Nancy: a Lorena na Liderança da Ligue 1

Se olhar a tabela do Campeonato Francês agora (ou em algum momento anterior da tabela), talvez verá algo não muito corriqueiro. O Lyon, hexacampeão nacional, time de astros como Juninho Pernambucano, não lidera a tabela da Ligue 1, apesar de estar bem próximo do líder.

No caso, um líder inesperado. Quem espera que times como Paris-Saint-Germain, Monaco e Olympique de Marselha ocupassem esta posição, está enganado. Hoje, o nome da moda é o Nancy, time de certa tradição entre os pequenos escalões franceses e que agora sonha com um lugar na Liga dos Campeões.

Das origens

A cidade de Nancy fica na região francesa da Lorena, que junto com a Alsácia, foi lugar de muita disputa geopolítica entre franceses e alemães no passado. Em 1910, surgiu o US Frontière, um clube que disputou por anos as ligas amadoras locais. Em 1928, virou o AS Lorraine, que até disputou edições da Copa da França.

A atual equipe surgiu em 1967, com a incorporação dos quadros do FC Nancy, o time profissional da cidade. Após arrecadar algum dinheiro, a equipe conseguiu a vaga na segundona francesa de 1967/8, terminando no décimo lugar. Em 1974/5, conquistou seu primeiro título da segunda divisão francesa, e com isso, sua estréia na elite.

Platini esteve aqui

O (para muitos) maior jogador do futebol francês foi um dos jogadores que vestiram a camisa do ASNL em sua história, isso de 1977 a 1979. Atuando pela equipe, o atual presidente da UEFA ajudou na maior conquista do clube até aqui: a Copa da França em 1978, ganha em cima do Nice. E com o gol do título sendo dele. Ainda naquela época, o clube foi quarto no francês de 1976/7.

Nos anos 80, o clube sofreu com dificuldades, caindo para a segunda divisão em 1986/7. O clube passou a vivenciar um período de “ioiô”, que permaneceu durante a década de 90, embora o time conseguisse ficar alguns anos na Ligue 1, sendo seu último retorno na temporada 2005/6

Tempos atuais

Em 2006, o clube da Lorena voltou às manchetes futebolísticas com a conquista do título da Copa da Liga Francesa, sobre o mesmo adversário ao qual venceu na conquista da Copa da França de 1978, o Nice. Treinado pelo uruguaio Pablo Correa, ídolo do clube nos anos 90, o Nancy é atualmente (no momento em que esta matéria foi escrita) o líder da Ligue 1, com dois pontos de vantagem sobre o vice-líder do campeonato.

Na Europa

Até aqui, o máximo que o Nancy fez em Copas Européias foi chegar às oitavas-de-final da Recopa em 1979, caindo diante do Servette-SUI. Na última temporada, participou da Copa da UEFA, em que fez uma respeitável participação.

Eliminou o Schalke 04 na primeira fase e conseguiu ser vice na fase de grupos, mesmo tendo sofrido em seu estádio problemas com a torcida do Feyenoord, que promoveu um quebra-quebra em partida contra o ASNL que terminou na exclusão do time holandês da competição. Porém, caiu diante do Shakthar Donetsk na fase seguinte.

Neste ano, o Nancy ficou de fora das competições européias, mas quem sabe este bom começo de ano pode trazer ao clube sua estréia na Liga dos Campeões?

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo