Sem encontrar fornecedores ecologicamente sustentáveis, St. Pauli decide produzir suas próprias camisas

O St. Pauli, clube da segunda divisão alemã conhecido por seu engajamento em causas que vão além do futebol, anunciou nesta quarta-feira (18) a decisão de criar sua própria marca de materiais esportivos. Sem conseguirem encontrar fornecedores ecologicamente sustentáveis, os alemães dão um passo importante em seu objetivo de ser cada vez mais “verde”.

[foo_related_posts]

A marca criada pelo St. Pauli se chama “DIIY” e tem como lema a frase: “Se quer algo bem feito, faça você mesmo”. O clube tem trabalhado neste projeto desde 2018 e, sem encontrar parceiros que atingissem suas demandas de sustentabilidade e qualidade, decidiu que este era o momento certo de trazê-la ao mundo.

Chefe de vendas do St. Pauli, Bernd von Geldern explicou, em nota oficial, que a origem do objetivo “verde” do clube vem de longa data: “Na assembleia geral de 2016, fomos incumbidos de produzir nossas mercadorias de maneira justa e sustentável. Queremos satisfazer esta aspiração no maior número de áreas possível. Com a nossa própria marca, DIIY, pretendemos mostrar que qualidade, sustentabilidade e condições justas de trabalho não precisam ser mutualmente exclusivas para a produção de materiais esportivos”.

“Portanto, estabelecemos um padrão deliberadamente alto, com padrões autoimpostos para a nova coleção da equipe. Estamos convencidos de que nossos torcedores têm a mesma aspiração e queremos levá-los conosco em nossa jornada”, completou Von Geldern.

Desde 2016, o St. Pauli vinha vestindo equipamentos produzidos pela Under Armour e assim seguirá até o fim desta temporada, quando chega ao fim o vínculo com a marca norte-americana. De 2020/21 em diante, o clube alemão espera escrever uma bela nova história e deixar um legado.

“Esta independência e a busca por novos caminhos sempre distinguiram o St. Pauli. Com a nossa própria coleção de equipamentos, estamos consequentemente seguindo nossa busca por um caminho de independência”, projetou o presidente do clube, Oke Göttlich.