Na Inglaterra

Acho que poucos discordam de que a Inglaterra é hoje um modelo de organização para o futebol mundial – ainda que o grande número de craques que frequenta seus gramados se deva muito mais a dinheiro “estranho” do que a essa organização. Pois bem, para os que discordam do conteúdo do post abaixo, vale analisar como é por lá.

Não fiz muita conta, não, entrei só no site do campeão do mundo, Manchester United. Para assistir à temporada inteira do United, o coitado do torcedor vai sofrer: terá que desembolsar nada menos que 912 libras, algo como 3 mil reais. O ingresso no mesmo setor para uma partida custa 47 libras (164 reais).

Fazendo a conta que o Ubiratan fez, considerando 19 jogos em casa pela Premier League e mais três por cada copa nacional (o número é imprevisível, porque não tem jogo de ida e volta), temos que os Red Devils farão cerca de 25 jogos em casa na temporada. Se dividirmos o valor do “season ticket' por esse número de partidas, teremos um ingresso de cerca de 36,5 libras, ou seja, um desconto de cerca de um quarto do valor.

Os são-paulinos menos inteligentes podem chiar o quanto quiserem: um pacote no qual o preço individual é maior do que quando o ingresso é comprado individualmente tem um nome só: factóide. Pra não dizer picaretagem.

São Paulo, aliás, que vem ventilando por aí que os portadores de cativas do Morumbi que não renovarem por mais de um determinado período vão perder o direito a elas, uma flagrante ilegalidade. Isso sem falar na falta de respeito pelas pessoas que pagaram por essse direito quando o estádio nem ao menos existia.

Como se diz por aí, em terra de cego quem tem um olho é rei. Mesmo quando o olho tem conjuntivite e não enxerga muito bem.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo