Champions LeagueSem categoria

Vexame: United é dominado por Basel e está fora da LC

O Basel foi capaz de um feito histórico nesta quarta-feira, pela Liga dos Campeões. Os suíços derrotaram o Manchester United por 2 a 1 no St. Jakob Park e eliminou os Red Devils na Liga dos Campeões.

Os suíços alcançaram a segunda posição do Grupo C, com 11 pontos, ultrapassando os ingleses, que permaneceram com nove. Em terceiro, resta ao United agora a disputa da Liga Europa. Esta é a primeira vez desde 2006 que o clube cai na primeira fase da Champions.

O Manchester United começou mais avançado em campo durante os primeiros minutos de jogo. Contudo, foram precisos apenas oito minutos para o Basel dar o primeiro susto nos ingleses. Vidic e Smalling se atrapalharam na hora de afastar um cruzamento e a bola sobrou pela lateral esquerda para Xherdan Shaqiri. O meia cruzou, De Gea afastou parcialmente, mas Marco Streller não perdoou no rebote.

O United tentava recobrar os sentidos e deu seu primeiro chute ao gol três minutos depois, em chute de Nani de fora da área que seguiu por cima do travessão. O jogo seguia nervoso nos minutos seguintes. Os Red Devils mantinham a bola nos pés por mais tempo, mas não conseguiam passar pela defesa suíça.

Aos 30, Nani cruzou da esquerda, mas nem Rooney e nem Park conseguiram concluir com eficiência, facilitando a intervenção de Sommer. Quatro minutos depois, foi a vez de Rooney invadir a área e bater rasteiro, para nova defesa do goleiro adversário. A pressão aumentava e, nos instantes seguintes, Sommer precisou sair nos pés de Nani para salvar mais uma vez.

A dois minutos do intervalo, o Manchester United ainda teve uma baixa sentida: Nemanja Vidic dividiu bola com Marco Streller e, com dores no joelho, precisou ser substituído por Johnny Evans.

Rooney desperdiçou grande chance logo aos quatro minutos da segunda etapa. Giggs fez ótimo lançamento para o camisa 10, que invadiu a área sozinho, mas acabou chutando pelo lado do gol. Um minuto depois, Nani tentaria de fora da área, para intervenção segura de Sommer.

O Basel tentava equilibrar as subidas ao ataque e Shaqiri errou o alvo por muito pouco, em chute da entrada da área. No minuto seguinte, Alexander Frei cobrou falta venenosa e De Gea voou no ângulo para salvar, espalmando para escanteio.

Aos 15 minutos, o time da casa viu a bola carimbar a própria trave. Nani cruzou da direita e Steinhöfer, como um atacante adversário, bateu de primeira, quase marcando um lindo gol contra. O United retomava a iniciativa e Rooney deu outro chute para fora aos 13, após boa jogada pelo lado esquerda.

A partida no St. Jakob Park seguia para um fim dramático. O Basel tentava manter a bola no pé, enquanto o United se desesperava quando tinha a posse e, com pressa, não concluía os lances com precisão. Aos 30 minutos, Rooney limpou a marcação e mandou de longe, para fora.

E aos 38 minutos, o Basel enterrou os ânimos dos Red Devils. Shaqiri cruzou da direita e, após a bola atravessar toda a área, Alexander Frei cabeceou para o fundo das redes. Era o gol que dava a classificação dos suíços.

Cinco minutos depois, em um lance chorado, Phil Jones diminuiu. Após milagre de Sommer em chute de Welbeck e chute no travessão de Macheda, o defensor marcou de cabeça, no rebote. O United tentou pressionar no fim, mas Sommer apareceu quando necessário e colocou os suíços nas oitavas de final da Liga dos Campeões pela primeira vez na história do clube.

Ficha técnica

Basel 2×1 Manchester United

Local: St. Jakob Park, em Basel (SUI)
Data: 7/dez, quarta-feira
Árbitro: Björn Kuipers (HOL)
Gols: Marco Streller, aos 8’/1T; Alexander Frei, aos 38’/2T, Phil Jones, aos 43’/2T.
Cartões amarelos: Xhaka (Basel); Patrice Evra e Ashley Young (Manchester United)

Basel
Yann Sommer, Markus Steinhöfer, Aleksandar Dragovic, David Abraham e Park Joo Ho; Cabral, Granit Xhaka (Scott Chipperfield, aos 37’/2T), Xherdan Shaqiri (Valentin Stocker, aos 46’/2T) e Fabian Frei; Alexander Frei e Marco Streller. Técnico: Heiko Vogel

Manchester United
David De Gea, Chris Smalling, Rio Ferdinand, Nemanja Vidic (Johnny Evans, aos 44’/1T) e Patrice Evra; Phil Jones, Park Ji-Sung (Federico Macheda, aos 36’/2T), Ryan Giggs e Ashley Young (Danny Welbeck, aos 19’/1T); Nani e Wayne Rooney. Técnico: Alex Ferguson

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo