Regulamento: Perguntas e respostas

Quem participa da Liga dos Campeões?

Todos os campeões nacionais de federações filiadas à Uefa disputam a Liga dos Campeões. De acordo com a colocação dos países no ranking quinquenal da Uefa, que leva em conta o desempenho dos clubes ao longo de cinco temporadas, os melhores países têm vagas adicionais. Os três primeiros países (atualmente Inglaterra, Espanha e Itália) têm um total de quatro vagas. Os colocados entre 4º e 6º, três, e os colocados entre 7º e 15º, dois cada.

Entram 22 times diretamente na fase de grupos: os campeões dos doze primeiros países no ranking da Uefa, os vices dos seis primeiros, e os terceiros dos três primeiros, além do atual campeão da LC. Quando o atual campeão já se garantiu na fase de grupos através de seu campeonato nacional, abre-se vaga direta para o campeão do 13º colocado no ranking. Todos os demais times são distribuídos entre três fases preliminares e os play-offs, última etapa antes da fase de grupos.

Qual a fórmula de disputa?

Nas fases preliminares, a partir desta temporada, os times foram divididos entre dois blocos: os campeões e os não-campeões, que não podem jogar entre si. São cinco vagas reservadas a campeões e outras cinco a não-campeões.

Na fase de grupos, as 32 equipes são divididas em oito grupos de quatro cada. Os grupos são disputados em turno e returno, e os dois primeiros colocados de cada chave avançam às oitavas de final. Os terceiros colocados passam a disputar a Liga Europa.

A partir daí, a competição se torna eliminatória, em confrontos de ida e volta a partir das oitavas. A final é disputada em jogo único, em campo pré-determinado pela Uefa.

Como é feita a distribuição entre os grupos?

Os times são divididos em quatro potes de acordo com suas colocações no ranking quinquenal da Uefa. O ranking de clubes funciona de maneira semelhante ao de países, mas cada clube carrega em seu coeficiente sua própria pontuação (80% do peso) e a de seu país (20%). No sorteio, cada grupo fica com um time de cada pote.

Quando são permitidos confrontos entre times do mesmo país?

Apenas a partir das quartas de final é possível times do mesmo país se enfrentarem. Até as oitavas, o regulamento veta.

Quais os critérios de desempate?

Na fase de grupos, caso duas ou mais equipes terminem empatadas em pontos, o critério de desempate não é o saldo de gols, mas o confronto direto – ou seja, o número de pontos somados nas partidas entre os times em questão. Em seguida, valem o saldo e os gols fora de casa, sempre no confronto direto. Permanecendo a igualdade, só então valem o saldo e os gols marcados em todas as partidas do grupo. Se persistir a igualdade, prevalece o time de melhor coeficiente Uefa.

Quantos jogadores cada time pode inscrever?

Os times podem inscrever uma lista “A” e uma lista “B” de jogadores. Na lista A, são 25 nomes, sendo que oito deles têm de ser formados no mesmo país do clube e, destes, quatro no próprio clube. Por jogador “formado”, entende-se aquele que passou três anos, entre as idades de 15 e 21, registrado no clube. Se o clube não tiver número suficiente de jogadores nestas condições, ficará com menos nomes na lista A, que é fechada antes do início da fase de grupos. Por exemplo, o time que não tiver nenhum jogador formado no país poderá inscrever apenas 17 atletas. Se tiver apenas um, 18, e assim por diante. A lista B, que pode ser alterada em qualquer momento da competição, é ilimitada e reúne jogadores nascidos a partir de 1º de janeiro de 1988 e que estejam no clube há pelo menos dois anos.

O jogador que atuou por um clube pode defender outro?

Não. Nenhum jogador pode defender dois clubes diferentes na mesma edição da Liga dos Campeões, mesmo que tenha atuado apenas nas fases preliminares. É o caso do zagueiro ucraniano Dmytro Chygrynskiy, que jogou pelo Shakhtar Donetsk na terceira preliminar, ficando impedido de representar o Barcelona na sequência da competição.

É possível substituir inscritos no meio da temporada?

Três jogadores podem ser modificados na lista “A” entre a fase de grupos e as oitavas de final. Destes, apenas um pode ter atuado em outra competição europeia. Na temporada passada, o Real Madrid contratou Klaas-Jan Huntelaar e Lassana Diarra, mas ambos tinham disputado a Copa Uefa. Teve de optar por apenas um deles para jogar a LC: no caso, Diarra.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo