A Serie A ganhou mais uma atração. O francês Franck Ribéry fechou contrato com a Fiorentina por duas temporadas, em um contrato de € 4 milhões de salários por ano para o jogador. Aos 36 anos, o jogador deixou o Bayern de Munique depois de 12 anos atuando pelo clube alemão, onde conquistou todos os títulos possíveis.

“Eu estou feliz, eu estou aqui com a minha família”, afirmou Ribéry ao site de Gianluca Di Marzio. “Eu conversei com a Fiorentina na última semana, assim como com [Luca] Toni, que me disse que a Fiorentina era um grande clube em uma linda cidade”, continuou o francês. “Eu estou feliz por estar aqui, mesmo pela língua. Minha compreensão não é perfeita, mas está tudo bem”.

Nascido em Boulogne, começou a carreira no clube da cidade e passou pelo Metz, de onde foi vendido para o Galatasaray em janeiro de 2005. Em julho daquele mesmo ano, voltou à França para atuar pelo Olympique de Marseille. Foi atuando pelo clube de Marselha que chegou à seleção francesa. Estreou pelos Blues no dia 27 de maio de 2006 e acabaria titular na Copa do Mundo daquele ano. Mais do que apenas titular, foi um dos destaques do time que chegou à final, mas acabou derrotado pela Itália nos pênaltis.

Em julho de 2007, se transferiu para o Bayern de Munique por € 30 milhões. Na Baviera, Ribéry se tornou um astro mundial e conquistou a idolatria da torcida. Foram nove títulos da Bundesliga, seis Copas da Alemanha, uma Copa da Liga da Alemanha, hoje extinta, quatro Supercopas da Alemanha, uma Champions League, uma Supercopa da Uefa e um Mundial de Clubes da Fifa.

Em 2013, ganhou o prêmio de melhor jogador do ano da Uefa. Na disputa da Bola de Ouro, porém, acabou derrotado por Cristiano Ronaldo, ainda no Real Madrid na época. O francês acabou em terceiro lugar, atrás também de Lionel Messi. Naquele temporada, 2012/13, ele conquistou a tríplice coroa pelo Bayern: Bundesliga, Copa da Alemanha e Champions League, sendo um dos principais jogadores do time, se não o principal.

Além de 2006, jogou também a Copa de 2010. Jogou também as Eurocopas de 2008 e 2012. Ele estava convocado para a Copa de 2014, mas acabou cortado por lesão nos últimos momentos antes da estreia. Depois disso, o jogador decidiu se aposentar da seleção francesa, segundo ele, por motivos pessoais.

A Fiorentina irá apresentar Ribéry nesta quinta-feira e o clube abrirá o seu estádio para a torcida receber o novo reforço. O jogador é a quinta contratação importante da Fiorentina nesta janela, depois de Pol Lirola, Milan Badlj, Kevin-Prince Boateng e Erick Pulgar.