Africa

Nenhum gol, muita decepção: a Tunísia foi eliminada da Copa Africana de Nações em uma tarde com dois 0 a 0

Tunísia não venceu nenhum dos três jogos que fez e sai da competição na lanterna da chave

Se na terça-feira (23) a definição do Grupo E da Copa Africana de Nações foi um show à parte em relação à emoção, a quarta-feira foi bem diferente, com dois jogos, sem graça e sem gols. Mali e Namíbia fizeram uma partida praticamente sem nenhuma emoção, enquanto a Tunísia, favorita a passar na chave, decepcionou, ficou no zero diante da África do Sul e foi eliminada da competição sem vencer um jogo sequer.

Em três jogos, os tunisianos, que venceram a França na última Copa do Mundo, empataram dois e perderam para a Namíbia na estreia da Copa Africana de Nações. Com isso, a liderança do Grupo E ficou com Mali, que venceu a África do Sul na estreia por 2 x 0 e depois empatou os dois outros jogos. Com quatro pontos, mas um saldo melhor, a África do Sul ficou com a segunda vaga da chave, com a Namíbia ficando em terceiro e aguardando pelo fechamento dos outros grupos para saber se estará na 2ª fase ou não.

Confira o resumo da 3ª rodada do Grupo E da Copa das Nações Africanas

Namíbia 0 x 0 Mali

Naquele que pode ser considerado um dos jogos mais limitados tecnicamente da competição, a Namíbia pouco fez diante de Mali, que sabendo de sua qualidade maior, levou o confronto com o “regulamento abaixo do braço” para conquistar a classificação em primeiro lugar no Grupo E. O primeiro tempo da partida disputada no Estádio Laurent Pokou não teve quase emoção, com apenas três chutes para cada lado.

O jogo melhorou um pouco no segundo tempo, com o time de Mali um pouco mais no campo de ataque e perdendo algumas oportunidades, como a do atacante Sissoko, que aos 30 minutos foi lançado dentro da área mas não conseguiu alcançar a bola para fazer o remate.

Mali chutou mais, foram sete finalizações na etapa complementar, porém, foi pouco para furar o bloqueio da Namíbia, que quase não teve forças para atacar.

África do Sul 0 x 0 Tunísia

Um jogo igual. Assim podemos definir o confronto entre África do Sul e Tunísia. Porém, por estar em desvantagem na tabela, era necessário que o time tunisiano fosse um pouco mais ousado para conseguir o resultado que poderia lhe dar a classificação. No primeiro tempo, os comandados de Jadel Kadri tentou atacar um pouco mais, conseguiu seis finalizações contra cinco da África do Sul e ainda acertou o alvo em duas oportunidades, Ronween Williams foi bem nas vezes em que foi requisitado e salvou a meta africana.

No segundo tempo, a África do Sul se soltou mais, chutou mais que a Tunísia e deu trabalho ao goleiro Ben Said, que foi bem também, evitando uma tragédia maior ao time tunisiano. Sem força para buscar seu gol, os comandados de Jadel Kadri não conseguiram marcar e o jogo foi se arrastando com alguns erros no ataque e uma ansiedade em definir os lances que atrapalharam o desempenho do sistema ofensivo da equipe.

Ao final, a África do Sul comemorou a segunda colocação do Grupo E e a Tunísia lamentou muito a eliminação na primeira fase daquela que está sendo a Copa das Zebras, diante da dificuldade apresentada pelas seleções favoritas na competição.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Existe um ditado que diz que o bom filho a casa retorna não é? Pois bem, sou Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia, de volta ao site após quatro anos, e agora redator do Trivela, um dos maiores portais de futebol do Brasil. Sou jornalista, especializado em Marketing digital e narrador do Portal Futebol Interior e também da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo