Libertad: O novo papa-títulos

O Libertad conseguiu quebrar um jejum de títulos de 26 anos ao conquistar o campeonato paraguaio em 2002. A equipe não vencia uma competição desde o título de 1976. Após essa conquista, o treinador da equipe, o argentino Gerardo Martino, resolveu não continuar no clube para a próxima temporada. Ao passo de sua saída, alguns pilares dessa equipe, como Paulo da Silva e Virgilio Ferreira, foram negociados.

O time foi assumido por seu compatriota Oswaldo Piazza. Entretanto, ele não resistiu durante muito tempo no cargo, devido às más apresentações da equipe, que culminaram com sua saída. Os dirigentes resolveram apostar no jovem treinador Victor Genes, que acabou trabalhando quase em dupla com o ex-jogador da equipe Estanislao Struway, que estava a exercer um cargo na direção técnica do clube.

Com essa dupla de debutantes no comando, o Libertad voltou a apresentar o bom futebol da última temporada. De bem com a vida, os Gumarelos, como a equipe também é conhecida, acabaram conquistando o Torneio Apertura, equivalente ao primeiro turno do campeonato paraguaio, e também o Clausura, garantindo o bi-campeonato nacional, ao desbancar o rival Olimpia. Está claro que o futebol paraguaio tem um novo papa-títulos.

Heranças políticas

A criação do Libertad se confunde com a própria história do povo paraguaio. Eis que no ano de 1905 explode uma revolução no país. A maioria dos comandantes desse movimento eram jovens que derrubaram o antigo sistema tradicional do Partido Colorado e implantaram o do Partido Liberal. As palavras 'liberdade', 'democracia' e 'igualdade' estavam na moda naquela época.

Foi justamente em meio a todo esses problemas que surgiu a idéia de criar um clube de futebol. O comandante do grupo, o jovem Juan Manuel Sosa Escalada, sugeriu o nome Libertad para o clube. Outros desejavam que fosse chamado Paraguay. Porém, a vontade do comandante acabou prevalecendo.

A idéia ganhou corpo no dia 30 de julho de 1095, quando 15 garotos reunidos num lote fundaram uma associação de exercícios físicos, cujas metas eram difundir o futebol, além do desenvolvimento da juventude. O clube foi fundado por esses jovens, que além de se dedicarem ao futebol, organizavam serenatas e procissões, práticas que estavam no auge durante aqueles anos.

A primeira partida registrada na história do Libertad foi com o desde então rival Olimpia. As camisetas dos Gumarelos foram feitas pelas mães e avós dos jogadores. Elas costuraram delicadamente as linhas verticais pretas sobre as camisas brancas. A partida foi disputada no campo Sociedad e acabou empatada por 1 a 1.

Libertad de 1955, a equipe do século

No ano de 1954, a equipe paraguaia havia feito uma das melhores excursões da história do futebol do país. Enfrentou diversas equipes do Chile, Costa Rica, Peru, Haiti e Equador. Os Gumarelos chegaram a enfrentar a seleção do Haiti em três oportunidades, ganhando todas. Porém, foi no ano de 1955 que a equipe atingiu seu apogeu.

O poderoso time era praticamente imbatível, tanto para as equipes locais com para as estrangeiras. O Libertad possuía uma frente de ataque arrojada, que praticava um jogo simples e bonito. Um dos maiores jogadores paraguaios da história, Eulogio Martinez, era um dos destaques daquele ataque. Ele era considerado um jogador completo, pois armava e finalizava os ataque com a mesma perfeição.

Os outros setores da equipe eram transformados em meros coadjuvantes diante da eficácia do ataque. Na verdade, a equipe era tão boa que jogava sozinha, sem maiores instruções, ou seja, seu jogo era fruto do talento individual dos jogadores. O treinador Antonio Fernández praticamente não influía na equipe.

Nessa mesma época, o futebol paraguaio vivia seu esplendor. Os campeonatos eram muito empolgantes e atrativos, fruto da força dos clubes que proporcionavam o equilíbrio na disputa. O país estava com grande prestígio internacional, e a Copa América fora disputada no Paraguai pela primeira vez. Além disso, os dirigentes foram os mais brilhantes que já existiram no país.

A equipe do Libertad do ano de 1955 conquistou o campeonato nacional daquela temporada. Esse mesmo time foi eleito com a melhor equipe paraguaia do século XX numa enquete realizada pelo diário ABC publicada em sua edição de 30 de dezembro de 1999. Os Gumarelos obtiveram mais da metade dos votos, vencendo outros épicos times como o Cerro Porteño de 73 e o Olimpia de 79 e 90.

A origem do nome 'Gumarelo'

Existem duas versões para a criação dessa palavra. A primeira diz que o nome teve origem num personagem italiano fictício chamado Pascuale Gummarelo, criado pelo jornalista argentino Antonio Franiecevich. Quando da realização de um congresso de esportes e atualidades no Paraguai, ele comentava sobre vários assuntos, porém todos recaíam para o time do Libertad. Era um fã declarado do clube.

A outra versão aponta que tal palavra provém da combinação dos sobrenomes de dois fanáticos torcedores da equipe, Giummaresi e Nuzzarello. Formando assim a palavra Gummarelo, que segundo os cronistas da época, é uma palavra do dialeto napolitano.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo