileiro neste primeiro semestre. Palmeiras, São Paulo e Corinthians são os principais interessados em contar com o jogador, que pretende retornar ao Brasil para ainda continuar sonhando em ir ao Mundial da África do Sul.

Até o fechamento da famosa janela de transferências muita coisa pode acontecer envolvendo atletas brasileiros. E vai.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo