Liga EuropaSem categoria

Schalke sofre e, na prorrogação, elimina o Viktoria Plzen

Foi dramático e inesperado, mas o Schalke 04 conseguiu eliminar o Viktoria Plzen na prorrogação com o placar de 3 a 1. O nome do jogo foi o atacante Klas Jan-Huntelaar, que depois de abrir o placar, fez o segundo gol do time no segundo tempo da prorrogação.

Depois de empatar o primeiro jogo por 1 a 1 fora de casa, os alemães começaram marcando um gol logo no início do jogo. Aos oito minutos, o artilheiro Klaas-Jan Huntelaar marcou 1 a 0 para os Azuis Reais.

O gol no início deu tranquilidade para a equipe, mas também criou uma sensação que os alemães poderiam decidir o jogo a qualquer momento. Ainda mais quando, aos 18 minutos do segundo tempo, o atacante Marek Bakos foi expulso. Com um a menos, jogando fora de casa, parecia improvável que os tchecos conseguissem o empate.

Só que aos 43 minutos do segundo tempo, Frantisk Rajtoral marcou para o Viktoria Plzen e empatou o jogo. Surpreendentemente, os tchecos conseguiram levar o jogo para a prorrogação.

A primeira etapa do tempo extra foi um massacre dos Azuis Reais. O time tentou quatro chutes de fora da área que levaram muito perigo ao gol adversário. Pelo alto, torcando passes ou chutando de longe, os alemães eram perigosos em quase todos os lances.

A situação ficou ainda mais difícil para os tchecos quando Vaclav Prochazka deixou o campo machucado. Como o time já tinha feito as três alterações, ele voltou a campo depois do atendimento para tentar, no sacrifício, aguentar até o final do jogo.

Os tchecos aguentaram o primeiro tempo da prorrogação, mas no segundo, não teve jeito. Em jogada de Chinedu Obasi pela direita, o nigeriano levantou a bola na área e Huntelaar tocou bem de cabeça para marcar 2 a 1, logo no primeiro minuto.

 

O goleiro Marek Cech, que impediu que o Schalke vencesse o jogo no tempo normal, fez mais algumas defesas que impediram que os Azuis Reais marcarem ainda mais gols. Valente, o Viktoria Plzen ainda tentou alguns poucos ataques. Só que no final, com o time tcheco esgotado, um contra-ataque fechou o placar. O romeno Ciprian Marica, que tinha entrado há poucos minutos, recebeu livre, avançou e chutou, mas o goleiro Cech defendeu. No revote, ele passou para Huntelaar, completamente livre, ameaçar chutar, o que fez Cech cair no chão, e chutou forte para marcar 3 a 1.

O Schalke 04 enfrentará o Twente na próxima fase, com o primeiro jogo no dia 8 de março na Holanda e a volta na Alemanha, no dia 15.

Confira os jogos de volta dos 16-avos de final da Liga Europa:

Quarta-feira, 22/fev

Manchester City 4×0 Porto

Quinta-feira, 23/fev

Valencia 1×0 Stoke City
Athletic Bilbao 1×0 Lokomotiv Moscou
Twente 1×0 Steaua Bucareste
PAOK 0x3 Udinese
PSV 4×1 Trabzonspor
Club Brugge 0x1 Hannover 96
Standard Liège 0x0 Wisla Cracóvia
Besiktas 0x1 Braga
Manchester United 1×2 Ajax
Sporting 1×0 Legia Varsóvia
Schalke 04 2×1 Viktoria Plzen (na prorrogação)
Metalist Kharkiv 4×1 Red Bull Salzburg
Olympiacos 1×0 Rubin Kazan
Anderlecht 0x1 AZ
Atlético de Madrid 1×0 Lazio

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo