ÁfricaCopa Africana de Nações

André e Jordan Ayew carregam Gana à sexta semifinal seguida da Copa Africana

Tetracampeã continental, Gana não vence a Copa Africana de Nações desde 1982. E não é por falta de bater na trave. Os Estrelas Negras têm sido extremamente regulares nos últimos anos. Neste domingo, chegaram pela sexta vez seguida nas semifinais da competição, depois de vencerem a República Democrática do Congo, por 2 a 1, com gols dos irmãos André e Jordan Ayew.

LEIA MAIS: O choro de Mané: camisa 10 perde pênalti e desaba em lágrimas na eliminação de Senegal

Enfrenta Camarões na decisão, tentando chegar na terceira final desse período. Na primeira, em 2010, Gana foi derrotada pelo Egito, por 1 a 0. Na última edição da CAN, perdeu nos pênaltis para a Costa do Marfim, apenas para aumentar a frustração da sua torcida. A campanha da fase de grupos não tem foi muito empolgante: venceu Uganda e Mali, por 1 a 0, e perdeu do Egito, que também se classificou às semifinais.

Neste domingo, em um erro da defesa congolesa, Jordan Ayew saiu na cara do goleiro e finalizou bem para abrir o placar. O Congo respondeu com um golaço de Paul-Jose M’Poku, que acertou um petardo de fora da área. Aos 33 minutos do segundo tempo, Atsu caiu dentro da área, em um lance polêmico no qual o árbitro viu pênalti. André Ayew cobrou e colocou Gana nas semifinais.

 

Já o Egito venceu Marrocos dramaticamente, com um gol acrobático de Mahmoud Kahraba, aos 43 minutos do segundo tempo, e enfrenta Burkina Faso por vaga na decisão. Com o futebol afetado por problemas internos e políticos, disputa sua primeira CAN desde que selou o tricampeonato seguido, em 2010, e já está entre os quatro primeiros.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo